Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Revisão Descritiva Sobre Qualidade da Água, Parâmetros e Modelagem de Ecossistemas Aquáticos Tropicais

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v3n1p124-143

http://periodicos.unifap.br/index.php/biota/index 

downloadpdf

Alan C. da Cunha1

 

Resumo: A investigação trata de uma revisão descritiva sobre qualidade da água em rios e reservatórios de barragem bem como os principais processos físicos, químicos e biológicos que afetam seus ecossistemas. O objetivo foi descrever um panorama geral sobre as novas tendências de investigações sobre o tema, com destaque aos efeitos de barragens na Amazônia. Foram investigados na literatura os principais gradientes físicos, químicos e biológicos que influenciam o equilíbrio desses ecossistemas em bacias e sua interação com o clima e a hidrologia. Estudos de caso foram considerados para a bacia hidrográfica do rio Araguari - Amapá/Brasil. A metodologia consistiu na descrição, importância, vantagens, limitações e análise crítica sobre o uso de modelos da qualidade da água como suporte à tomada de decisão na conservação de ecossistemas aquáticos sob duas perspectivas: uso do solo da bacia e influência climática. A bacia do rio Aragauari foi utilizada como referência de análise para outras regiões da Amazônia. Ao longo dos últimos 10 anos de estudo, concluiu-se que o rio Araguari apresenta forte resiliência a impactos ambientais apesar do atual uso e ocupação do solo na bacia. Entretanto, alguns indicadores da qualidade da água, em trechos significativos do seu médio e baixo cursos, sugerem que efeitos antropogênicos ou "naturais" já se encontram próximos dos limites legais no horizonte de curto e médio prazos, principalmente devido ao acúmulo de impactos negativos que tendem a desequilibrar sua capacidade de resiliência.

Palavras-chave: ecossistemas aquáticos, modelos de qualidade da água, impactos ambientais, barragem, uso do solo.

 

Abstract: The research is a descriptive review on water quality in rivers, dam reservoirs and the main physical, chemical and biological processes that affect their ecosystems. The objective was to describe an overview of the new trends of research on the topic, highlighting the effects of dams in the Amazon. The main gradients physical, chemical and biological processes that influence the balance of these ecosystems in watersheds and their interaction with climate and hydrology were investigated based on the literature of the area. Case studies were considered for the river basin Araguari - Amapá / Brazil. The methodology consisted of a description, importance, advantages, limitations, and critical analysis on the use of water quality models to support decision making for conservation of aquatic ecosystems from two perspectives: land use of the basin and climatic influence. The river basin Araguari was used as the reference analysis to other regions of the Amazon. Over the last 10 years of study, it was concluded that the Araguari exhibits strong resilience to environmental impacts despite the current use and land cover in the basin. However, some indicators of water quality parameters in significant portions of its middle and lower courses, suggest that anthropogenic or "natural" effects are already close to the legal limits in the short and medium term, mainly due to the accumulation of negative impacts that tend to unbalance its resilience.

Key words: aquatic ecosystems, water quality modeling, environmental impacts, dam, land use.

 

1 Universidade Federal do Amapá. Rodovia Juscelino Kubitscheck, Km 02, Jardim Marco Zero, CEP 68903-419, Macapá, Amapá, Brasil. E-mail: alancunha@unifap.br

 

Literatura Citada

ALLEN, J. R. L. Physical processes of sedimentation. George Allen & Unwin Ltd., Londres, 1970.

ARNÉZ, F.A. Análise de Critérios de Outorga do Uso da Água na Bacia do Rio Santa Maria, RS. Dissertação de mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 162p. 2002.

AMBRIZZI, T.; ARAUJO, M. Sumário Executivo do Volume 1 - Base Científica das Mudanças Climáticas. Contribuições do Grupo de Trabalho 1 para o 1o Relatório de Avaliação Nacional do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. Rio de Janeiro, p.34. 2012.

AMORIM, F. B.; CIDREIRA, T. S. Alocação de águas em bacias hidrográficas: uma abordagem ambiental. Monografia (Especialização), Departamento de Engenharia Ambiental, Escola Politécnica, Universidade Federal da Bahia. Salvador. 62 f, 2006.

AMORIM. F. B. e LUZ, L. D. Regime de vazões ecológicas: garantia da biodiversidade fluvial. 24º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES). 11p. 2006.

