crosscheckdeposited

Entrincheiramento Organizacional em Empresa Familiar do Comércio Varejista

DOI: http://dx.doi.org/10.18605/2175-7275/cereus.v7n2p117-132

http://ojs.unirg.edu.br/index.php/1/index 

downloadpdf

Laís K. da S. Barreto1, Nilda M. de C. P. G. Leone2, Walid A. El Aouar3 & Juliana K. de L. Santos4

 

Resumo: Esse artigo aborda um tema recente no Brasil e que vem sendo pesquisado e discutido na administração: o entrincheiramento organizacional. O conceito de entrincheiramento na carreira foi introduzido por Carson et al. (1995), que o definem como a tendência de um indivíduo a permanecer em sua profissão devido aos investimentos feitos, aos custos emocionais ligados à mudança e à percepção de poucas alternativas fora de seu campo de atuação. O presente artigo tem como objetivo principal identificar as dimensões que determinam o Entrincheiramento Organizacional da carreira dos empregados de uma empresa familiar vinculada ao comércio varejista localizada no estado do Ceará, Brasil. Trata-se de um estudo de caso, descritivo com abordagem quantitativa. Foram pesquisados 83 empregados. Os dados foram obtidos por meio de dois questionários: um deles elaborado pelo pesquisador, identificando as variáveis sociodemograficas e ocupacionais; e outro, a Escala de Entrincheiramento na Carreira Profissional, adaptada e validada para o Brasil por Magalhães (2008) com 12 itens organizados em três fatores: investimentos de carreira Profissional (itens de 1 a 4), custos emocionais (itens 5 a 8) e delimitações nas alternativas de carreiras (itens de 9 a 12). A dimensão que apresentou o menor entrincheiramento foi “Investimentos na carreira”. A dimensão “Delimitações nas alternativas de carreiras” apresentou a maior média e desvio padrão das dimensões investigadas, com valores iguais a 3,20 e 1,13 respectivamente. Conclui-se que essa dimensão pode ser apontada como o principal eixo de entrincheiramento dos empregados pesquisados. Este estudo contribuiu para a ampliação do entendimento da temática do Entrincheiramento Organizacional como teoria, e na prática sugere que o gestor tenha conhecimento de um resultado empírico para traçar metas adequadas para a empresa.

Palavras-chave: Entrincheiramento. Carreira. Comprometimento.

 

Abstract: This study discusses a very recent subject in Brazil which has been discussed and investigated in the area of business administration: Organizational entrenchment. This concept of entrenchment in the career was introduced by Carson et al. (1995), who define it as the tendency of an individual to remain in his or her profession due to investments previously made, to the emotional costs linked to the change and to the perception of only a few alternatives out of the working field. The current study aims at identifying the dimensions determining organizational entrechment in the career of those employees of a family enterprise linked to retail trade located in Ceará state, Brazil. The investigation is a case study, descriptive using quantitative approach. 83 employees were surveyed. Data were obtained using appropriate questionnaires: one of them designed by the researcher to identify social, demographic and occupational variables, and the other one, The Scale of Entrenchment in the Professional Career, adapted and validated in Brazil by Magalhães (2008) with 12 items organized in three factors: investment in the professional career (items 1-4), emotional costs (items 5-8), and limitations in alternative careers (items 9-12). The dimension showing the less entrechment was “investment in the career”. The dimension “delimitations in alternative careers”, presented the highest mean and standard deviation of those dimensions investigated, with scores of 3.20 and 1.3, respectively. It is concluded that such a dimension can be considered as the major axis of entrenchment of employees which were surveyed. This study contributes to increase our understanding about the subject of organizational entrenchment as a theory, and in the practice, indicates that leaders should have knowledge about the empirical outcome so as to establish beneficial goals for the enterprise.

Key words: Entrenchment. Career. Compromise.

 

1 Doutorado e Mestrado pelo Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atualmente integra o quadro docente do Mestrado Profissional em Administração / Universidade Potiguar.
2 Doutorado em Ciências da Administração - Université de Grenoble II. Professor da Faculdade Leão Sampaio, professor da Faculdade Vale do Salgado e da Universidade Potiguar..
3 Doutor em Administração pela UFRN e professor titular e Coordenador do Mestrado Profissional em Administração da Universidade Potiguar (UnP).
4 Mestre em administração pela universidade Potiguar

 

Literatura Citada

Baiocchi, A. C., Magalhães, M. Relações entre Processos de Comprometimento, Entrincheiramento e Motivação Vital em Carreiras Profissionais. Revista Brasileira de Orientação Profissional, 2004.

