Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Formação de Professores de Educação Física na EAD: Inserção na Cultura Escolar Através do Estágio Supervisionado

DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v21n1p51-65

http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/index 

downloadpdf

André M. Quaranta1 & Giovani de L. Pires2

 

Resumo: A formação de professores de Educação Física vem atravessando grandes mudanças nos últimos anos. O advento das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica (Resolução CNE/CP 01-2002) e para os cursos de Graduação em Educação Física (Resolução CNE/CES 07-2004) provocou um amplo movimento de debate curricular na área. A expansão dos cursos de licenciatura na modalidade a distancia (EAD) traz novos elementos para o cenário acadêmico em geral e, de forma mais específica, à Educação Física, área onde a sua presença, embora ainda discreta, já se faz presente. O presente estudo, realizado através de pesquisa de múltiplos casos, teve como objetivo refletir sobre as experiências docentes de quatro acadêmicos de um curso de licenciatura em Educação Física - modalidade EAD - por meio do estágio supervisionado, cujo critério de inclusão foi a ausência de experiências docentes no âmbito da Educação Física. Constituem o corpus de análise: os subsídios teórico-metodológicos propostos pelo curso (PPP) e pela disciplina estágio supervisionado I (educação infantil); a elaboração e avaliação dos planejamentos de ensino no estágio; os planos de aula e os respectivos relatórios de estágio. Também foram realizadas entrevistas do tipo semi-estruturada com os sujeitos-caso, além do coordenador e do tutor presencial do polo, estes últimos apenas para compreender o funcionamento do polo e do apoio pedagógico prestado. A discussão dos dados foi organizada a partir de elementos teórico-metodológicos sugeridos pela técnica de análise de conteúdo, com variações a partir da análise temática. Como considerações finais, destacamos a importância do estágio como experiência fundamental na formação inicial de professores, sobretudo na modalidade de educação a distância.

Palavras-chave: Formação de Professores a Distância; Formação de Professores de Educação Física; Estágio Supervisionado; Cultura Escolar.

 

Abstract: Teacher training is undergoing major changes in recent years. The advent of the National Curriculum Guide for the Teacher of Basic Education (CNE/CP 01-2002) and for the undergraduate courses in elementary Physical Education (CNE/CES 07-2004) led a broad curricular debate in the field. The expansion of the Distance Teacher Education brings new elements to the general academic setting, more specifically, to the discreet Physical Education presence. This multiple case study had as objective to reflect on teaching experiences of four academics from a degree course in Physical Education - Distance Education mode - through supervised training, in which the inclusion criterion was the lack of teaching experience. The analysis is consisted of: the theoretical and methodological subsidies proposed by the course (PPP) and by the discipline supervised training I (early childhood education), the development and evaluation of educational planning in the training; lesson plans and their internship reports. Semistructured interviews with subject-case were also conducted, besides the coordinator and tutor polo attendance, the latter only to cope with the polo operation and pedagogical support provided. The data discussion was organized from theoretical and methodological elements suggested by the technique of content analysis, with variations from the thematic analysis. As further considerations, we emphasize the importance of the internship experience as crucial in initial teacher training, especially in the form of distance education.

Key words: Distance Teacher Education; Physical Education Teacher Training; Supervised Intership; School Culture.

 

1 Secretaria do Estado da Educação de Sergipe
2 Universidade Federal de Santa Catarina

 

Literatura Citada

CONAE (Congresso Nacional de Educação). Documento final [documento da internet]. 2010; Disponível em http://conae.mec.gov.br. [2012 fev 02].

Quaranta AM. Formação de professores de Educação Física na modalidade de educação a distância: experiências docentes no estágio supervisionado. Dissertação (Mestrado em Educação Física). Florianópolis (SC): PPGEF/UFSC; 2011.

Julia D. A cultura escolar como objeto histórico. Rev Bras de Hist da Educação. 2001; 1: 9-44.

Chervel A. Historia e las disciplinas escolares: reflexiones sobre um campo de investigación. Rev de Educación. 1991; 295: 59-111.

Forquin JC. Saberes escolares, imperativos didáticos e dinâmicas sociais. Rev Teoria & Educação. 1992; 5: 28-49.

Pérez Gómes AI. A cultura escolar na sociedade neoliberal. Porto Alegre (RS): Artmed; 2001.

Viñao Frago A. Sistemas educativos, culturas escolares e reformas. Lisboa (PT): Edições Pedago; 2007.

Geertz C. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro (RJ): Guanabara; 1989.

Pérez Gómes AI. O pensamento prático do professor: a formação do professor como profissional reflexivo. In: Nóvoa A, coordenador. Os professores e sua formação. 2. ed. Lisboa: D. Quixote; 1995. p. 93-114.

Zeichner K. Novos Caminhos para o practicum: uma perspectiva para os anos 90. In: Nóvoa A, coordenador. Os professores e sua formação. 2. ed. Lisboa: D. Quixote; 1995. p. 115-138.

Pires GDL. Estágio supervisionado em Educação Física escolar: relatos e apontamentos como demandas à formação profissional. In: Nascimento JV; Farias G, organizadores. Construção da identidade profissional em Educação Física: da formação à intervenção. Florianópolis (SC): Ed. da UDESC, 2012, p. 203-234. (Temas em Movimento, v.2).

Hora DM, Gonçalves RR, Costa W. A construção de uma proposta para o estágio supervisionado na modalidade a distância. Eccos Rev Científica. 2008; 10: 125-142. https://doi.org/10.5585/eccos.v10i1.943

Merriam S. Case study research in education: a qualitative approach. San Francisco (CA): Jossey-Bass; 1988.

Minayo MC. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 9. ed. São Paulo (SP): Hucitec; 2006.

Bardin L. Análise de conteúdo. 2. ed. Lisboa (PT): Edições 70, 2009.

Brasil MEC/SEF. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental: Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília (DF), 1998.

Morin E. Sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo (SP): Cortez, 2000.

Perrenoud P. Construir as competências desde a escola. Porto Alegre (RS): Artes Médicas, 1999.

Salvador CC. Os Conteúdos na Reforma: ensino e aprendizagem de conceitos, procedimentos e atitudes. Porto Alegre (RS): Artes Médicas, 1998.

Darido SC. Educação física escolar: o conteúdo e suas dimensões. In: Darido SC, Maitino EM, organizadores. Pedagogia cidadã: cadernos de formação: Educação Física. São Paulo (SP): Unesp; 2004. p. 59-70.

Gentili P, organizador. Pedagogia da exclusão: críticas ao neoliberalismo em educação. Petrópolis: Vozes; 1995.

Larrosa Bondía J. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Rev Bras de Educação. 2002; 19: 20-28. https://doi.org/10.1590/S1413-24782002000100003

Silva APS. Práticas corporais, experiência e realidade virtual: notas introdutórias. Rev Motrivivência. 2010; 34: 170-185. https://doi.org/10.5007/2175-8042.2010n34p170

Gatti BA, Barreto ESS. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília (DF): UNESCO; 2009.

Albuquerque A. A supervisão pedagógica em Educação Física: a perspectiva do orientador de estágio. Lisboa (PT): Livros horizonte; 2005.

Freire P. Pedagogia do oprimido. 46. ed. Rio de Janeiro (RJ): Paz e terra; 2007.

Brasil. Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Lei nº 9.394; 1996.