ANA. Agência Nacional de Águas –Hidroweb. URL http://hidroweb.ana.gov.br/. 2012.

AZEVEDO, I.C., DUARTE, P.M., BORDALO, A. A., Understanding spatial and temporal dynamics of key environmental characteristics in a meso-tidal Atlantic estuary (Douro, NW Portugal).Estuarine,Coastal and Shelf Science 76, 620-633. 2008.

BÁRBARA, V. F. Uso do Modelo QUAL2E no Estudo da Qualidade da Água e da Capacidade de Autodepuração do Rio Araguari – AP (Amazônia). 174 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia do Meio Ambiente), Universidade Federal de Goiás, Goiânia. 2006.

BÁRBARA, V.F., CUNHA, A.C., RODRIGUES, A.S.L., SIQUEIRA, E.Q. Monitoramento sazonal da qualidade da água do rio Araguari - AP. Revista Biociências 16, 57-72. 2010.

BARON, J. S. et. al. Ecosistemas de Agua Dulce Sustenables. Tópicos en Ecología. Número 10 Invierno, 2003.

BENETTI, A. D. et al. Metodologias para Determinação de Vazões Ecológicas em Rios. Revista Brasileira de Recursos Hídricos – RBRH. Vol. 8, n° 2, 2003.

BENETTI, A. D.; LANNA, A. E.; COBALCHINI, M. S. Current practices for establishing environmental flows in Brazil. River Research and Applications, Vol.19.pp.1-18. 2003a.

BENETTI, A. D.; LANNA, A. E.; COBALCHINI, M. S. Metodologias para determinação de vazões ecológicas em rios. Revista Brasileira de Recursos Hídricos. Vol. 8. n 2. PP. 149 – 160. 2003b.

BIANCHINI JUNIOR, I; SANTINO, M.B.C. Model parametrization for aerobic decomposition of plant resources drowned during man-made lakes formation. Ecological Modelling. 1263-1271. 222, 2011.

BOTKIN, D. B. KELLER, E. A. Ciências Ambiental: Terra, um planeta vivo. Rio de Janeiro- RJ, Gênio-LTC, Sétima Edição. Tradução Vecchia, L. et al, 2011.

BRITO,D.C.Aplicação do Sistema de Modelagem da Qualidade da Água QUAL2Kw em Grandes Rios: O Caso do Alto e Médio Araguari-AP. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Tropical da UNIFAP). Amapá. 2008.

CHAPRA, S. Surface Water-Quality Modelling. McGraw-Hill Series in Water Resource and Environmental Engineering. Boston-EUA, 833 p. 1997.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia fluvial. Edgard Blucher, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Sao Paulo, 1981.

COLLISCHONN, W. et al. Em busca do hidrograma ecológico. In: XVI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, João Pessoa. Anais do XVI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 2005.

COSTANZA, R., ARGE, R., GROOT, R.D., FARBERK, S., GRASSO, M., HANNON, B., LIMBURG, K., NAEEM, S., NEILL, R.V.O., PARUELO, J., RASKIN, R.G., SUTTONKK, P. The value of the world’s ecosystem services and natural capital. Nature 387, 253-260. 1997.

CUNHA, A.C., BRITO, D.C., CUNHA, H.F.A, SCHULZ, H.E. Dam Effect on Stream Reaeration Evaluated with QUAL2KW Model: Case Study of the Araguari River, Amazon Region, Amapá State/Brazil. In: Billibio, C., Hensel, O., Selbach, J. (Eds.), Sustainable Water Management in the Tropics and Subtropics – And Case Studies in Brazil. Fundação Universidade Federal do Pampa, Jaguarão/RS, p. 697. 2011.

CUNHA, A.C., BRITO, D.C., JUNIOR, A.C.B., PINHEIRO, L.A. DOS R., CUNHA, H.F.A., SANTOS, E.S., KRUSCHE, A.V. Challenges and Solutions for Hydrodynamic and Water Quality in Rivers in the Amazon Basin. IN: SCHULZ, H.E., SIMÕES, A.L.A., LOBOSCO, R.J. (Eds.), Hydrodynamics - Natural Water Bodies. InTech, Rijeka/Croácia, pp. 67-88. 2012.

