Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Ludicidade na Poesia Infantil

DOI: http://dx.doi.org/10.18788/2237-1451/rle.v3n7p105-119

http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rle 

downloadpdf

Cristiane L. K. Domingues

 

Resumo: Este trabalho discute o caráter lúdico do gênero poético quando dedicado ao público infantil, porque o poema lembra um jogo ao brincar com as palavras. O mais importante é que a poesia, por lembrar uma brincadeira para criança, faz com que ela entre no mundo da escrita oportunizando o desenvolvimento do gosto e o hábito da leitura.

Palavras-chave: Gênero poético. Lúdico. Jogo. Brincar.

 

Abstract: This paper discusses the playful poetic genre when dedicated to children, because the poem recalls a game to play with words. The most important is that poetry, by remembering a play for children, makes her enter the world of writing providing opportunities for the development of taste and habit of reading.

Key words: Gender poetic. Playful. Game. Play.

 

Literatura Citada

AGUIAR, Vera Teixeira; CECCANTINI, João Luís. Poesia brasileira para crianças: Uma ciranda sem fim. In: RECHOU, Blanca-Ana Roig; LÓPEZ, Isabel Soto; RODRÍGUEZ, Marta Neira. A poesia infantil no século XXI (2000-2008). Galícia: Xerais de Galícia, 2009. p. 195-217

BEBIANO, Elza. Coisas de crianças. Rio de Janeiro: José Olympio, 1973.

BORDINI, Maria da Glória. Poesia infantil. São Paulo: Ática, 1986.

ISER, Wolfgang. A literatura e o leitor: textos de estética da recepção Hans Robert Jauss... et. al.; coordenação e tradução de Luiz Costa lima. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

LALAU. Japonesinhos. São Paulo: Peirópolis, 2008.

MEIRELES, Cecília. Ou isto ou aquilo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1979.

MELO, Veríssimo de. Folclore infantil. Belo Horizonte: Itatiaia, 1985.

MORAES, Vinicius. A arca de Noé. Rio de Janeiro: José Olympio, 1991.

MURRAY, Roseana. Classificados poéticos. Belo Horizonte: Miguilim, 1991.

OBERG, Sílvia. Como vai a poesia? Uma conversa com mediadores de leitura. Disponível em: <http://www.tigrealbino.com.br> Acesso em 13 de Marc. 2013.

PAES, José Paulo. Poemas para brincar. São Paulo: Ática, 1991.

QUINTANA, Mário. Lili inventa o mundo. São Paulo: Global, 2005.

QUINTANA, Mário. Sapato furado. São Paulo: Global, 2006.

SEBEN, Paulo. Encadeadinho. In: AGUIAR, Vera Teixeira de. (Coord.). Poesia fora da estante. Porto Alegre: Projeto, 1997.

VIGOTSKY, L. S. La imaginación y el arte em la infância. Madrid: Akail, 1982.