Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Análise das Exportações de Carne Bovina: Estudo de Caso da Unidade de Sinop do Grupo Alpha

DOI: http://dx.doi.org/10.18361/2176-8366/rara.v6n1p16-30

http://www.periodicos.unir.br/index.php/rara/index 

downloadpdf

Marillian V. A. de Faria1 & Lígia M. Heinzmann2

  

Resumo: A extensão territorial, as condições climáticas e os programas voltados para a sanidade animal posicionam o Brasil como um dos maiores produtores de carne bovina (ABIEC, 2011). O Estado de Mato Grosso no ano de 2010 deteve o maior rebanho bovino do país, 28.757.438 milhões de bovino. Esta pesquisa analisa as exportações de carne bovina da unidade de Sinop do Grupo Alpha entre 2005 e 2010. O foco se concentra nas exportações de carne in natura e outras miudezas comestíveis de bovino. A pesquisa foi classificada como um estudo de caso, uma pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa e corte longitudinal. As informações foram coletadas por meio documental e entrevista. A unidade exportadora analisada está entre os vinte e dois frigoríficos exportadores do Estado. Como principais resultados: a unidade exporta para nove países; infere-se que apresenta habilidade em construir e reconfigurar competências internas para atender as exigências do mercado, porém, encontra algumas dificuldades para exportar.

Palavras-Chave: Bovino. Carne in natura. Exportação.

 

Abstract: The territorial extent, conditions climate and programs for animal health position Brazil as a major producer of beef (ABIEC, 2011). The state of Mato Grosso in 2010 had the largest cattle herd in the country, 28,757,438 million cattle. This research analyzes the beef exports of unit Sinop the Alpha Group between 2005 and 2010. The focus is on exports of fresh beef and other edible bovine offal. The research was classified as a case study, a descriptive, approach qualitative and longitudinal section. The information was collected through interviews and documents. The export unit is considered among the twenty-two refrigerators of State. The results main: the unit exports to nine countries, it is inferred that features ability to build and reconfigure internal skills to meet the demands of the market, however, found some difficulties to export.

Key words: Bovine. Fresh beef. Exportation.

 

1 Universidade Federal de Mato Grosso - marillianfaria@gmail.com
2 Universidade Federal de Mato Grosso - ligiamhz@hotmail.com

 

Literatura Citada

ABIEC. Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne. Estatísticas. 2010. Disponível em: <http://www.abiec.com.br/estatisticas.asp>. Acesso em: 23 de out. 2011.

BEHRENDS, F. L. Comércio exterior. 8 ed. São Paulo: IOB Thomson, 2006.

CAINT. Coordenação Geral de Articulação Internacional. 2011. Disponível: <http://www.inmetro.gov.br/barreirastecnicas>. Acesso em: 02 de nov. 2011.

CIBAL HALAL. Central Islâmica de Alimentos Halal. Disponível em: <http://www.cibalhalal.com.br/br/home-mainmenu-1.html>. Acesso em: 29 de out. 2011.

COUTINHO et al. Estudo comparativo das Teorias de Comércio Exterior: de Smith a Porter. In: Revista de Gestão USP. v. 12, nº 4, p.101-103. São Paulo. 2005.

DIB, L. A.; CARNEIRO, J. Avaliação do escopo descritivo e explanatório dos principais modelos de internacionalização de empresas. XXX EnANPAD Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração. Salvador, Bahia. 2006.

FREITAG, A. R.; AMAL, M. Estratégias e determinantes da internacionalização de pequenas e médias empresas (PMEs): abordagem da teoria de redes de relacionamento e empreendedorismo. XXXII EnANPAD Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração. Rio de Janeiro, RJ. 2008.

FORTE, S. H.; SETTE JUNIOR, E. L. Grau de internacionalização de empresas: um estudo no setor de rochas ornamentais e de revestimento no Estado do Ceará. XXIX EnANPAD Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração. Brasília, DF. 2005.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2007.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br>. Acesso em: 02 de jul. 2011.

