Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avaliação de Empresas: Uma Análise sob a Óptica do “Viés de Avaliação” nos Laudos de Oferta Pública de Aquisição de Ações

DOI: http://dx.doi.org/10.18028/2238-5320/rgfc.v5n3p61-74

http://www.revistas.uneb.br/index.php/financ/index 

downloadpdf

Thaís B. dos Santos1 & Moisés F. da Cunha2

   

Resumo: O processo de avaliação de empresas é amplamente utilizado e objetiva alcançar o valor justo da empresa. Esta pesquisa teve por objetivo analisar se, nos laudos de avaliação com finalidade de Oferta Pública de Aquisição de Ações – OPA, a relação da empresa avaliadora com a empresa contratante da avaliação causa viés no valor justo por ação em relação ao preço da ação. Os 106 laudos analisados, publicados entre 2002 e 2013, foram divididos em grupos de acordo com a contratante da avaliação. Em cada grupo foram realizados testes de médias, em amostras emparelhadas, com a aplicação do teste não paramétrico de Wilcoxon. Os resultados evidenciaram a existência do viés no processo de avaliação, principalmente nas situações em que a contratante da avaliação é a empresa avaliada. Com um menor nível de confiança também foi possível a constatação do viés quando a contratante da avaliação não é a empresa avaliada nem sua controladora. No grupo em que a contratante da avaliação é a controladora da empresa avaliada não foi identificado o viés.

Palavras-chave: Avaliação de Empresas. Viés de Avaliação. Valor Justo por Ação. Preço da Ação.

 

Abstract: The process of valuation of companies is widely used and aims reach the fair value of the company. This research aimed to examine whether in the valuation reports with the purpose of Public Offer of Acquisition of Shares (POA) the relationship between appraisal companywith the evaluation contractor cause bias in the fair value of the share compared to the share price.  The analyzed 106 reports published between 2002 and 2013 were divided into groups according to the evaluation contractor. In each group, for the realization tests of measuresin paired sampleswere performed with the application ofnon-parametric Wilcoxon test. The results showed the existence of bias in the evaluation process especially in situations in which the contractor evaluation is the company evaluated. With a lower level of confidence, it was also the finding of bias when the contractor evaluation is not company evaluated or the parent company of the evaluated. In the group in which the contractor evaluation is the parent company of evaluated no bias was identified.

Key words: Valuation of Companies. Bias in the Valuation. Fair Value of the Share. Share Price.

 

1 Graduada em Ciências Contábeis (UFG) Email: thaisbrugnera@hotmail.com
2 Doutor em Controladoria e Contabilidade (USP) Professor Adjunto da Universidade Federal de Goiás (UFG) Endereço: Campus Samabaia – Itatiaia 74.001-970 – Goiania/GO, Brasil Email: mfccunha@ig.com.br

 

Literatura Citada

ASSAF NETO, A. Finanças Corporativas e Valor. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2012.

BRASIL. Instrução CVM nº 361, de 05/03/2002. Dispõe sobre o procedimento aplicável às ofertas públicas de aquisição de ações de companhia aberta. Disponível em:<http://www.cvm.gov.br/>. Acesso em: 12 set. 2013.

BRASIL. Instrução CVM nº 436, de 05/07/2006. Acrescenta o Anexo III e altera a Instrução CVM nº 361, de 05/03/2002. Disponível em: <http://www.cvm.gov.br/>. Acesso em: 12 set. 2013

COPELAND, T; KOLLER, T; MURRIN, J. Avaliação de Empresas –Valuation: Calculando e gerenciando o valor das empresas. Tradução: Allan Vidigal Hastings. 3ª ed. São Paulo: Makron Books Ltda., 2002.

CUNHA, M. F. da. Avaliação de empresas no Brasil pelo fluxo de caixa descontado: evidências empíricas sob o ponto de vista do desempenho econômico-financeiro. Tese de Doutorado. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

CUNHA, M. F. da; MARTINS, E; ASSAF NETO , A. Avaliação de empresas no Brasil pelo fluxo de caixa descontado: evidências empíricas sob o ponto de vista dos direcionadores de valor nas ofertas públicas de aquisição de ações. Revista de Administração, v. 49, n. 2, p. 251-266, 2014.