Bastos, A. V. B. Medidas de comprometimento no contexto de trabalho: um estudo preliminar de validade discriminante. Psico, 24(2), 29-48. 1992.

Borges, R. S. G.; Marques, A. L. Investigando as relações entre políticas de RH, comprometimento organizacional e satisfação no trabalho. Revista administração Brasil. V.2 p.59-72, 2006.

Carson, K. D., & Bedeian, A. G. Career commitment: Construction of a measure and examination of its psychometric properties. Journal of Vocational Behavior, n.44(3), p.237-262, 1994.

Carson, K. D., Carson, P. P., & Bedeian, A. G. Development and construct validation of a career entrenchment measure. Journal of Occupational and Organizational Psychology, n. 68, p. 301-320, 1995.

Cervo, A. L.; Bervian, P. A.; Silva, R. Metodologia Científica. 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

Freire, D. A. L.; Silva L. V. ;Muritiba, P. M., Santos, F. R. S. Refletindo sobre os vínculos com a carreira dos militantes do MST: Entrincheiramento em análise. Revisa Carreiras e Pessoas, v.03, n.01, p.20-36, 2013.

Guerreiro, R. Modelo conceitual do sistema de informação de gestão econômica: uma contribuição à teoria da comunicação da contabilidade. 1989. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

Magalhães, M. O. , Gomes, W. B. Personalidades vocacionais, generatividade e carreira na vida adulta. Revista Brasileira de Orientação Profissional, n.6, p.71-79, 2005.

Magalhães, M. O., & Gomes, W. B. Personalidades vocacionais e processos de carreira na vida adulta. Psicologia em Estudo, n.12(1), p.95-103, 2007.

Magalhães, M. O. Generatividade e vínculos com a carreira e com a organização: problematizando as bases do comprometimento organizacional. Revista Brasileira de Orientação Profissional, n.9, p. 67-80, 2008.

Meyer, J. P.; Allen, N. J. A three-component conceptualization of organizational commitment. Human Resource Management Review , [S. l.], v. 1,pp. 61-89, 1991.

Meyer, J.P., Stanley, D.J., Herscovitch, L. & Topolnytsky, L., "Affective, continuance, and normative commitment to the organization: A meta-analysis of antecedents, correlates, and consequences", Journal of vocational behavior, v. 61, n. 1, pp. 20–52, 2002.

Mowday, R. T.; P. L. W. ; S. R. M. Employee-organization linkages – Journal psychology of commitment, absenteism and tumover. Academic Press,1982.

Passos, E.O. Entrincheiramento e comprometimento com a carreira profissional entre empregados públicos: o caso de um órgão do poder judiciário federal brasileiro. Dissertação de Mestrado da Universidade Católica de Brasília, Pós-Graduação em Psicologia, Brasília, 2012.

Rudio, F. C. Introdução ao projeto de pesquisa científica. Petrópolis: Vozes, 2002.

Rocha, C. B.; Silva, J. R. G. Identificação dos empregados com uma empresa pública no contexto de mudanças: o caso FINEP. In: Encontro anual da ANPAD1998, Brasília-DF . Anais... do 29 encontro, Brasília-DF 1998.

Rodrigues, Ana Carolina de Aguiar. Do comprometimento de continuação ao entrincheiramento organizacional: o percurso de validação da escala e análise da sobreposição entre os construtos, Dissertação de Mestrado da Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Salvador, 2009.

Rowe, D.; Bastos, A. Organização e/ou carreira? Comparando docentes de IESs públicas e privadas quanto à estrutura de seus vínculos de comprometimento no trabalho. In: Encontro anual da ANPAD, 2007, Rio de Janeiro-RJ. Anais do 31 encontro , Rio de Janeiro RJ, 2007.

Rowe, D. E. O; Bastos, A. V. B. Comprometimento ou entrincheiramento na carreira? Um estudo entre docentes do ensino superior. Anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 32, 2008.

Vergara, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em Administração. São Paulo: Atlas, 2006.

Vergara, S. C. Gestão de Pessoas. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2006.