IMEA. Instituto Mato-grossense de Economia e Agropecuária. Disponível em: <http://www.imea.com.br/>. Acesso em: 10 de mai. 2011.

INDEA. Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso. Disponível em: <http://www.indea.com.br/>. Acesso em: 10 de mai. 2011.

JOHANSON, J.; WIEDERSHEIM-PAUL, F. The internationalization of the firm: four Swedish cases. Journal of Management Studies. October, p. 305-322, 1975.

JOHANSON, J.; VAHLNE, J. E. The internationalization process of the firm: a model of knowledge development and increasing foreign market commitments. Journal of International Business Studies. v. 8, n. 1, p 23-32, 1977.

LEVY et al. O uso de networks no processo de internacionalização: aplicação a pequena e médias empresas. In: Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM. v. 5. n. 1. p. 50-83, jan./jun. 2010.

MACHADO et al. Teoria dos custos de transação: um estudo multi-casos de empresas integradas verticalmente. XI Simpósio de Engenharia de Produção. Bauru, SP. 2004.

MAPA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Intercâmbio comercial do agronegócio: principais mercados de destino / Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. – Brasília: Mapa/ACS. 2011. Disponível em: <http://www.mapa.gov.br>. Acesso em: 10 de out. 2011.

MELSOHN, M. C. M. Processo de internacionalização de pequenas e médias empresas brasileiras. 109. Dissertação (Mestrado) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo. 2006.

MUCELLINI, A. B. Os efeitos da exportação de carne bovina sobre o nível de emprego na indústria frigorífica de Mato Grosso. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Mato Grosso. Faculdade de Economia. Programa de Pós-Graduação em Agronegócios e Desenvolvimento Regional. Cuiabá – MT. 2010.

NATIONAL GEOGRAPHIC. Documentário. São Paulo: Abril 2008.

ROESCH, S. M. A. Projetos de estágio e de pesquisa em Administração: guia para estágios, trabalho de conclusão, dissertações e estudos de caso. 2ed. São Paulo: Atlas, 1999.

ROSA, P. R. Internacionalização da empresa Marcopolo S.A.: um estudo de caso. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Administração, Programa de PósGraduação em Administração. Porto Alegre – RS. 2006.

SABADIN, C. O Comércio internacional da carne bovina brasileira e a indústria frigorífica exportadora. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Agronegócios (Consórcio entre Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Universidade de Brasília e a Universidade Federal de Goiás). Campo Grande – MS. 2006.

SANDIM, M. S.; KAWAHARA, E, S.; HEINZMANN, L. M. Análise das exportações de milho em grão do Estado de Mato Grosso no período de 2001 a 2010. Revista Ciências Sociais em Perspectiva. v. 10, n. 19, Cascavel, PR. 2011.

SILVA FILHO, E. B. A economia dos custos de transação e a abordagem das competências: elementos para uma teoria institucionalista unificada da firma. Porto Alegre, 2006. Dissertação (Mestrado em Economia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Ciências Econômicas, Programa de Pós-Graduação. Porto Alegre – RS. 2006.

SISTEMA ALICEWEB. Disponível em: <http://aliceweb2.mdic.gov.br/>. Acesso em: 05 de jun. de 2011.

SOARES, C. C. Introdução ao comércio exterior: fundamentos teóricos do comércio internacional. Ed. Saraiva. 2004.

TANURE, B.; DUARTE, R. G. Gestão internacional. São Paulo: Ed. Saraiva, 2006.

TARRASS, D. A. Núcleo de Desenvolvimento do Conceito Halal Industrial do Brasil. Central Islâmica Brasileira de Alimentos Halal (CIBAL HALAL). 2010.

WILLIAMSON, O. E. The economics of internal organization: exit and voice in relation to markets and hierarchies. The American Economic Review. v. 66, n. 2, p. 369-377, 1976.

YIN, R. K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. 3ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.