Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Conto “Ayoluwa, a Alegria do Nosso Povo” enquanto Representação de Uma Poética Negra1

DOI: http://dx.doi.org/10.18304/1984-6614/scripta.alumni.n2p86-94

http://www.uniandrade.br/revista-scripta-alumni.php 

downloadpdf

Tássia do Nascimento2

  

Resumo: A literatura negra se refere a um conjunto de demandas históricoculturais que procura estabelecer releituras e desmantelar o pensamento racista brasileiro. Este trabalho tece considerações sobre esta contracorrente literária, por meio da análise do conto “Ayoluwa, a alegria do nosso povo”, de Conceição Evaristo. Considerase inicialmente sua expressão enquanto literatura que busca questionar um discurso estereotipado, fazendo uso da palavra ganhadora de novas significações. Para tanto, será observado o processo de afirmação da identidade negra, com base no conceito de negritude na literatura e explicitar-se-á a sua manifestação que marca o surgimento de um eu enunciador que se quer negro.

Palavras-chave: Literatura negra. Identidade. Emancipação.

 

Resumen: La literatura negra se refiere a un conjunto de demandas históricoculturales que busca establecer lecturas y deconstruir el pensamiento racista brasileño. En este trabajo pretendo apuntar consideraciones acerca de esta contra-corriente literaria a partir del análisis del cuento “Ayoluwa, a alegria do nosso povo”, de autoría de Conceição Evaristo. Verificaremos su expresión como literatura que cuestiona un discurso estereotipado utilizando la palabra ganadora de nuevas significaciones. Para eso, observaremos el proceso de afirmación de la identidad negra, considerando el concepto de negritud dentro de la literatura y expresaremos su manifestación que marca el surgimiento de un nuevo sujeto de la enunciación que se quiere negro.

Palabras-clave: Literatura negra. Identidad. Emancipación.

 

1 Trabalho orientado pela professora Dra. Mail Marques de Azevedo
2 Mestranda em Estudos Literários na Universidade Estadual de Londrina - tassi_nascimento@hotmail.com

 

Literatura Citada

BERND, Zilá. Introdução à literatura negra. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1988.

CORTÁZAR, Julio. Alguns aspectos do conto. In. Valise de Cronópio. Trad. de Davi Arrigucci Junior. São Paulo: Perspectiva, 1974.

EVARISTO, Conceição. Ayoluwa, a alegria do nosso povo. IN. Cadernos Negros 28. São Paulo: Quilombhoje: Ed. dos Autores, 2005.

GOTLIB, Nádia Battella. Teoria do conto. São Paulo: Ed. Ática, 1985.

GUIDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. São Paulo: Unesp, 1991.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2006.

HALL, Stuart. Identidade e diferença. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2000.

HERNANDEZ, Leila Leite. A África na sala de aula: visita à história contemporânea. São Paulo: Selo Negro Edições, 2005.

LEPINE, Claude. África Ocidental: Os povos do Golfo do Benin. IN. Caderno Uniafro vol. 3. Londrina, 2007.

MUNANGA, Kabengele. Rediscutindo a mestiçagem no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2004.

MUNANGA, Kabengele. Negritude: usos e sentidos. São Paulo: Ed. Ática, 1986.