Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Estudo da Dilatação Volumétrica do Caldo de Cana-de-Açúcar

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/2359-5302/ptr.v1n1p101-110

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/ptr/index 

downloadpdf

César A. Canciam1

 

Resumo: O estudo da dilatação volumétrica de um material permite avaliar os impactos no sistema de medição decorrentes da variação da temperatura. O objetivo desse trabalho foi estudar a dilatação volumétrica do caldo de cana-de-açúcar(com 18ºBrix) a partir da predição do seu coeficiente de dilatação volumétrica. Para tanto, realizou-se uma análise de regressão linear de dados estimados da massa específica em função da temperatura. Entre 25 e 65ºC, o valor encontrado para o coeficiente de dilatação volumétrica do caldo de cana-de-açúcar correspondeu a 3,4414 x 10-4ºC-1. Na literatura não foram encontrados valores experimentais para o coeficiente de dilatação volumétrica do caldo de cana-de-açúcar. Observou-se que a dilatação volumétrica do caldo de cana-de-açúcar encontra-se próxima a dilatação volumétrica de sucos de frutas.

Palavras-chave: Dilatação. Caldo de cana-de-açúcar. Predição. Regressão linear.

 

Abstract: The study of volumetric expansion of a material allows evaluating the impact on the measurement system resulting from temperature variation. The objective of this work was to study the volumetric expansion of cane sugar juice (which 18ºBrix) from the prediction of its volumetric expansion coefficient. For that purpose, a linear regression analysis of the data estimated specific mass function of temperature. Between 25 and 65°C, the value found for the volumetric expansion coefficient of cane sugar juice corresponded to 3.4414 x 10-4ºC-1. In the literature, there are no experimental values for the volumetric expansion coefficient of sugar cane juice. It was observed that the volumetric expansion of the sugar cane juice is close to volumetric expansion of fruit juices.

Key words: Dilatation. Cane sugar juice. Prediction. Linear regression.

 

1 Mestre em Engenharia Química, Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Câmpus Ponta Grossa, canciam@utfpr.edu.br

 

Literatura Citada

BRANDÃO, L. V.; NERY, T. B. R.; MACHADO, B. A. S.; ESPERIDIÃO, M. C. A.; DRUZIAN, J. I. Produção de goma xantana obtida a partir do caldo de cana. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas: SBCTA, v. 28, suplemento, p. 217-222, 2008.

BROWN, L.S.; HOLME, T.A. Química geral aplicada à Engenharia.São Paulo: Cengage Learning, 2009.

CABRAL, F.; LAGO, A. Física 2. São Paulo: Harbra, 2002.

CANCIAM, C. A. Predição do coeficiente de expansão térmica do óleo de gergelim (SesamumindicumL.) através da aplicação de regressão linear. Revista E-xacta, Belo Horizonte: Uni-BH, v. 3, n. 1, p. 20-28, 2010.

CANCIAM, C. A. Predição do coeficiente de expansão térmica do óleo de girassol através da aplicação da análise de regressão linear. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial, Ponta Grossa: UTFPR, v. 6, n. 2, p. 852-863, 2012.

CANCIAM, C. A. Correlação entre o coeficiente de expansão térmica e o teor de sólidos totais para o suco de abacaxi. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial, Ponta Grossa: UTFPR, v. 7, n. 2, p. 1128-1139, 2013.

CANCIAM, C. A. Efeito da concentração na dilatação volumétrica do suco de amora-preta. Revista CIATEC – UPF, Passo Fundo: UPF, v. 6, n. 1, p. 26-36, 2014a.

CANCIAM, C. A. Influência do teor de sólidos totais na estimativa do coeficiente de dilataçãovolumétrica do suco de graviola. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações: UninCor, v. 12, n. 2, p. 37-45, 2014b.

CARRON, W.; GUIMARÃES, O. As Faces da Física. São Paulo:Moderna, 1997.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO, Acompanhamento da Safra Brasileira: canade- açúcar, segundo levantamento, agosto/2013. Conab, Brasília, 2013. Disponível em <http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/12_08_09_15_07_05_boletim_cana_portugues_-_agosto_2012_2o_lev.pdf> acesso em 10/03/15.

JERÔNIMO, C. E. M.Predição do coeficiente de dilatação térmica de naftas pela curva de destilação ASTM.Revista Virtual de Química, Niterói: UFF, v. 4, n. 4, p.405-412, 2012.

JERÔNIMO, C. E. M.; BALBINO, C. P.; FERNANDES, H. G. Coeficiente de dilatação volumétrica determinados pela curva ASTM em frações de petróleo. Revista Scientia Plena, Aracaju: UFS, v. 8, n. 9, p. 1-8, 2012.

LIRA, S. A. Análise de correlação:abordagem teórica e de construção doscoeficientes com aplicação. 2004.Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Métodos Numéricos em Engenharia, Universidade Federal do Paraná: Curitiba. 2004. Disponível em <http://www.ipardes.gov.br/biblioteca/docs/dissertacao_sachiko.pdf> acesso em 10/03/15.

MARQUES, D. M. F.; SILVA, T. C. M.; ZOPELARI, A. L. M. S.; FIGUEIREDO, R. S. Produção e preço da cana-de-açúcar em Goiás. Revista Conjuntura Econômica Goiana, Goiânia: IMB, n. 23, p. 31-43, 2012.

MEZAROBA, S.; MENEGUETTI, C. C.; GROFF, A. M. Processos de produção do açúcar de cana e os possíveis reaproveitamentos dos subprodutos e resíduos resultantes do sistema. In: Encontro de Engenharia de Produção Agroindustrial, 4º, Campo Mourão. Anais. FECILCAM, 2010. Disponível em <http://www.fecilcam.br/anais_iveepa/arquivos/9/9-04.pdf> acesso em 09/03/15.

NETZ, P.A.; ORTEGA, G.G. Fundamentos de físico-química: uma abordagem conceitual para as ciências farmacêuticas. Porto Alegre: Artmed, 2008.

OLIVEIRA, A. C. G.; SPOTO, M. H. F.; CANNIATTI-BRAZACA, S. G.; SOUSA, C. P.; GALLO, C. R. Efeitos do processamento térmico e da radiação gama na conservação de caldo de cana puro e adicionado de suco de frutas. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas: SBCTA, v. 27, n. 4, p. 863-873, 2007.

PADILHA, A. F. Materiais de Engenharia: microestrutura e propriedades. São Paulo: Hemus, 1997.

PEREIRA, R. G.; TAVARES, I. M. C.; SOUZA, D. S.; SANTOS, L. B. O.; GOMES, G. M. S.; VELOSO, C. M.; BONOMO, R. C. F. Determinação da massa específica e do calor específico do caldo de cana (Saccharum spp.). Revista Higiene Alimentar, São Paulo: L.F.G.S. Higiene Alimentar Publicações e Serviços, v. 25, p. 460-462, 2011.

PERUZZO, F. M.; CANTO, E. L. Química na abordagem do cotidiano – volume 1: Química Geral e Inorgânica. São Paulo: Moderna, 2010.

PINHEIROS, J.I.D.; CUNHA, S.B.; CARVAJAL, S.R.; GOMES, G.C. Estatística básica: a arte de trabalhar com dados. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

SANTOS, D.Q.; VIEIRA, D.F. Determinação de coeficiente de expansão térmica do biodiesel e seus impactos no sistema de medição volumétrico. Revista Eclética Química, Araraquara: Unesp, v. 35, n. 4, p. 107-112, 2010.

TRIOLA, M.F. Introdução à Estatística. Rio de Janeiro: LTC, 2008.