Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Análises Micotoxicológicas em Rações Comercializadas no Oeste de Santa Catarina

DOI: http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v14n4p373-379

http://rbpaonline.com/

downloadpdf

Meilingui L. Oldoni1, Andréia D. Rosa2 & Mário L. Teixeira3

 

Resumo: Os fungos são capazes de produzir em condições naturais e laboratoriais, metabólitos secundários tóxicos. As micotoxinas são um grupo diverso de substâncias químicas, que podem afetar muitos órgãos e sistemas, principalmente o fígado, rins e sistema nervoso, endócrino e imunitário através da ingestão de alimentos contaminados. O principal grão contaminado por micotoxina é o milho, componente essencial para a fabricação de rações. Micotoxicose é a condição patológica resultante da ingestão de micotoxinas, cuja gravidade depende de algumas variáveis, como a toxicidade da micotoxina, o grau de exposição, entre outros. Os fungos micotoxigênicos estudados nesta pesquisa foram Aspergillus flavus, Aspergillus niger, Aspergillus fumigatus, Penicillium sp. e Fusarium sp. Os objetivos desta pesquisa compreenderam a detecção de micotoxinas e seus agentes produtores em rações comercializadas na região de Concórdia (Santa Catarina). Para a realização das análises, foram coletadas amostras de rações em silos de armazenamento de produtores do Oeste de Santa Catarina em períodos intercalados, durante o período de setembro de 2010 a janeiro de 2011. As análises micológicas e micotoxicológicas foram realizadas de acordo com a metodologia do Instituto Adolfo Lutz. A análise compreendeu 27 amostras em triplicata, tendo resultado positivo para a presença de fungos em 26 das 27 amostras (96,3%). A presença de Fusarium sp. foi de 12 em 27 amostras (44,4%), A. niger (33,3%), A. flavus (22,2%), outras espécies de fungos não identificadas (18,5%), Penicillium sp. e A. fumigatus (7,4% cada). A presença de apenas uma espécie de fungo ocorreu em 59,2% das amostras, enquanto que a presença de 2 espécies de fungos em 25,9% das amostras e em 7,4% das amostras ocorreu a presença de 3 espécies de fungos concomitantemente. A presença de micotoxinas foi detectada em 7,4% das amostras (deoxinivalenol). Com base nos resultados, é imprescindível o controle das condições de armazenamento da ração nos silos, para que possa ser evitada a contaminação deste alimento com fungos produtores de micotoxinas.

Palavras-chave: micotoxinas, fungos micotoxigênicos, micotoxicose

 

Abstract: Fungi are able to produce natural and laboratory conditions, toxic secondary metabolites. Mycotoxins are a diverse group of chemicals that can affect many organs and systems, especially the liver, kidneys and nervous system, endocrine and immune systems by eating contaminated food. The main mycotoxin-contaminated grain is corn, an essential component for the manufacture of feed. Mycotoxicosis is the pathological condition resulting from the ingestion of mycotoxins, whose severity depends on some variables, such as the toxicity of the mycotoxin, the degree of exposure, among others. Mycotoxigenic fungi studied in this research were Aspergillus flavus, Aspergillus niger, Aspergillus fumigatus, Penicillium sp. and Fusarium sp. The objectives of this research comprised the detection of mycotoxins and their agents in marketed feeds in the region of Concordia (Santa Catarina). To perform the analysis, samples were collected in feed storage producers of the west of Santa Catarina in the interim period, during the period September 2010 to January 2011. The mycological and mycotoxicological analysis were performed according to the methodology of the Instituto Adolfo Lutz. The analysis included 27 samples in triplicate, and positive for the presence of fungi in 26 of 27 samples (96.3%). The presence of Fusarium sp. was 12 in 27 samples (44.4%), A. niger (33.3%), A. flavus (22.2%), other unidentified species of fungi (18.5%), Penicillium sp. and A. fumigatus (7.4% each). The presence of only one species of fungus occurred in 59.2% of the samples, while the presence of two species of fungi in samples of 25.9% and 7.4% of the samples was the presence of three species of fungi concomitantly. The presence of mycotoxins was detected in 7.4% of the samples (deoxynivalenol). Based on the results, it is essential to control the storage conditions of feed, so it can be avoided contamination of food with mycotoxin-producing fungi.

Key words: mycotoxins, mycotoxicosis, mycotoxigenic fungi

 

1 Aluna Curso de Medicina Veterinária. Instituto Federal Catarinense – Campus Concórdia – Concórdia, Santa Catarina.
2 Química Industrial de Alimentos. Instituto Federal Catarinense – Campus Concórdia – Concórdia, Santa Catarina.
3 Prof. MsC. Curso de Medicina Veterinária. Instituto Federal Catarinense – Campus Concórdia – Concórdia, Santa Catarina. E-mail: mario.lettieri@ifc-concordia.edu.br