Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Estudo da Secagem da Casca de Soja para Utilização com Fins Alimentícios

DOI: http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v14n4p363-372

http://rbpaonline.com/

downloadpdf

Shara R. dos S. Borges1, Márcia R. T. de Oliveira2, Whellyson P. Araújo3, Edilane M. da Silva4 & Carlos D. F. Soares5

 

Resumo: A crescente demanda mundial por alimentos traz como consequência direta a necessidade de se elevar a produtividade agrícola, e com isso, aumenta-se a geração de resíduos agroindustriais oriundos do processamento dos grãos. Esses resíduos são fontes alternativas de nutrientes, e podem, por meio de correto tratamento, serem empregados na alimentação humana. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a aplicabilidade da casca de soja em formulações alimentares. Para tanto, adotou-se um procedimento de preparação da casca, que consistiu em lavagem, prensagem manual, secagem e análise microbiológica do resíduo seco. Realizou-se o estudo da secagem em estufa normal, convecção forçada e micro-ondas em três potências, e a análise visual do resíduo seco a diferentes temperaturas. Os resultados mostraram que a secagem da casca não apresentou diferença significativa em relação à estufa normal, convecção forçada e micro-ondas à mínima potência, sendo diferente em potência média e máxima, e, por esse motivo, a secagem em diferentes temperaturas foi efetuada em estufa normal. A temperatura de 80 °C mostrou-se sendo a melhor para os quesitos textura e cor. O tratamento térmico foi eficiente na eliminação de micro-organismos, conforme análise microbiológica, podendo a casca ser aplicada na elaboração de alimentos com maior valor nutricional agregado.

Palavras-chave: casca de soja, secagem, análise microbiológica, resíduo agroindustrial

 

Abstract: The growing global demand for food has, as a direct consequence, the need to increase agricultural productivity, and thus, increases the generation of agro-industrial residues from the grain processing. These residues are alternative sources for fiber, protein, vitamins, and with proper treatment, can be applied in food. The objective of this study was to evaluate the applicability of soybean hulls in food formulations. To this end, a procedure for preparing the hulls was adopted, which consisted of washing, manual pressing, drying and microbiological analysis of the dry residue. A study of drying process was conducted in three equipments, normal kiln, forced convection kiln and microwave oven, making use of three powers, and visual analysis of the dry residue at different temperatures. The results showed that drying of soybean hulls was not significantly different comparing the normal kiln, forced convection kiln and microwave power at minimum, being different in the medium and maximum power of the microwave, and, for this reason, drying in different temperatures was made in normal kiln. The drying temperature of 80°C was the best for final texture and color. The heat treatment was effective in removing microorganisms, as showed in microbiological analysis, and thus, the soybean hulls can be applied in the preparation of foods with higher nutritional value added.

Key words: soybean hulls, drying, microbiology analysis, agro-industrial residue

 

1 Acadêmica do Curso de Engenharia Química pela UNIOESTE, Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Campus de Toledo. E-mail: adrieli_dal_toe@hotmail.com
2 Engenheira Química, Doutora, Professora do Departamento de Engenheira Química, Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Campus de Toledo. Rua da Faculdade n.645, Caixa Postal 520, Jardim La Salle, CEP 85903-000, TOLEDO – PR. E-mail: mlfiorese@gmail.com, (45) 3379-7078