DAMODARAN, A. Avaliação de empresas. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

ESTETER, B; PEDREIRA, E. B; BARROS, L. A. B. de C. Análise dos Erros de Previsão em Empresas de Capital Aberto para os Mercados de Argentina, Brasil, Chile e México entre os Anos de 2003 a 2009. In: CONGRESSO NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS - ADCONT, II, Anais... Rio de Janeiro, 2011.

FALCINI, P. Avaliação econômica de empresas: técnica e prática. São Paulo: Atlas, 1995.

FERNÁNDEZ, P. Valoración de empresas: cómo medir y gestionar la creación de valor. Barcelona: Gestión 2000, 2012.

GATSIOS, R. C. Acurácia e dispersão das estimativas dos analistas no mercado de capitais brasileiro: Impacto da adoção do padrão IFRS sobre a qualidade preditiva da informação contábil. Tese de Doutorado. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2013.

KOTHARI, S. P. Capital Markets Research in Accounting. Journal of Accounting and Economics, v. 31, p. 105-231, 2001.

MACHADO, Michele Rílany Rodrigues. Fluxo de caixa descontado: metodologias e critérios adotados na determinação da taxa de desconto. In: SEMINÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO - SEMEAD, 10., 2007, São Paulo. Anais... São Paulo: SEMEAD, 2007.

MARÔCO, João. Análise estatística com o Pasw Statistics. Lda Pêro: Pinheiro, 2010.

MARTELANC, R. et al. Utilização de Metodologias de Avaliação de Empresas: Resultados de uma Pesquisa no Brasil. In: Seminário em Administração, FEA/USP-SEMEAD,VIII, Anais...São Paulo, 2005.

MARTELANC, R; PASIN, R; CAVALCANTE, F. Avaliação de empresas: um guia para fusões e aquisições e gestão de valor. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

MARTINEZ, A. L. Buscando o valor intrínseco de uma empresa: revisão das metodologias para avaliação dos negócios. In: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 23º, Anais...Foz do Iguaçu, 1999.

MARTINEZ, A. Analisando os analistas: estudo empírico das projeções de lucros e das recomendações dos analistas de mercado de capitais para as empresas brasileiras de capital aberto. 2004. 250 f. Tese (Doutorado em Administração de Empresas) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2004.

MARTINEZ, A. Otimismo e viés de seleção dos analistas. Brazilian Business Review. v. 4, n.2, p. 104-118, 2007.

MARTINS, E. et al. Avaliação de empresas: da mensuração contábil à econômica. São Paulo: Editora Atlas, 2001.

NEIVA, R. A. Valor de Mercado da Empresa: Modelos de Avaliação Econômico-Financeira de Empresas, Exemplos de Avaliação com Cálculos de Valores, Subsídios para Privatização, Compra e Venda, Cisão, Fusão e Incorporação. São Paulo: Atlas, 1992.

PEREIRO, L. E. Valuation of companies in emerging markets – a practical approach. New York: John Wiley & Sons, 2002.

PEREZ, M. M; FAMÁ, R. Avaliação de empresas e apuração de haveres em processos judiciais: uma análise segundo a Teoria de Finanças. In: Seminário em Administração, FEA/USP-SEMEAD,VI, Anais...São Paulo, 2003.

RODRIGUES, L. F.; SALLABERRY, J. D. Laudos de avaliação de empresas: práticas adotadas no Brasil. In: CONGRESSO USP DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CONTABILIDADE, 10., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: FEA/USP, 2013. CD-ROM.

RUFFALO, B. I; BRACKETT, R. C. Laudos de avaliação excelentes. In: CATTY, J. P. IFRS: Guia de aplicação do Valor Justo. Porto Alegre: Bookman, 2013.

TAVARES JÚNIOR, E. P., Finanças Comportamentais: O Efeito Propriedade e a influência nas vendas de imóveis em Aparecida de Goiânia. Revista de Administração da UEG. Vol. 1, No. 1 (Ago-Dez, 2010), p. 27-38.

THALER, R. Towarda positive theory of consumer choice. Journal of Economic Behavior and Organization. (1980), vol. 1, p. 39-60.