CUNHA, A.C; BRITO, D. C. e PINHEIRO, L. A. R. Análise de cenário da qualidade da água no rio Araguari (AP) com o uso do sistema de modelagem Qual2kw: Impactos de Hidrelétricas e Urbanização. In: Tempo, Clima e Recursos Hídricos: resultados do Projeto Remetap no Estado do Amapá. Ed. Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá – NHMET/IEPA. Macapá, ap. Capítulo 8, p. 135-154. 2010.

CUNHA, A.C; PINHEIRO, L.A.R e CUNHA, H.F.A. Modelagem e simulação do escoamento e dispersão sazonais de agentes passivos no rio Araguari AP: cenários para o AHE Ferreira Gomes-I - Amapá/Brasil. Revista Brasileira de Recursos Hídricos - RBRH. Vol 18, N.1. Jan/Mar. 2013.

CUNHA, E.D.S. Levantamento Florístico, Dinâmica Espaço-Temporal e Quantificação da Biomassa do Fitoplâncton dos Rios Araguari e Falsino (Amapá-Brasil). Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Tropical da Universidade Federal do Amapá. Amapá, 2012.

DIAS, M.B. Composição e abundância do fitoplâncton do sudoeste da Reserva Biológica do Lago Piratuba ( Amapá, Brasil ). Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas da Universidade Federal do Amazonas.Amazonas, 2007.

DOMINGUES, R.B. e GALVÃO, H., Impact of reservoir filling on phytoplankton succession and cyanobacteria blooms in a temperate estuary. Estuarine, Coastal and Shelf Science 74, 31-43. 2007.

DYSON, M., BERGKAMP, G. e SCALON, J. (eds). Flow: the Essentials of Environmental Flows. 2nd edition.IUCN, Gland, Switzerland and Cambridge, UK, 132p. 2003.

ELETRONORTE, 1999. Estudos De Inventário Hidrelétrico – Bacia Hidrográfica do Rio Araguari – Estado do Amapá – Relatório Final.

ECOTUMUCUMAQUE. EIA/RIMA do AHE Cachoeira Caldeirão - Meio Físico. 2009

FRAGOSO JÚNIOR, C. R. Simulações da Dinâmica de Fitoplancton no Sistema Hidrológico do Taim (RS). Dissertação de Mestrado. Instituto de Pesquisas Hidráulicas – UFRGS. 2004.

FRAGOSO JÚNIOR, C. R, et al. Modelagem Ecológica em Ecossistemas Aquáticos. Oficina de Textos. São Paulo. 304 p. 2009.

GALVÃO. D.M.O. Subsídios à Determinação de Vazões Ambientais em Cursos d’água não regulados: O Caso do Ribeirão Pipiripau (DF/GO). Dissertação de Mestrado em Ciências Ambientais. 2008.

HANH, N. S e FIGI, R. Alimentação de peixes em reservatórios brasileiros: alterações e consequências nos estágios iniciais de represamento. Oecol. Bras. (11) 4: 469-480. 2007.

HENRY, R. (org). Os ecótonos nas interfaces dos ecossistemas aquáticos: conceitos, tipos, processos e importância. Estudo de aplicação em lagoas marginais ao rio Paranapanema na zona de sua desembocadura na represa Jurumirim. In: Ecótonos nas interfaces dos ecossistemas aquáticos. São Carlos: RiMa. 349p, 2003.

JUNK, W. J. et al. The flood pulse concept in river-floodplain system. Canadian Special Publication of Fisheries and Aquatic Sciences/Publication: Speciale Canadienne des Sciences Halieutiques et Aquatiques, 1989.

JUNK, W.J., PIEDADE, M.T.F., SCHÖNGART, J., COHN-HAFT, M., ADENEY, J.M., WITTMANN, F. A Classification of Major Naturally-Occurring Amazonian Lowland Wetlands. Wetlands 31, 623-640. 2011.

KEMMENES, A; FORSBERG, B. e MELACK, J. As hidrelétricas e o aquecimento global. Ciência Hoje. Vol. 41, N. 245 (20-25). Jan/Fev. 2008.

KIM, T.I., CHOI, B.H., LEE, S.W. Hydrodynamics and sedimentation induced by large-scale coastal developments in the Keum River Estuary, Korea. Estuarine, Coastal and Shelf Science 68, 515-528. 2006.

