Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avaliação do Isolamento Térmico de Três Diferentes Materiais Usados na Construção e Preenchimento de Paredes Externas

DOI: http://dx.doi.org/10.12953/2177-6830.v01n01a04

http://www.ufpel.tche.br/revistas/index.php/cienciadamadeira/index 

downloadpdf

Marcio C. Navroski1, Diogo B. Lippert1, Lucas Camargo2, Mariane de O. Pereira2 & Clóvis R. Haselein3

 

Resumo: Verões cada vez mais quentes trazem grandes problemas térmicos no interior de residências e estabelecimentos comerciais, acarretando o aumento da demanda de instalação de condicionadores de ar e o conseqüente elevado consumo de energia. Construções utilizando isolantes térmicos em suas paredes externas podem diminuir esse gasto de energia ou até mesmo suprir a utilização desses equipamentos. Devido a esses fatores o presente trabalho teve como objetivo avaliar o isolamento térmico em três caixas construídas com diferentes materiais, sendo uma constituída de tábuas de madeira com paredes simples, e duas construídas com compensado, paredes duplas e o interior das paredes preenchido com casca de arroz e Isopor®. As caixas após construídas foram colocadas em estufa a 40°C.e, em seguida, anotou-se a temperatura do interior das mesmas a cada intervalo de cinco minutos utilizando-se termômetro digital. A caixa com interior de Isopor® apresentou a menor variação entre as três avaliadas, seguida pela caixa de casca de arroz. Esses dois materiais também apresentaram bom isolamento térmico inicial, ao contrário da caixa construída somente com madeira, que apresentou um grande aquecimento interior depois de colocada em estufa.

Palavras-chave: isolantes térmicos, Isopor®, casca de arroz, madeira, compensado

 

Abstract: Summers increasingly hot are bringing large thermal problems within homes and businesses, leading to increased demand for installation of air conditioners and the consequent high energy consumption. Constructions with thermal insulation on its external walls that could reduce energy use or even supply the use of such equipment. Due to these factors the present study was to evaluate the insulation in three boxes built with different materials, one made of wooden boards with plain walls, and two built with plywood, wall insulation and interior walls filled with rice husk and Styrofoam®. The boxes were built after placed in drying oven at 40 °C, then noted the temperature inside the same interval every five minutes using a digital thermometer. The box with inner Styrofoam® showed the lowest variation among the three evaluated, followed by the box of rice husk. These two materials also showed good thermal initial, unlike the box built only with wood, which showed a large interior heating, lay in a drying oven.

Key words: thermal insulation, Styrofoam®, rice husk, wood, plywood

 

1 Engenheiro Florestal, Mestrando em Engenharia Florestal, Bolsista CAPES, Universidade Federal de Santa Maria. Av. Roraima, 1000, CEP 97105-900, Santa Maria (RS). E-mail: navroskiflorestal@yahoo.com.br; diogo_b_lippert@hotmail.com
2 Acadêmico do Curso de Engenharia Florestal. Universidade Federal de Santa Maria. Av. Roraima, 1000, CEP 97105-900, Santa Maria (RS). E-mail: lucasdaflorestal@yahoo.com.br; maripereira.florestal@gmail.com
3 Engenheiro Florestal, Dr., Prof. Associado do Departamento de Ciências Florestais, Universidade Federal de Santa Maria. Av. Roraima, 1000, CEP 97105-900, Santa Maria (RS). E-mail: haseleic@ccr.ufsm.br

 

Literatura Citada

FENILLI, R. J. Sistemas termoisolantes: tipos, finalidades e aplicação. Revista Climatização e Refrigeração. Editora Nova Técnica, ISSN 1678-6866, Jun 2008, São Paulo, SP, 2008.

FONSECA, M. R. G. Isolantes térmicos fabricados a partir de cinza de casca de arroz: Obtenção, caracterização de propriedades e sua relação com a microestrutura. 1999, 84f. (Tese de Doutorado) Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 1999.

FREITAS, V. P. Isolamento térmico de fachadas pelo exterior. Relatório – HT 191A/02. Maxit Group. Porto – Portugal. 64 pg, 2002. Disponível em <http://www.maxit.pt/media/12/tecdocs/revestimentos/HT_191A_02.pdf1.pdf> acesso em 01 de dez. 2009.

GOIVINDARAO, V. M. H. Utilization of Rice Husk – A Preliminary Analysis. Journal of Scientific and Industrial Research. v. 39, p. 495-515, 1980.

GRÁCIO, J. J. A. Sub-projecto de Revestimentos. 1º Relatório de progresso. Universidade de Aveiro. 137 pg, 2006. Disponível em <http://www.aveirodomus.pt/resources/xFiles/scContentDeployer/docs/Doc208.pdf> acesso em 01 de dez. 2009.

SANTOS, R. D. Estudo Térmico e de Materiais de um compósito a base de gesso e EPS para a construção de casas populares. 2008, 92f. (Dissertação de Mestrado), PPGEM Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal-RN. 2008.

SIAS, D. B. Condutores e isolantes. Coletânea de Objetos Educacionais – Projeto Cesta/CINTED/UFRGS, 2006. Disponível em <http://penta3.ufrgs.br/CESTA/fisica/calor/condutoreseisolantes.html > acesso em 29 de nov. 2009

SILVEIRA, J. L., GROTE, Z. C. V. Análise Termodinâmica de um Processo de Reciclagem de Poliestireno Expandido (ISOPOR): Um Estudo de Caso. Revista Digital UNESP FEG. Guaratinguetá, SP: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, v.1, n.1, p.1 – 7, 2001.

SILVEIRA. J. L; GROTE, Z. V.; TRAVASSOS; S. E. P., 1998, "Análise comparativa entre materiais empregados na construção de uma câmara frigorífica: Styroblock e Alvenaria de tijolos maciços": Transferência de Calor. In: LATCYM - Congresso Latinoamericano De Transferencia De Calor Y Materia, Salta – Argentina. Anais do 7º LATCYM. Salta: INIQUI – Instituto de Investigaciones para la Industria Química, 1998. p.476-480.

TECHNICAL INFORMATION, 1992. "Properties – General”. Ludwigshafen, Alemanha: Catálogo Técnico da Basf, no 22246. 1992.

USDA. UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE. Wood Handbook: wood as an engineering material. Washington : U. S. Government Printing Office, 1987. 466 p.

ZUCCO, L.L; BERALDO, A.L. Efeito da adição de cinza da casca de arroz em misturas cimento-casca de arroz. Engenharia Agrícola. Jaboticabal, v.28, n.2, p.217-226, 2008.