crosscheckdeposited

Análise da Eficiência na Gestão Pública dos Municípios Mineradores da Região Norte do Brasil: Uma Aplicação de Análise Envoltória de Dados (DEA)

DOI: http://dx.doi.org/10.18361/2176-8366/rara.v7n1p1-23

http://www.periodicos.unir.br/index.php/rara/index 

downloadpdf

Sérgio C. Gomes1, Thais A. Chaves2, Keyla R. M. Negrão3 & Eugênia R. Cabral4

  

Resumo: O artigo analisa a eficiência dos municípios mineradores da região Norte do Brasil, em 2010, na aplicação incremental da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), conforme estabelecido na Constituição de 1988, em seu Art. 20, em função do uso econômico dos recursos minerais extraídos do município. Emprega-se a Análise Envoltória de Dados (DEA) para calcular a eficiência relativa de 20 municípios mineradores e 100 não mineradores, escolhidos aleatoriamente, conforme intervalo populacional definido previamente. Indicadores econômicos, educacionais, de saneamento e saúde pública foram utilizados como inputs e outpus. A análise comparativa mostra que a medida da eficiência dos municípios mineradores é superior as obtidas pelos não mineradores, mas os escores relativos ao indicador de saneamento são inferiores aos demais índices, para ambos os grupos de municípios.

Palavras-Chave: Eficiência relativa. CFEM. Mineração. Análise Envoltória de Dados.

 

Abstract: This paper analyzes the efficiency of mining cities of northern Brazil, in 2010, the incremental implementation of the Financial Compensation for Exploration of Mineral Resources (CFEM), as established Constitution in the 1988, in its Art. 20, due to the economic use the extracted mineral resources of the municipality. It is used the Data Envelopment Analysis (DEA) to calculate the relative efficiency of 20 municipalities miners and 55 not miners, randomly chosen as population range previously defined. Economic indicators, education, sanitation and public health were used as inputs and outpus. The comparative analysis shown that the measure of the efficiency of mining cities is higher than that obtained by the non-miners, but the scores for the sanitation indicator are lower than other indices for both groups of municipalities.

Key words: Relative Efficiency. CFEM. Mining. Data Envelopment Analysis.

 

1 Universidade da Amazônia – UNAMA Pará/ Brasil scgomes03@uol.com.br
2 Universidade da Amazônia – UNAMA Pará/ Brasil thais_abrahim@hotmail.com
3 Universidade da Amazônia – UNAMA Pará/ Brasil keilanegrao@yahoo.com.br
4 Universidade da Amazônia – UNAMA Pará/ Brasil eugeniacabral@unama.br

 

Literatura Citada

ALENCASTRO, Luciano Delfini; FOCHEZATTO, Adelar. Eficiência técnica na gestão de recursos em instituições privadas de ensino superior. Revista de Administração da PUC- Rio Grande do Sul, v. 17, n. 2, 2006.

ANGULO MEZA, L;, BIONDI NETO, L.; SOARES DE MELLO, J.C.C.B.; GOMES, E. G. ISYDS– Integrated System for Decision Support (SIAD – Sistema Integrado de Apoio a Decisão): a software package for data envelopment analysis model. Pesquisa Operacional, v.25, n.3, p 493-503. 2005.

BECKER, B. Amazônia: geopolítica na virada do III milênio. Rio de Janeiro: Garamond, 2007.

BRESSER-PEREIRA, Luis C. Instituições, bom estado e reforma da gestão pública. In: BIDERMAN, Ciro; ARVATE, Paulo (Org.). Economia do setor público no Brasil. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. p. 3-15.

BRASIL. Constituição federal de 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/Constituicao.htm: Acesso em 12/Jan. 2014.

CASADO, Frank Leonardo; SOUZA, Adriano Mendonça. Análise envoltória de dados: conceitos, metodologia e estudo da arte na Educação Superior. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul, 2007.

Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Arrecadação CFEM: ano 2010. Disponível em: <https://sistemas.dnpm.gov.br/arrecadacao/extra/Relatorios/arrecadacao_cfem_ano.aspx?ano=2010>. Acesso em: 18/dez. 2013.

Departamento Nacional de Produção Mineral. Sobre a CFEM. Disponível em: <http://www.dnpm.gov.br/conteudo.asp?IDSecao=60>. Acesso em: 28 nov. 2013.

ENRÍQUEZ, M. Amélia R. S. Desafio da governança: a utilização da CFEM pelos municípios mineradores do Brasil. Brasil Mineral (São Paulo), v. 268, p. 98-109, 2007.

