Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Geração de Resíduos no Processamento de Ágatas

DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2358-6508/rec-imed.v2n1p11-16

https://seer.imed.edu.br/index.php/revistaec/index 

downloadpdf

Rodrigo de A. Silva1 & Ivo A. H. Schneider2

  

Resumo: O Brasil é um dos principais produtores de gemas de cor, e o Rio Grande do Sul o estado com maior produção de ágatas ametistas e citrinos. Este setor é preponderante na economia das regiões do Alto Uruguai e Planalto Médio, mas apresenta dificuldades tecnológicas, onde destacam-se o grande volume de gemas exportadas em estado bruto com baixo valor agregado e equipamentos com baixa eficiência. Um outro problema detectado é o grande volume de resíduos gerados sem tratamento e destinação adequada. O objetivo do presente trabalho é realizar um diagnóstico do beneficiamento das gemas, identificar os tipos de resíduos gerados e a importância da aplicação da gestão ambiental para este setor industrial. Pode-se concluir que, de forma geral, o setor apresenta um descaso com o meio ambiente onde poucas empresas tratam seus resíduos ainda com a visão de “fim de tubo”.

Palavras-chave: Ágata rolada, resíduo de sílica, beneficiamento de gemas.

 

1 Escola de Engenharia Civil, Faculdade Meridional, IMED, Passo Fundo, Brasil. E-mail: <almeida.silva@ufrgs.br>;.
2 Universidade Federal do Rio Grande do Sul - PPGEM E-mail: <ivo.andre@.ufrgs.br>.

 

Literatura Citada

Barros, A.L., Pizzolato, T.M., Carissimi, E., Schneider, I.A.H. (2006). Decolorizing dye wastewater from the agate industry with Fenton oxidation process. Minerals Engineering, 19. 87–90.

Carissimi, E., Pizzolato, T.M., Machado, M.E., Schneider, I.A., Colour removal with NaClO of dye wastewater from in agate-prossessing plan in Rio Grande do Sul. Journal Mineral Processing, 65, p. 203-211, 2002.

Carissimi, E. (2001). Tratamento de Efluentes do Tingimento de Ágatas por Oxidação Química. 41f. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) – Faculdade de Engenharia e Arquitetura, Departamento de Engenharia Civil da UPF, Passo Fundo.

Daneshvar, N., Salary, D., Khatagee, A. R. (2004). Photocatalytic degradation of azo dye acid red 14 in wateron ZnO as an alternative catalyst to TiO2. Photochemistry end Fhotobiology A: Chemistry. 162. p. 317-322.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE PRODUÇÃO MINERAL (DNPM) (1998). Ágatas do Rio Grande do Sul. Série Difusão Tecnológica, Brasília.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE PRODUÇÃO MINERAL (DNPM) (1974). Perfil Analítico da ágata. Rio de Janeiro, Boletim nº29.

FINEP (2004). Setor de gemas e jóias do Rio Grande do Sul recebe R$ 1 milhão. Disponível em: http://www.finep.gov.br/imprensa/noticia.asp?cod_no ticia=322

INSTITUTO METAS (2002). Aglomerados: Região de Soledade – Rio Grande do Sul Gemas. Arranjos Produtivos. Setembro.

SINDIPEDRAS/RS. - Sindicato das Indústrias de Joalheria, Mineração Lapidação, Beneficiamento e Transformação de Pedras Preciosas do Rio Grande do Sul. (2007, 2:41 pm). E-mail sindipe dras@sindipedras.com.br, Sent: Tuesday, May 29. Tramontina. L., Casagrande, L., Schneider, I. A.

(1997). Caracterização e Aproveitamento do Resíduo da Serragem de Pedras Semi-Preciosas do RS. In: Congresso Internacional de Tecnologia Metaúrgica e de Materiais - ABM, 1997, São Paulo. Anais do 2º Congresso Internacional de Tecnologia Metaúrgica e de Materiais - ABM.