Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Gestão da Qualidade na Couve Minimamente Processada no Distrito Federal: O Caso da Agroindústria Machadinho

DOI: http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v14n4p337-352

http://rbpaonline.com/

downloadpdf

Geânderson dos Santos1, Danilo S. Souza2 & Alessandra A. Castro3

 

Resumo: A comercialização de hortaliças tem mudado muito nos últimos anos. A qualidade dos produtos e sua apresentação ao consumidor são as características mais marcantes nessa mudança. Hortaliças minimamente processadas são aquelas que foram fisicamente alteradas, mas que permanecem no estado fresco. As sucessivas manipulações na produção aumentam as possibilidades de contaminação microbiológica desses produtos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a contaminação microbiológica por Salmonella sp. e coliformes a 45°C em dois elos da cadeia produtiva de couve minimamente processada para identificação do ponto crítico de contaminação, além de avaliar a contagem de bactérias mesofílicas para determinar a eficiência dos métodos de higiene pessoal utilizados pelos manipuladores da Agroindústria. Foram coletadas amostras de couve na Agroindústria Machadinho, Brazlândia-DF, em todas as etapas do processo produtivo dentro da agroindústria, além de amostras coletadas em supermercados de Brasília-DF. Foi detectada contaminação por coliformes a 45 °C apenas em amostras adquiridas nos supermercados. Verificou-se a necessidade de uma maior integração entre Agroindústria e supermercados, bem como a necessidade de treinamento de gerentes e manipuladores e a aquisição de equipamentos objetivando a manutenção da qualidade ao longo da cadeia.

Palavras-chave: Brassica oleracea L. var. acephala D.C., cadeia produtiva, contaminação microbiológica, legislação, saúde

 

Abstract: The trade of vegetable crops has changed substantially in the last years. Quality and presentation of the products are the most important facts in this change. Minimally processed vegetables are those that have been physically changed but have kept their fresh condition. The successive manipulation increases the chance of microbiological contamination of the products. The aim of this research was to evaluate the microbiological contamination by Salmonella sp. and fecal coliformes at 45°C in two segments of the minimally processed Chinese kale to identify critical points. Samples of minimally processed Chinese kale were collected from Agroindústria Machadinho, Brazlândia-DF, and from supermarkets in Brasilia–DF. It was detected contamination by fecal coliformes at 45 ºC in the samples from the supermarkets. It was observed the need of a higher integration between the agroindustry and the supermarkets. It is also necessary training of managers and staff, as well as the acquisition of equipments aiming quality maintenance in this supply chain.

Key words: Brassica oleracea L. var. acephala D.C., supply chain, microbiological contamination, legislation, health

 

1 Mestre em Agronegócios. Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Caixa Postal 4.508, 70910-970, Brasília, DF. E-mail: annapr@unb.br
2 Professor Adjunto. Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Caixa Postal 4.508, 70910-970, Brasília, DF. E-mail: anamaria@unb.br