Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Mapa Geotécnico de Potencial Erosivo de Uma Área de Expansão Urbana de Tubarão - SC

DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2358-6508/rec-imed.v1n1p3-10

https://seer.imed.edu.br/index.php/revistaec/index 

downloadpdf

Marcelo Heidemann1

  

Resumo: O município de Tubarão – SC tem sofrido uma considerável expansão de sua mancha urbana. Esta expansão tem-se dado em muitas áreas de encostas, de solo residual e coluvionar. A ocupação destas áreas é problemática, não apenas pelo risco de instabilização e deslizamentos, mas também pela deflagração de processos erosivos nos solos expostos. Neste sentido, o presente trabalho apresenta os resultados de um mapeamento geotécnico com vistas ao potencial erosivo dos solos, realizado em uma área de expansão urbana do município. O mapeamento foi realizado tendo como base o conceito de unidades geotécnicas, a partir do cruzamento de mapas geológicos e pedológicos, pré-existentes. Para estimativa do potencial erosivo dos solos foram realizados ensaios Inderbitzen Modificado e Infiltrabilidade e Perda de Massa por Imersão, propostos pela metodologia MCT, em amostras indeformadas. Os dados obtidos foram inseridos em um banco de dados vinculado a um sistema de informações geotécnicas (SIG). Os resultados mostraram a alta susceptibilidade à erosão em praticamente toda a área de estudo, que já apresenta a ocorrência do processo de forma acelerada em vários pontos. A geração destas informações é importante porque pode contribuir para a gestão do crescimento do município, de forma que esse processo possa se dar de maneira ordenada e tecnicamente adequada, assim como melhorar o entendimento acerca do comportamento geotécnico dos solos estudados.

Palavras-chave: Mapeamento geotécnico, Erosão, Solo residual.

 

Abstract: Tubarão town has been subjected to a considerable expansion of its urban area. This expansion occurs in many areas of slopes, in colluvial and residual soils. The occupation of these areas is problematic, not only for the risk of landslides, but also by the susceptibility of erosion on exposed soils. In this sense, this work presents the results of a geotechnical mapping with a view to the erosion potential of soils, conducted in an area of urban expansion in this town. Mapping was conducted based on the concept of geotechnical units, from the intersection of geological and pedological maps. Modified Inderbitzen, infiltrability and loss of mass under immersion tests were carried out in undisturbed soil specimens to estimate the erosion potential of soils. These data were entered into a database linked to a geotechnical information system (GIS). The results showed a high susceptibility to erosion in almost whole area of study, confirmed by evidences of erosion in various points of the area. Generating this information is important because it can contribute to the management of city’s growth, so that this process can take place in an orderly and technically adequate way, as well as improve the understanding of geotechnical behavior of studied soils.

Key words: Geotechnical mapping, Erosion, Residual soil.

 

1 Mestre em engenharia civil (geotecnia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011). Professor assistente na Universidade Federal de Santa Catarina; Doutorando em engenharia civil (geotecnia) –  Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Trabalha atualmente no Centro de Engenharia de Mobilidade, Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Joinville. Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Geotecnia, atuando principalmente nos seguintes temas: estabilidade  de encostas e taludes e comportamento de solos tropicais. E-mail: <marcelo.heidemann@gmail.com>;.

 

Literatura Citada

Davison-Dias, R. (1995). Proposta de metodologia de definição de carta geotécnica básica em regiões tropicais e subtropicais. Revista do Instituto Geológico, São Paulo, 51-55.

Freire, E. P. (2001). Ensaio Inderbitzen Modificado: um Novo Modelo para Avaliação do Grau de Erodibilidade do Solo. In VII Simpósio Nacional de Controle de Erosão. Goiânia, GO, Meio Digital.

Nogami, J. S., Villibor, D. F. (1979). Soil Characterization of Mapping Units for Highway Purposes in Tropical Areas. Bulletin of the International Association of Engineering Geology, Krefeld, 19, 196-199.

Pejon, O. L. (1992). Mapeamento Geotécnico de Piracicaba. 1:100.000: Estudo de Aspectos Metodológicos de Caracterização e de Apresentação dos Atributos (Doctoral dissetation). EESC/USP, São Carlos.

Salomão, F.X.T., Iwasa, O.Y. (1995). Erosão e Ocupação Rural e Urbana. In Curso De Geologia Aplicada Ao Meio Ambiente. ABGE/IPT – DIGEO, 1995, 31-57.