LILLEBØ, A. I., NETO, J.M., MARTINS, I., VERDELHOS, T., LESTON, S., CARDOSO, P.G., FERREIRA, S.M., MARQUES, J.C., PARDAL, M. A., Management of a shallow temperate estuary to control eutrophication: The effect of hydrodynamics on the system’s nutrient loading. Estuarine, Coastal and Shelf Science 65, 697-707. 2005.

LIU, Y., GUO, H., YANG, P., Exploring the influence of lake water chemistry on chlorophyll a: A multivariate statistical model analysis. Ecol. Modelling 221, 681-688. 2010.

MACHADO, M. B. Modelagem Tridimensional da Pluma de Poluentes em Rios. Tese de Doutorado. Universidade Estadual de Campinas. Campinas – SP, 2007.

MARINS, J. Vem aí energia suja. Horizonte Sustentável. Revista Horizonte Geográfico. N. 145, 56-63, 2013.

NEVES, D. G., CUNHA, A.C.; SOUZA, E. B. e BARRETO, N. J C. Modelagem climática regional durante dois anos de extremos de precipitação sobre o Estado do Amapá: teste de sensibilidade aos esquemas convectivos. Revista Brasileira de Meteorologia, v.26, n.4, 287 - 294, 2011.

NOBRE, A.D. e NOBRE, A.C. O carbono e a Amazônia: incerto conhecimento atual e estratégias de mitigação de emissões. Ciência e Ambiente 31. Jul-Dez, p. 39-48. 2005.

O’KEEFFE, J. What are environmental flows? background and rationale. Delft, The Netherlands. Disponível em: <ftp://ftp.ihe.nl/Jay/>. Acessado em 17 mai. 2006.

OLIVEIRA, L. L, CUNHA, A.C., JESUS, E. S. e BARRETO, N. J. C. Características Hidroclimáticas da Bacia do Rio Araguari-AP. In: Tempo, clima e recursos hídricos: resultados do Projeto REMETAP no Estado do Amapá. CUNHA, A.C., SOUZA, E.B. E CUNHA, H.F.A, (Coord). Macapá : IEPA, 216 p. 2010.

PAROLIN, P.; PIEDADE, M.T.F. e JUNK,W. J. Os rios da Amazônia e suas interações com a floresta. Ciência e Ambiente 31. Jul-Dez, p. 49-64. 2005.

PAULO, R. G. F. Ferramentas para a determinação de vazões ecológicas em trechos de vazão reduzida: destaque para aplicação do método do perímetro molhado do caso de Capim Branco I. Dissertação de mestrado da UFMG. Curso de Pós-graduação em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos. UFMG, 96p. 2007.

PEDRALLI, G.; TEIXEIRA, M. do C. B. Macrófitas aquáticas como agentes filtradores de materiais particulados, sedimentos e nutrientes. In: Ecótonos nas interfaces dos ecossistemas aquáticos. HENRY, Raoul (org). S. Carlos: RiMa. 349p, 2003.

PINHERIO, L.A.R. e CUNHA, CUNHA, A.C. Modelagem e simulação da hidrodinâmica superficial e dispersão de poluentes no rio Araguari (AP) aplicados a estudos ambientais de aproveitamento hidrelétrico (AHE). In: Tempo, clima e recursos hídricos: resultados do Projeto REMETAP no Estado do Amapá. CUNHA, A.C., SOUZA, E.B. E CUNHA, H.F.A, (Coord). Macapá : IEPA, 216 p. 2010.

PROVAM. Programa de Estudos e Pesquisas nos Vales Amazônicos. Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia. Belém, PA: SUDAM/OEA. v. 1. 189 p. 1990.

RAJAR, R., CETINA, M., SIRCA, A. Hydrodynamic and water quality modelling: case studies. Ecological Modelling 101, 209-228. 1997.

ROSMAN, P.C.C. Referência Técnica do SisBaHiA. COPPE/UFRJ. Rio de Janeiro-RJ. 2012.

SMITH, J., SMITH, P. Environmental Modelling - an Introduction. 1ª ed. Oxford University Press Inc., New York. 2007.

SANTOS, E.S., Modelagem Hidrodinâmica e Qualidade da Água em Região de Pororoca na Foz do Rio Araguari-AP. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Tropical da Universidade Federal do Amapá). Amapá. 2012.

