Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Experiências do Espaço Semiótico

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v29n1p13-34

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ER/index 

downloadpdf

Irene Machado1 

 

Resumo: No presente estudo se examinam as artérias fundamentais que consolidaram a noção de texto como problema semiótico da cultura, a saber: tradução, modelização e espaço semiótico da semiosfera. Toma-se como hipótese a noção lotmaniana de espaço semiótico como a articulação fundamental responsável pela dinâmica dos sistemas culturais, o que libera a noção de espaço dos limites estabelecidos pelos lugares e continências. Para isso, são examinados textos da cultura cuja dinâmica de modelização do espaço se reporta a tradições culturais nem sempre em evidência no Ocidente.

Palavras-chave: Espaço semiótico. Modelização. Tradução. Texto. Semiosfera.

 

Abstract: In this study we examine the key articulations that consolidated the notion of text as a semiotic problem of culture, namely translation, modeling, and the semiotic space of the semiosphere. The main hypothesis is concerned on Lotman’s assumption of the semiotic space as an important interconection between cultural systems outside the notion of space as limit and place for things. Cultural texts are examined and taken according the dynamic modeling of the space refering to cultural traditions not always in evidence in the West.

Key words: Semiotic Space. Modelling. Translation. Text. Semiosphere.

 

1 Doutora em Letras pelo Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da FFLCH-USP, Professora Associada da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

 

Literatura Citada

BAJTÍN, M. M. Estética de la creación verbal. Tradução de T. Bubnova. 3. ed. Mexico: Siglo Veintiuno, 1989.

BAKHTIN, M. M. Formas de tempo e de cronotopo no romance. Ensaio de poética histórica. In: _____. Questões de literatura e de estética. A teoria do romance. Tradução de Aurora F. Bernardini e outros. São Paulo: UNESP, 1988. p. 211-362.

FLORENSKIJ, P. Le porte regali. Saggio sull’icona. Tradução de E. Zolla. Milano: Adelphi, 1997.

IVANOV, V. V. et al. Theses on the Semiotic Study of Cultures [1973]. Tradução de S. Salupere. Tártu: University of Tartu, 1998. [Teses para uma análise semiótica da cultura (uma aplicação aos textos eslavos). Tradução de G. T. Santos. In: MACHADO, I. Escola de semiótica. A experiência de Tártu-Moscou para o estudo da cultura. São Paulo: Fapesp; Ateliê Editorial, 2003.]

IVANOV, V. V. et al. A estrutura do texto artístico. Tradução de M. C. V. Raposo e A. Raposo. Lisboa: Estampa, 1978.

LOTMAN, I. M. Acerca de la semiosfera. La semiosfera. Semiótica de la cultura y del texto. Tradução de D. Navarro. Madrid: Cátedra, 1996a.

LOTMAN, I. M. Algunas ideas sobre la tipologia de las culturas. La semiosfera. Semiótica de la cultura, del texto, de la conducta y del espacio. Tradução de D. Navarro. Madrid: Cátedra, 1998a.

LOTMAN, I. M. L’explosion et la culture. Tradução de I. Merkoulova. Limoges: Presses Univiversitaires de Lomoges, 2004.

LOTMAN, I. M. La semiosfera. L’asimmetria e il dialogo nelle strutture pensanti. Tradução de S. Salvestroni. Venezia: Marsilio, 1984.

LOTMAN, I. M. La semiótica de la cultura y el concepto de texto. La semiosfera. Semiótica de la cultura y del texto. Tradução de D. Navarro. Madrid: Cátedra, 1996b.

LOTMAN, I. M. El texto y el poliglotismo de la cultura. La semiosfera. Semiótica de la cultura y del texto. Tradução de D. Navarro. Madrid: Cátedra, 1996c.

LOTMAN, I. M. Para la construcción de una teoría de la interacción de las culturas (el aspecto semiótico). La semiosfera. Semiótica de la cultura y del texto. Tradução de D. Navarro. Madrid: Cátedra, 1996d.

LOTMAN, I. M. Valor modelizante dos conceitos de “fim” e “princípio” (1970). In: LOTMAN, I.; USPENSKII, B.; IVANOV, V. V. Ensaios de semiótica soviética. Tradução de V. Navas e S.T. Menezes. Lisboa: Horizonte, 1981.

LOTMAN, I. M.; PIATIGORSKI, A. M. El texto y la función. In: LOTMAN, I. M. La semiosfera. Semiótica de la cultura, del texto, de la conducta y del espacio. Tradução de D. Navarro. Madrid: Cátedra, 1998b.

LOTMAN, J. M. Il concepto di spazio geografico nei testi medievali russi. In: LOTMAN, J. M.; USPENSKIJ, B. A. Tipologia della cultura. Tradução de M. B. Faccani e outros. Milano: Bompiani, 1975.

LOTMAN, J. M. Strutura dell’unità. In: CORTI, M. (Org.) Cercare la strada. Modelli della cultura. Trad. Nicoletta Marcialis. Venezia: Marsilio, 1994, p. 98-104.

LOTMAN, J. M.; USPENSKIJ, B. A. Tipologia della cultura. Tradução de M. B. Faccani e outros. Milano: Bompiani, 1975.

LOTMAN, M. A Few Notes on the Philosophical Background of the Tartu School of Semiotics. European Journal for Semiotic Studies, Vol. 12(1), 2000, p. 23-46.

LOTMAN, Y. M. The Text as a Meaning-generating Mechanism. In: ______. Universe of the Mind. A Semiotic Theory of Culture. Tradução de A. Shukman. Bloomington and Indianapolis: Indiana University Press, 1990, p. 9-119.

LOTMAN, Y. M. The Semiosphere. In: ______. Universe of the Mind. A Semiotic Theory of Culture. Tradução de A. Shukman. Bloomington and Indianapolis: Indiana University Press, 1990 b, p. 121-214.

McLUHAN, M. The Medium and the Light. Reflections on Religion. Toronto: Stoddart, 1999.

MACHADO, I. Inacabamento como modelo artístico de mundo. Bakhtiniana. Revista de Estudos do Discurso, São Paulo, n. 3, 2010.

MACHADO, I. O método semiótico-estrutural na investigação dos sistemas culturais. In: SILVA, A. R.; NAKAGAWA, R. M. O. (Org.). Semiótica da comunicação. São Paulo: INTERCOM, 2013.

QUENOT, M. L’Icone. Fenêtre sur le Royaume. Paris: Cerf, 2001.

USPÊNSKI, B. A. Elementos estruturais comuns às diferentes formas de arte. Princípios gerais de organização da obra em pintura e literatura. In: SCHNAIDERMAN, B. (Org.). Semiótica Russa. São Paulo: Perspectiva, 1979.

USPENSKII, B. Sobre a semiótica da arte (1962). In: LOTMAN, I.; USPENSKII, B.; IVANOV, V. V. (Org.). Ensaios de semiótica soviética. Tradução de V. Navas e S. T. de Menezes. Lisboa: Horizonte, 1981.

USPENSKIJ, B. A. Per l´analisis semiótica delle antiche ícone russe. In: LOTMAN, J. M.; USPENSKIJ, B. S. (Org.). Ricerche semiotiche. Nuove tendenze delle scienze umane nell´URSS. Tradução de C. S. Janovic, M. Marraduri e G. Garritano. Torino: Giulio Einaudi, 1973.

USPENSKY, B. A. A Poetics of Composition. Tradução de V. Zavarin e S. Wittig. Berkeley and Los Angeles: University of California Press, 1973.