ENRÍQUEZ, M. Amélia R. S. Maldição ou Dádiva? Os dilemas do desenvolvimento sustentável a partir de uma base mineira. 2007. Tese de Doutorado em Desenvolvimento Sustentável. Universidade de Brasília, UNB, Brasil, 2007a.

FERREIRA, Carlos Maurício de Carvalho; GOMES, Adriano Provezano. Introdução à análise envoltória de dados: teoria, modelos e aplicações. Viçosa, MG. Ed. UFV, 2009.

FILELLINI, Alfredo. Economia do Setor Público. Atlas, São Paulo, 1994. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo 2010: cidades. Disponível em: <http://cidades.ibge.gov.br/xtras/home.php>. Acesso em: 5 dez. 2013.

Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM). Informações e análises da economia mineral brasileira. 7º Ed. Dezembro, 2012. Disponível em: <http://www.ibram.org.br/sites/1300/1382/00002806.pdf>. Acesso em: 26 ab. 2014.

KASSAI, Silvia. Utilização da Análise por Envoltória de Dados (DEA) na Análise de Demonstrações Contábeis. Dissertação de Doutorado. São Paulo: USP, 2002.

LEITE, Eduardo T. Compensação financeira pela exploração de recursos minerais –CFEM: uma análise de sua contribuição para o desenvolvimento dos principais municípios mineradores de Minas Gerais. Dissertação de Mestrado. Minas Gerais: UFLA, 2009.

LINS, M. P. E.; ANGULO-MEZA, I. Análise Envoltória de Dados e perspectivas de integração no ambiente de apoio à decisão. Rio de Janeiro, Ed. COPPE-UFRJ, 2000.

ONUSIC, Luciana Massaro; CASA NOVA, Silvia Pereira de Castro; ALMEIDA, Fernando Carvalho de. Modelos de previsão de insolvência utilizando a análise por envoltória de dados: aplicação a empresas brasileiras. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 11, n. spe2, 2007 Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141565552007000600005&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 26/01/2011.

ORLOWSKI, R. F.; AREND, S. C. Indicadores de desenvolvimento sócio-econômico na região da

AMOSC – Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina. In: XLIII Congresso da Sober, 2005, Ribeirão Preto, SP. Disponível em: <http://www.sober.org.br/palestra/2/922.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2014.

PAULO SANDRONI. Novíssimo dicionário de economia. 10ª. Ed. São Paulo. Editora Best Seller. 2002, p 198. Programa das Nações Unidas pra o Desenvolvimento (PNUD). Atlas do desenvolvimento humano no Brasil 2013. Disponível em: <http://atlasbrasil.org.br/2013/pt/download/>. Acesso em: 27 jan. 2014.

RODRIGUES, Ana Cristina Miranda; SILVEIRA, Suely de Fátima Ramos. Análise da eficiência socioeconômica dos municípios mineradores da região central de Minas Gerais. XXXIII Encontro da ANPAD. São Paulo, 2009.

SANTANA, Antônio C. et al. Matriz de contabilidade social e crescimento intersetorial da Amazônia. Belém: Agencia de Desenvolvimento da Amazônia (ADA), 2005.

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL (STN). Execução Orçamentária de Estados. 2010. Disponível em: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/documents/10180/327844/pge_exec_orc_estados_1995_2013.xls/91083ff8-d5dd-4460-9403-1a22ea879240. Acesso em: 13/mar. 2014.

Finanças do Brasil. Dados contábeis dos municípios. 2010. Disponível em: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/documents/10180/327844/pge_finbra_2010.zip/4560c066-10a1483c-9067-7f1bb60b4152. Acesso em: 13/mar. 2014.

SOUZA, Nali de Jesus de. Desenvolvimento econômico. São Paulo: Atlas, 2005.

Tesouro Nacional (Ministério da Fazenda). Prefeituras e governos estaduais: finanças do Brasil (FINBRA). Disponível em: <https://www.tesouro.fazenda.gov.br/pt/prefeituras-Governosestaduais/sobre> Acesso em: 10 fev. 2014.

Tesouro Nacional (Ministério da Fazenda). Sistemas de coleta de dados contábeis dos entes da Federação (SISTN). Disponível em: <https://www.tesouro.fazenda.gov.br/pt/responsabilidadefiscal/prefeituras-e-Governos-estaduais/sistema-de-dados-contabeis>. Acesso em: 10 fev. 2014.

VIGNOLI, Francisco Humberto. Legislação e execução orçamentária. In: BIDERMAN, Ciro; ARVATE, Paulo (Org.). Economia do Setor Público no Brasil. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. p. 365-380.