Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Transtorno de Ansiedade na Adolescência

DOI: http://dx.doi.org/10.18788/2237-1451/rle.v2n4p54-74

http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rle 

downloadpdf

Fátima C. de Carvalho1 & Efigênia M. D. Costa2

 

Resumo: O transtorno de ansiedade tornou-se um tema muito discutido ultimamente, sendo ainda mais relevante quando o adolescente é o alvo de tal problema. Este trabalho objetiva analisar o Transtorno de Ansiedade na adolescência, suas principais causas e efeitos, bem como suas consequências no adolescente e no meio em que ele está inserido. Iniciamos considerando um breve olhar no Transtorno de Ansiedade, descrevendo um histórico sobre o desenvolvimento do ser humano em sociedade. Em seguida definimos o que é o Transtorno de Ansiedade, como ele se apresenta e os danos que ele causa na vida do adolescente. Propusemos uma reflexão sobre como o transtorno tem marcado o adolescente de nossa geração, como a competitividade e o avanço da tecnologia trouxe benefícios, mas também tem provocado muitos estragos. Tratamos sobre o desencadeamento de fobias no adolescente, sobre a ditadura da beleza e da magreza, que além de provocar danos de ordem emocional, também compromete a saúde física do adolescente. Por fim ressaltamos o papel da família, a contribuição da escola e as possíveis soluções de superação, com vistas à proteção do adolescente em nossos dias. Neste artigo a pesquisa concentrou-se na Teoria do Comportamento Operante Condicionado, de Skinner e nos estudos de Freud sobre o comportamento humano.

Palavras-chave: Adolescência. Transtorno de ansiedade. Superação.

 

Abstract: Anxiety disorder became a hot topic lately, being even more relevant when the teenager is the target of such a problem. This paper aims to analyze the Anxiety Disorder in adolescence, their causes and effects, as well as its consequences in the adolescent and the environment in which they live. We started considering abrief look at Anxiety Disorder, describing a history of the development of human beings in society. Then we define what is Anxiety Disorder, as it stands and the damage it causes in adolescent life. We proposed a reflection on how the disorder has marked our generation's teens, such as competitiveness and the advancement of technology has brought benefits but has also caused much damage. Discussed on the trigger phobias in adolescents, about the dictatorship of beauty and thinness, which in addition to causing emotional damage, also compromises the physical health of adolescents. Finally we emphasize the role of the family, the contribution of the school and possible solutions to overcome, in order to protect the teenager today. In this article the research focused on the Theory of Operant Conditioning, of Skinner and Freud's studies of human behavior.

Key words: Adolescence. Anxiety disorder. Overcoming.

 

1 Licenciada em Língua Portuguesa pela Universidade Vale do Acaraú. E-mail: fatimaguedes2005@hotmail.com
2 Professora do DCSA/CCHSA/UFPB. E-mail: efigêniamaria@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

ABERASTURY, A. & cols. Adolescência. Porto Alegre: Artes Médicas, 1980.

BALLONE, Geraldo José; PEREIRA, Eurico Neto; ORTOLANI, Ida Vani. Da emoção à Lesão: um Guia de Medicina Psicossomática. São Paulo: Manole, 2002.

BECKER, Daniel. O que é adolescência. 13°ed. São Paulo Editora Brasiliense Coleção Primeiro Passos 1997.

BRASIL. Lei Federal n. 8069, de 13 de julho de 1990. ECA _ Estatuto da Criança e do Adolescente.

CHEMAMA, R. (Org.). Dicionário de Psicanálise. Porto Alegre: Artes Médicas 1995.

JODELET, D. Representações Sociais: um Domínio em Expansão. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2001.

JOHNSON, B. C. A. Mudança de Padrões. A Saúde do mundo. Agosto / Setembro, 1975.

LEVY, L. Society, stress and disease. London Oxford university. Press, 1971.

MOURA, C. B.; GABASSI, S. E. Dependência e Autonomia Infantil: O Papel da Psicoterapia no Desenvolvimento Sócio-Emocional de Crianças Imaturas. Estudos de Psicologia. Vol. 15. Nº 3. São Paulo, 1998.

NUNES de SOUZA, A.M. A Família e Seu Espaço: Uma Proposta de Terapia Familiar. Rio de Janeiro: Agir. 1997.

RHODES, S.L. "A developmental approach to the life cicle of the family". Social Casework, 58:301-11, 1977.

SAITO, M. I. Adolescência, Cultura, Vulnerabilidade e Risco. Pediatria, São Paulo. 2000.

SKINNER, B. F. (1965). Science and human behavior. New York: Free Press. (Original publicado em 1953).

SKINNER, B. F. (1989). Recent issues in the analysis of behavior. Columbus, OH: Merrill. http://pepsic.bvsalud.org/pdf/pcp/v27n2/v27n2a05.pdf, acesso em 24 de fev. 2011.

STUART, Gail Wiscarz; LARAIA, Michelle Teresa. Enfermagem Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Reichmann&Affonso, 2002.

VALLEJO, J. R. Introduction a la psicopatologia y la psiquiatría. Barcelona: Masson-Salvat Medicina, 1991.

WOODMAN, Marion. O vício da perfeição: compreendendo a relação entre distúrbios alimentares e desenvolvimento psíquico. São Paulo: Summus, 2002.

ZAMIGNANI, D. R.; BANACO, R. A. Um panorama analítico-comportamental sobre os transtornos de ansiedade. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva, 2005.

ZAMIGNANI, D. R.; VERMES, J. S. Propostas analítico-comportamentais para o manejo de transtornos de ansiedade: Análise de casos clínicos. In H. M. Sadi & N. M. S. Castro. (Eds.), Ciência do comportamento. Conhecer e avançar: 2003.