SANTOS, P. J. e CUNHA, A.C. Outorga de recursos hídricos e vazão ambiental no Brasil: perspectivas metodológicas frente ao desenvolvimento no setor hidrelétrico na Amazônia. Revista Brasileira de Recursos Hídricos - RBRH. Vol 18, N.3. Jul/Set. 2013 (in press).

SILVEIRA, G. L. e CRUZ, J. C. Seleção ambiental de barragens: análise de favorabilidades ambientais em escala de bacia hidrográfica. Editora UFSM (ABRH). Santa Maria - RS. 2005.

SOBRINHO, G. A. Aplicação de equações de resistência ao escoamento em um trecho do rio Atibaia/SP. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual de Campinas, Campinas-SP. 1996.

SOITO JUNIOR, M. e FREITAS. A. Hydroenergy Expanion in the Brasil: vulnerability, impacts e potential adaptations to climatic changes. Renewable Energy Review, 2011.

SOUZA et al., Precipitação sazonal sobre a Amazônia Oriental no período chuvoso: observações e simulações regionais com o RegCM3. Revista Brasileira de Meteorologia. v.24, n.2, 111-124, 2009.

SOUZA, E.B. e CUNHA, A.C. Climatologia de Precipitação no Amapá e Mecanismos Climáticos de Grande Escala. In: Tempo, clima e recursos hídricos: resultados do Projeto REMETAP no Estado do Amapá. CUNHA, A.C., SOUZA, E.B. E CUNHA, H.F.A, (Coord). Macapá : IEPA, 216 p. 2010.

STANFORD, J. A.; WARD, J.V. Revisiting the Serial Discontinuity Concept. Regul. Rivers: Res. Management. 17: 303–310, 2001.

STATZNER, B.; HIGLER, B. Questions and comments on the River Continuum Concept. Canadian Journal of Fisheries and Aquatic Science. 42: 1038-1044, 1985.

TUCCI, 1998, C. E. M. Modelos hidrológicos. Associação Brasileira de Recursos Hídricos (Editora Universitária). Rio Grande do Sul. 669p. 1998.

THOMAZ, S. M. et al. Decomposição das macrófitas aquáticas e sua relação com o pulso de inundação. In: Ecótonos nas interfaces dos ecossistemas aquáticos. HENRY, Raoul (org). São Carlos: RiMa. 349p, 2003.

VÖRÖSMARTY, C.J., MEYBECK, M., FEKETE, B., SHARMA, K., GREEN, P., SYVITSKI, J.P., Anthropogenic sediment retention: major global impact from registered river impoundments. Global and Planetary Change 39, 169-190, 2003.

VANNOTE, R.L. et al. The river continuum concept. Canadian Journal of Fisheries and Aquatic Science. v37, n.1, p.130-137, 1980.

VIANA,J.P. Physical and chemical post-dam alterations in the Jamari River, a hidrelectric-developed river of the Brazilian Amazon. Hydrobiologia 472, 235-247. 2002.

WARD, J. V.; STANFORD, J. A. The serial discontinuity concept in lotic ecosystems. In: FONTAINE, T. D. & BARTHEL, S. M., EDS. Dynamic of lotic ecosystems. Ann. Arbor. Scien. Michigan, p. 347-356, 1983.

WARD, J. V.; STANFORD, J. A. The serial discontinuity concept: extending the model to floodplain rivers. Regul. Rivers: Res. Manage. 10: 159–168, 1995.

WARD, J.V., ROBINSON, C.R.; TOCKNER, K. Applicability of ecological theory to riverine ecosystems. Verh. International Verein. Limnol. 28: 443-450, 2002.

WARD, N. D; KEIL, R. G.; MEDEIROS, P. M.; BRITO, D. C.; CUNHA, A.C.; DITTMAR, T.; YAGER, P. L; KRUSCHE, . A. V. e RICHEY, J. E. A Degradation of terrestrially derived macromolecules in the Amazon River. Nature Geoscience, 13 May, 2013.

WEISSENBERGER, S., LUCOTTE, M., HOUEL, S., SOUMIS, N., DUCHEMIN, É., CANUEL, R., Modeling the carbon dynamics of the La Grande hydroelectric complex in northern Quebec. Ecological Modelling 221, 610-620. 2010.