Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Doses de Glyphosate na Dessecação de Urochloa ruziziensis Antecedendo o Plantio do Milho

DOI: http://dx.doi.org/10.18188/1983-1471/sap.v13n2p117-125

http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/index 

downloadpdf

Neumarcio V. Costa1, Eduardo J. de L. Peres2, Lucas Ritter2 & Pabluo V. Silva2

 

Resumo: A Urochloa ruziziensis destaca-se como alternativa de forrageira para formação de palhada para o Sistema de plantio direto, entretanto, existem poucas informações quanto ao manejo de dessecação e o efeito da palha no controle das plantas daninhas. Objetivou-se avaliar a eficácia do glyphosate no manejo da dessecação de U. ruziziensis, e o efeito da palha na supressão das plantas daninhas na cultura do milho. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos das seguintes doses de glyphosate: 0, 360, 720, 1.440, 2.160 e 2.880 g ha-1, além de uma testemunha em pousio e outra com milho cultivado sem presença de palha. Não houve influência da palha de U. ruziziensis no desenvolvimento e na produtividade das plantas de milho. A dose de 360 g ha-1 de glyphosate proporcionou 100% de dessecação das plantas de U. ruziziensis aos 28 dias após a aplicação, enquanto que a palha remanescente (6,5 t ha-1) promoveu redução de 72,1% da população das plantas daninhas em relação à parcela em pousio por até 30 dias após a colheita do milho. Concluiu-se que, as doses de glyphosate avaliadas foram eficientes no manejo de dessecação de U. ruziziensis, bem como, pode ser excelente alternativa para o manejo integrado das plantas daninhas na cultura do milho, em sistema de plantio direto.

Palavras-chave: herbicida, Brachiaria ruziziensis, plantio direto, plantas daninhas.

 

Abstract: The Urochloa ruziziensis stands as a fodder alternative for the straw development in the tillage system. However, there are few information regarding to the management of desiccation, and the effect of the straw on the weed control. This study aimed at evaluating the efficacy of glyphosate into the management of desiccation of the U. ruziziensis, and the effect of the straw on the weed suppression in corn plantation. The experimental design was a randomized complete block with four replications. The treatments consisted of the following rates of glyphosate: 0; 360; 720; 1,440; 2,160 and 2,880 g ha-1, besides a testimony in fallow, and another in corn without straw. There was no influence of the U. ruziziensis straw in the development and the productivity of corn plants. The dose of 360 g ha-1 of glyphosate provided 100% of of U. ruziziensis desiccation at 28 days after its application, while the remaining straw (6.5 t ha-1) promoted 72.1% of reduction of the weeds population in the fallow portion at 30 days after the corn harvest. We concluded that the glyphosate doses evaluated were effective in the management of the U. ruziziensis desiccation, as well as, it can be an excellent alternative for the integrated management of the weeds in corn tillage system.

Key words : herbicide, Brachiaria ruziziensis, tillage, weeds.

 

1 Docente do Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Rua Pernambuco 1777, CEP 85960-000, Marechal Cândido Rondon/PR. E-mail: neumarcio.costa@unioeste.br. *Autor para correspondência
2 Discente do Curso de Agronomia do Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual do Oeste do Paraná -UNIOESTE, Rua Pernambuco 1777, CEP 85960-000, Marechal Cândido Rondon/PR

 

Literatura Citada

ALBUQUERQUE, J.A.; REINERT, D.J.; FIORIN, J.E.; RUEDELL, J.; PETRERE, C.; FONTINELLI, F. Rotação de culturas e sistemas de manejo do solo: efeito sobre a forma da estrutura do solo ao final de sete anos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.19, n.1, p.115-119, 1995.

ALMEIDA, F.S. Controle de plantas daninhas em plantio direto. Londrina: IAPAR, 1991. 34 p. (Circular, 67).

ALVIM, M.J.; BOTREL, M.A.; VERNEQ, R.S.; SALVATI, J.A. Aplicação de nitrogênio em acessos de Brachiaria. 1. Efeito sobre produção de matéria seca. Pasturas Tropicales, v.12, n.2, p.2-6, 1990.

