Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Análise dos Gols em Jogos de Futsal Feminino de Alto Rendimento

DOI: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v21n4p157-165

http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/index 

downloadpdf

Wilton C. Santana1, Bruno A. Laudari1, Loani L. Istchuk1 & Felipe M. Arruda1

 

Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar gols em jogos de futsal feminino de alto rendimento. Para tanto, foram selecionados quatro indicadores de observação: (1) a origem do gol, isto é, o tipo de ataque; (2) a distância em que a bola estava da meta (curta, média, longa e distante); (3) a localização na quadra (centro, ala direita, ala esquerda) e (4) o período em que foi convertido (1o, 2o 3o ou 4o). Tratou-se de um estudo descritivo observacional de delineamento transversal. A amostra constou de 90 (6 ± 2,95 por jogo) tentos registrados em 15 jogos da fase final da XVIII Taça Brasil de Clubes. Os principais resultados mostraram que a maior parte dos gols se originou de ataque posicional, seguida de contra-ataque e de bola parada, sendo expressivamente menor os tentos convertidos de outras situações, como, por exemplo, a que se utiliza da goleiro-linha. Constatou-se que a maioria dos gols foi convertida pelo centro da quadra; que houve mais gols de distância curta seguidos dos de média distância e que a maior parte dos gols foi concentrada no final de cada tempo de jogo, respectivamente, no 2o e no 4º períodos. Concluiu-se que os técnicos da modalidade precisam, por um lado, dedicar especial atenção à fase defensiva, pois esta se mostrou deficiente, sobretudo, contra o ataque posicional, exatamente quando as jogadoras, por defenderem em igualdade numérica, deveriam, em teoria, ter facilitadas as ações defensivas. Por outro lado, as ações ofensivas que têm a atuação da goleira-linha precisam ser aprimoradas.

Palavras-chave: Análise; Jogo; Competição; Esporte.

 

Abstract: The purpose of the study was to analyze female futsal goals during official matches. We selected four observational indicators: (1) goal origin, i.e., attacking type; (2) ball distance from the goal (short, medium, long and very long); (3) court location (center, right and left wing) and (4) goal period (1st, 2nd, 3rd, 4th). The study was observational descriptive of a transversal design. We analyzed 90 goals (6 ± 2.95 goals per match) during 15 matches of the Finals of the XVIII Taça Brasil de Clubes Championship. Results showed that the great part of the goals came from positional attack, followed by counter-attack and from restarting plays (i.e., corner kick, free kick, etc). An expressive lower number of goals came from other situations, such as, attacking with the goalkeeper. The results also showed that the great part of the goals was performed from the center of the court, in a short distance, followed by a medium distance from the goal, and in the end of each period, i.e., in the 2nd and 4th period of the match, respectively. Our findings allowed concluding that female futsal coaches should pay attention to the defensive actions, which were deficient, especially against positional attack that, in theory, facilitates the defensive actions. On the other hand, attacking plays with the action of the goalkeeper should be improved.

Key words: Analysis; Game; Competition; Sport.

 

1 Universidade Estadual de Londrina

 

Literatura Citada

Santana WC, Reis HHB. Futsal feminino: perfil e implicações pedagógicas. R. bras. Ci. e Mov 2003; 11(4): 45-50.

Tavares F. Analisar o jogo nos esportes coletivos para melhorar a performance. Uma necessidade para o processo de treino. In: Rose Junior, D. Modalidades esportivas coletivas. Rio de Janeiro (RJ): Guanabara Koogan; 2006. p. 60-67.

Garganta J. A análise da performance nos jogos desportivos: revisão acerca da análise de jogo. Revista Portuguesa de Ciência do Desporto 2001; 1(1): 57-64. https://doi.org/10.5628/rpcd.01.01.57

Santana WC, Vacario EA. Análise de faltas com barreira no futsal feminino de alto rendimento. Revista Pensar a Prática 2012;15(3): 669-678.

Istchuk LL; Santana WC. Futsal feminino de alto rendimento: comportamento tático-técnico da transição defensiva. Revista Brasileira de Futsal e Futebol 2012; 4(14):288-293.

