Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Gerenciamento de projetos no âmbito da Marinha do Brasil: uma análise dos ativos de processos organizacionais à luz dos contextos de gerenciamento de tempo e aquisições

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2238-1252/rct.v17n35p95-113

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/cienciatecnologia/index 

downloadpdf

Renato S. Quintal1

 

Resumo: Recentemente, com o advento da publicação da estratégia nacional de defesa, a Marinha do Brasil tem aumentado os investimentos em áreas estratégicas, notadamente na construção de submarino com propulsão nuclear, dentre outras. Nesse contexto, houve um incremento substancial de projetos, em quantidade e complexidade, para os quais a Marinha ressente a falta de profissionais capacitados em gerenciamento de projetos. O objetivo do presente estudo é analisar os ativos de processos organizacionais da Marinha à luz dos contextos de gerenciamento de tempo e aquisições. No que tange à metodologia, a presente pesquisa pode ser classificada como qualitativa, exploratória, bibliográfica, documental e estudo de caso. O estudo apresenta limitações associadas ao fato de não terem sido abordados os processos de outras áreas de conhecimento, tendo a presente pesquisa se concentrado no gerenciamento do tempo e no gerenciamento das aquisições. Ao final da investigação, vislumbram-se contribuições para o entendimento do estágio atual dos ativos de processos organizacionais da Marinha do Brasil nas áreas de gerenciamento do tempo e gerenciamento das aquisições.

Palavras-chave: gerenciamento de projetos, processos organizacionais, defesa nacional, Marinha do Brasil.

 

Abstract: Recently, with the advent of the publication of the National Defense Strategy, the Brazilian Navy has increased investments in strategic areas, notably the construction of a submarine with nuclear propulsion, among others. In this context, there was a substantial increase in projects, both in number and complexity, for which the Navy resents the lack of professionals trained in project management. The aim of this study is to analyze the Navy’s organizational process assets, in the light of time and acquisition management contexts. Regarding methodology, this study can be classified as qualitative, exploratory, literature review, desk research, and case study. The study has limitations associated with the fact that processes in other areas of knowledge were not approached, and this research focused on time and acquisition management. At the end of the investigation, we offer contributions to the understanding of the current stage of the organizational process assets of the Brazilian Navy in the areas of time and acquisition management.

Key words: project management, organizational processes, national defense, Brazilian navy.

 

1 Mestre em Ciências Contábeis (Faculdade de Administração e Finanças da Universidade do Estado do Rio de Janeiro); Especialista em Comércio Exterior (Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro); Especialista em Gerenciamento de Projetos (Fundação Getúlio Vargas); Bacharel em Administração (Universidade Cândido Mendes) e em Ciências Navais, com Habilitação em Administração de Sistemas (Escola Naval). Atualmente é Oficial Superior da Ativa do Corpo de Intendentes da Marinha do Brasil, ocupa o posto de Capitão-de-Corveta e está lotado na Pagadoria de Pessoal da Marinha. É membro do Corpo Editorial da Revista PAGMAR (ISSN 2318-1702). Tem experiência em Ciências Contábeis e Administração, com ênfase em Administração Pública. E-mail: rsantiago79@hotmail.com

 

Literatura Citada

ANDRADE, D. C. C. de. Estudo do gerenciamento do tempo em projetos de construção civil enxuta através da simulação de eventos discretos. 2012. 129f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Faculdade de Engenharia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

CAPETTI, R. B. Gerência em Projetos: ferramentas imprescindíveis para o Serviço Naval. Revista do Clube Naval, n. 348, out.-dez. 2008, p. 48-51.

CRUZ, T. T. S. Uso e benefícios das técnicas de planejamento e gestão de tempo em projetos de tecnologia da informação e comunicação. 2014. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo, São Paulo.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GUIMARÃES, J. et al. Estudo e aplicação de metodologia para gerenciamento de prazo com base nos princípios de PMBOK. Revista CIATEC-UPF, v. 3, p. 36-47, 2011.

LIMA, M. L. A. A gestão integrada na governança de projetos complexos: um estudo de caso no programa de desenvolvimento do submarino de propulsão nuclear. 2012. Dissertação (Mestrado em Sistemas de Gestão) – Programa de Pós-graduação em Sistemas de Gestão, Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro.

MOURA, H. PMP sem Segredos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

NASCIMENTO, C. A. D. do. Gerenciamento de prazos: uma revisão crítica das técnicas em uso em empreendimentos em regime de EPC. São Paulo. 2007. Dissertação (Mestrado em Engenharia Naval) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo.

PMI – PROJECT MANAGMENT INSTITUTE. Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos (Guia PMBOK®). 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

SILVA, G. B. A importância do gerenciamento do tempo na gestão de projetos da indústria naval. 2011. Monografia (Engenharia de Produção) – Curso de Especialização em Engenharia da Produção. Universidade Cândido Mendes. Rio de Janeiro, 2011.

SMYTH, H. J. Projects and programs: Diversity of management, diversity of aims and interests. International Journal of Project Management, v. 27, n. 2, 2009.

SMYTH, H. J.; MORRIS, P. W. G. An epistemological evaluation of research into projects and their management: methodological issues. International Journal of Project Management, v. 25, n. 4, p. 423-436, 2007.

SOUZA, E. G. de. Uma análise dos principais riscos que contribuem para o agravamento (escalation) de projetos de TI da administração pública. 2012. Tese (Doutorado em Administração) – Programa de Pós-graduação em Administração, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade. Universidade de São Paulo, São Paulo.

TERRIBILI FILHO, A. Os cinco problemas mais frequentes nos projetos das organizações no Brasil: uma análise crítica. Revista de Gestão e Projetos – GeP, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 213-237, mai.-ago. 2013.

VIEIRA, S. Como elaborar questionários. São Paulo: Atlas, 2009.

ZUCCATO JUNIOR, F. Gerenciamento das aquisições em projetos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.