AMARAL, M. Plantio direto evolui no Brasil. Informe Agropecuário, v.22, n.1, p.3-8, 2001.

BORGHI, E.; COSTA, N.V.; CRUSCIOL, C.A.C.; MATEUS, G.P. Influência da distribuição espacial do milho e da Brachiaria brizantha consorciadas sobre a população de plantas daninhas em sistemas plantio direto na palha. Planta Daninha, Viçosa, v.26, n.3, p.559-568, 2008.

BRAUN-BLANQUET, J. Fitosociologia: bases para el estudio de las comunidades vegetales. Madrid: H. Blume, 1979. 820 p.

BRIGHENTI, A.M.; SOBRINHO, F.S.; ROCHA, W.S.D.; MARTINS, C.E.; DEMARTINI, D.; COSTA, T. R.. Suscetibilidade diferencial de espécies de braquiária ao herbicida glifosato. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 10, p.1241-1246, 2011.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO (CONAB). 7° levantamento de grãos safra 2011/2012. Disponível em: <http://www.conab.gov.br>. Acesso em: 02 de maio de 2012.

FORNAROLLI, D.A.; RODRIGUES, B.N.; LIMA, J.; VALLÉRIO, M.A. Influência da cobertura morta no comportamento do herbicida Atrazine. Planta Daninha, Viçosa, MG, v.16, n.2, p.97-107, 1998.

JAKELAITIS, A.; SILVA, A.A.; FERREIRA, L.R.; FREITAS, F.C.L.; VIVIAN, R. Influência de herbicidas e de sistemas de semeadura de Brachiaria brizantha consorciada com milho. Planta Daninha, Viçosa, MG, v.23, n.1, p.59-67, 2005.

KISSMANN, K.G.; GROTH, D. Plantas infestantes e nocivas. 2.ed. São Paulo: BASF, 1997. Tomo 1. 825p.

MACIEL, C.D.G.; CORRÊA, M.R.; ALVES, E.; NEGRISOLI, E.; VELINI, E.D.; RODRIGUES, J.D.; ONO, E.O.; BOARO, C.S.F. Influência do manejo da palhada de capimbraquiária (Brachiaria decumbens) sobre o desenvolvimento inicial de soja (Glycine max) e amendoimbravo (Euphorbia heterophylla). Planta Daninha, Viçosa, MG, v.21, n.3, p.365- 373, 2003.

MAGUIRE, J.D. Speed of germination - aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, Madison, Wis., v.2, n.2, p.176-177, 1962.

MARTINS, D.; VELINI, E.D.; MARINS, C.C.; SOUZA, L.S. Emergência em campo de dicotiledôneas infestantes em solo coberto com palha de cana-de-açúcar. Planta Daninha, Viçosa, MG, v.17, n.1, p.151-161, 1999.

NUNES, A.S.; TIMOSSI, P.C.; PAVANI, M.C.M.D.; ALVES, P.L.C.A. Épocas de manejo químico de Brachiaria decumbens antecedendo o plantio direto de soja. Planta Daninha, Viçosa, MG, v.27, n.2, p.297-302, 2009.

PITELLI, R.A. Estudos fitossociológicos em comunidades infestantes de agroecossistemas. J. Conserb, v.1, n.2, p.1-7, 2000.

RODRIGUES, B.N.; ALMEIDA, F.S. Guia de herbicidas. 5. ed. Londrina: Ed. dos Autores, 2005, 592p.

SILVA, A.C.; FREITAS, F.C.; FERREIRA, L.R.; FREITAS, R.S. Dessecação pré-colheita de soja e Brachiaria brizantha consorciadas com doses reduzidas de graminicida. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.41, n.1, p.37-42, 2006.

TIMOSSI, P.C.; DURIGAN, J.C.; LEITE, G.J. Eficiência de glyphosate em plantas de cobertura. Planta Daninha, Viçosa, MG, v.24, n.3, p.475-480, 2006.