Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avaliação do Efeito da Paralisação da Aeração no Tratamento Biológico Aeróbio da Água Residuária da Indústria de Farinha de Mandioca

DOI: http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v14n3p211-217

http://rbpaonline.com/

downloadpdf

Gisele F. Bueno1 & Vanildo L. Del Bianchi2

 

Resumo: A manipueira, gerada durante o processamento de mandioca, é um resíduo poluente e tóxico. Este estudo comparou a eficiência do tratamento da manipueira em três reatores aeróbios em batelada com tempo de corrida de 24 horas, e com paralisação de aeração de 12h com DQO de 2.500, 6.000 e 10.000 mg.L-1. Nos reatores foram analisados a DQO, pH, IVL e A/M. Os resultados mostraram que o reator com paralisação de aeração por 12 horas, com DQO de 2.500, apresentou a maior redução em um processo com uma redução considerável no consumo de energia em comparação aos sistemas tradicionais contínuos.

Palavras-chave: lodo ativado, manipueira, paralisação da aeração, redução de DQO

 

Abstract: The cassava wastewater, generated during the cassava processing, is a pollutant and toxic waste. This study compared the efficiency of the cassava wastewater treatment in three batch aerobic systems with a ru1nning time of 24 hours, and aeration stoppage of 12h with 2,500, 6,000 and 10,000 mg COD L-1. The systems were evaluated for COD, pH, SVI and F/M. The results showed that the reactor with aeration stoppage for 12 hours, with 2,500 mg COD L-1, presented the best reduction in a process with considerable energy consumption saving compared to traditional continuous systems.

Key words: activated sludge, cassava wastewater, aeration stoppage, COD removal

 

1 Doutoranda em Engenharia e Ciência de Alimentos, Depto. de Engenharia e Tecnologia de Alimentos, Universidade Estadual Paulista; São José do Rio Preto, SP CEP: 15054-000.Tel:(17)3221-2200 ramal 2713. E-mail: gisele.f.b@gmail.com
2 Professor Doutor, Departamento de Engenharia e Tecnologia de Alimentos, Universidade Estadual Paulista; São José do Rio Preto, SP CEP: 15054-000. Tel: (17) 3221-2200 ramal 2258. E-mail: vanildo@ibilce.unesp.br

 

Literatura Citada

Alanis, J.C. Remoção de material carbonáceo e nitrificação em reator “Air-lift” de tubos concêntricos pressurizado utilizando lodo ativado. Campinas: UNICAMP/FEA, 2004. 193p. (Tese de Doutorado).

Alberte, T.M. Estudo do tratamento de águas residuárias por lodo ativado em reator “Air-Lift” de tubos concêntricos. Campinas: UNICAMP/FEA, 2003. 272p. (Tese de Doutorado).

Almeida, C. B. Tratamento aeróbio, anaeróbio e misto de manipueira em reatores sob diferentes características. São José do Rio Preto: UNESP/Engenharia e Ciências de Alimentos, 2005. 91p. (Dissertação de Mestrado).

Apha, Standard methods for the examination of water and wastewater. 19.ed., Washington D.C.: American Public Health Association, 1995. 953 p.

Banzatto, D.A.; Kronka, S. N. Experimentação Agrícola. 3. ed. Jaboticabal: FUNEP, 2006. 247 p.

Barana, A.C.; Avaliação de Tratamento de Manipueira em Biodigestores Fase Acidogênica e Metanogênica, Botucatu: UNESP/Faculdade de Ciências Agronômicas. 2000. 95p. (Tese de Doutorado).

Campos, S.C.B. Digestão anaeróbia da vinhaça sob condições operacionais de elevada acidez e baixa alcalinidade. Botucatu: UNESP/ Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista. 1987.111p. (Dissertação de Mestrado).

Cereda, M.P. Manejo, uso e tratamento de subprodutos da industrialização da mandioca. São Paulo, (Série Culturas de Tuberosas Amiláceas Latino Americanas – Fundação Cargill), 2000, 320p.

Cordeiro, G.Q. Tratamento de Manipueira em Reator Anaeróbio Compartimentado. São José do Rio Preto: UNESP/ Engenharia e Ciências dos Alimentos. 2006. 88p. (Dissertação de Mestrado).

Del Bianchi, V.L. Balanço de massa e de energia do processamento de farinha de mandioca em uma empresa de médio porte do Estado de São Paulo. Botucatu: UNESP/Faculdade de Ciências Agronômicas. 1998. 118p. (Tese de Doutorado).

Del Bianchi, V.L.; CEREDA, M.P. Balanço de massa de uma fábrica de mandioca de médio porte do Estado de São Paulo. Energia na Agricultura, v. 14, p. 34-48, 1999.

Embrapa. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. (http://www.embrapa.br). 24 de agosto de 2011.

Feiden, A. Tratamento de águas residuárias de indústria de fécula de mandioca através de biodigestor anaeróbio com separação de fases em escala piloto. Botucatu: UNESP/Faculdade de Ciências Agronômicas. 2001. 120p. (Tese de Doutorado).

IBGE - Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias-GCEA/IBGE,DPE, COAGRO - Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. (http://www.ibge.gov.br/home). 24 de agosto de 2011.

Lamine, M.; Ghrabi, L.B. Biological treatment of grey water using sequencing batch reactor. Desalination, v. 215, p. 127-132, 2007.

Padovan, R.N. Tratamento biológico de resíduo da indústria alimentícia. São José do Rio Preto: UNESP/Química Ambiental. 2007. 31p. (Monografia).

Ponezi, A.N.; Duarte, M.C.T; Filho, B.C.; Figueiredo, R.F. Análise da biodegradação dos componentes do óleo cítrico por CG/EM e análise da população microbiana de um reator de lodo ativado no tratamento de água residuária de uma indústria cítrica. Engenharia Sanitária Ambiental, v.10, p. 278-284, 2005.

Ramalho, R.S. Introduction to wastewater treatment processes. 2 ed., New York: Academic Press, 1983, 580p.

Silva, G.H.R.; Nour, E.A. Reator compartimentado anaeróbio/aeróbio: Sistemas de baixo custo para tratamento de esgotos de pequenas comunidades. Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 9, p.268-275, 2005.

Tizghadam, M.; Dagot, C.; Baudu, M. Wastewater treatment in a hibrid activated sludge baffled reactor. Journal of Hazardous Materials, v. 154, p. 550-557, 2008.

Tsang, Y.F.; Sin, S.N.; Chua, H. Nocardia foaming control in activated sludge process treating domestic wastewater. Bioresource Technology, v. 99, p. 3381-3388, 2008.

Umsza Guez, M. A Tratamento aeróbio da manipueira por lodo ativado em batelada e batelada alimentada. São José do Rio Preto; UNESP/Engenharia e Ciência de Alimentos). 2004. 99p. (Dissertação de Mestrado).

Zupancic, G.D.; Ros, M. Aerobic and two-stage anaerobic-aerobic sludge digestion with pure oxygen and air aeration. Bioresource Technology, v. 99, p.100-109, 2008.