Marchi RV, Silva CEO, Scramin LRR, Teixeira AA, Chiminazzo JGC. Incidência de gols resultantes contraataques de equipes de futsal. Revista Conexões 2010; 8(3): 16-22.

Duarte R. Análise da utilização da posse de bola durante o processo ofensivo no futsal. Revista Motricidade 2008; 4(2): 77-83.

Santana WC, Garcia OB. A incidência do contra-ataque em jogos de futsal de alto rendimento. Revista Pensar a Prática 2007; 10(1):153-162. https://doi.org/10.5216/rpp.v10i1.142

maral R, Garganta J. A modelação do jogo em futsal. Análise sequencial do 1x1 no processo ofensivo. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto 2005; 5(3): 298- 310.

Fukuda JPS, Santana WC. Análise dos gols em jogos da Liga Futsal 2011. Revista Brasileira de Futsal e Futebol 2012;4(11):62-66.

Santos MAB, Navarro AC. Análise dos gols da copa do mundo de futsal da Fifa 2008. Revista Brasileira de Futsal e Futebol, 2010 ;2(4): 33-37.

Santos FF. O índice de aproveitamento dos contraataques é superior aos das jogadas ofensivas de posse de bola. Revista Brasileira de Futsal e Futebol 2011;3(7):37-44.

Silva M, Costa F, Souza P, Greco P. Ações ofensivas no futsal: uma comparação entre as situações de jogo organizado, de contra-ataque e de bola parada. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, ano 4, n. 2, p. 199. 2004.

Gaya A. Desenhos metodológicos V: delineamentos do tipo ex post facto. In: GAYA, A. Ciências do movimento humano: introdução à metodologia da pesquisa. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 151-172.

Moura FA. et al. Quantitative analysis of futsal player’s organization on the court. Portuguese Journal of Sport Sciences 2011;11(2):105-108.

Jacheta VV. Análise das sequências ofensivas iniciadas por bola parada da seleção brasileira na Liga Mundial de Futsal de 2008. [Trabalho de Conclusão de Curso]. Campinas, SP: Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas; 2009.

Silva RAM, Calado Filho CM. Formación de entrenadores de futsal de máximo nivel: técnica y táctica. Espanha: Fifa; 2005.

Velasco Tejada J, Lorente Peñas J. Entrenamiento de base en fútbol sala: fundamentos teóricos e aplicaciones prácticas. Barcelona: Paidotribo; 2003.

Santana WC. A visão estratégico-tática de técnicos campeões da Liga Nacional de Futsal. [Tese Doutorado]. Campinas, SP: Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas; 2008.

Michelini MC, Marques RFR, Santana WC, Gutierrez GL. Futsal: tática defensiva contemporânea e a teoria de ensino dos jogos esportivos coletivos de Claude Bayer. Revista Conexões 2012; 10 (1): 20-37.

Pessoa VL, Silva VBB, Matias CJAS, Greco PJ. Análise dos gols da Liga Futsal 2008. Lecturas: Educación Física y Desportes 2009;13(129):1-1.

Massardi FP, Oliveira MC, Navarro AC. A Incidência de gols na liga de futsal feminina nos anos 2010 e 2011. Revista Brasileira de Futsal e Futebol 2011;3(9):229-235.

Navarro AC, Costa JS. O momento do gol na Copa do Mundo de 2004. Revista Brasileira de Futsal e Futebol 2009; 1(2):129-133.

Dias RR, Santana WC. Tempo de incidência dos gols em equipes de diferentes níveis competitivos na Copa do Mundo de futsal. Lecturas: Educación Física y Desportes 2006;11(101):1-1.

Bello Junior N. A ciência do esporte aplicada ao futsal. Rio de Janeiro: Sprint; 1998.

Balzano ON. A ocorrência e a origem dos gols em jogos de futsal profissional (Liga Nacional 1999). [Trabalho de Conclusão de Curso]. Porto Alegre, RS: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2000.