Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Construção da Ciência em Dois Jornais Diários do Estado de São Paulo: Características da Produção em Jornalismo Científico

DOI: http://dx.doi.org/10.18661/2318-857X/pauta.geral.v2n2p106-123

http://www.revistas2.uepg.br/index.php/pauta/index 

downloadpdf

Gabriella Z. Leite1 & Luiza Grynfogiel2

 

Resumo: A ciência se constitui um corpo de procedimentos metódicos e de construções teóricas, além de desempenhar um papel fundamental na cultura contemporânea. O direcionamento da presente pesquisa é para o campo do Jornalismo Científico, e visa identificar como a ciência é representada pelas esferas jornalísticas. Serão apresentados resultados parciais da pesquisa parte do Projeto de Iniciação Científica. Foram catalogadas, durante o mês de abril de 2015, 126 notícias nos portais on line da Folha (Folha de S. Paulo) e Estadão (O Estado de S. Paulo), com identificação das temáticas, autores e uso de fontes de informação. A área de conhecimento mais abordada foi das biológicas (50%), seguido das exatas (32,53%). Das matérias, 25,4% foram publicadas em blogs e colunas. Observou-se que a prática do jornalismo científico exige a especialização dos jornalistas, atuantes no mercado, como demonstrado pela pesquisa.

Palavras-chave: Jornalismo Científico; ciência; Folha de S. Paulo; Estado de S. Paulo.

 

Abstract: The science is a body of methodical procedures and theoretical constructs, and play a key role in contemporary culture. The direction of this research is for the Scientific Journalism field, and aims to identify how science is represented by journalistic spheres. Partial results will be presented the research part of the Undergraduate Research Project. Were cataloged during the month of April 2015, 126 news portals in the online Folha (Folha de S. Paulo) and Estadão (O Estado de S. Paulo), with identification of themes, authors and use of sources of information. The most covered area of knowledge of the biological was (50%), followed by accurate (32.53%). Of the subjects, 25.4% were published in blogs and columns. It was observed that the practice of science journalism requires the specialization of journalists operating in the market, as demonstrated by research.

Key words: Scientific journalism; science; Folha de S. Paulo; Estado de S. Paulo.

 

1 Doutora em Educação e mestre em Ciência, Tecnologia e Sociedade pela UFScar (Universidade Federal de São Carlos). Graduação em Jornalismo (Unaerp) e Pedagogia (Unigran). Professora do curso de Jornalismo no Centro Universitário Barão de Mauá, em Ribeirão Preto (SP).
2 Graduanda do curso de Jornalismo do Centro Universitário Barão de Mauá, em Ribeirão Preto (SP). Aluna do Programa de Iniciação Científica (PIC), do Centro Universitário Barão de Mauá.

 

Literatura Citada

ALBAGLI, S. Divulgação Cientifica: Informação Científica Para a Cidadania? Ciência da Informação, v. 25, n. 3, p. 396-404, 1996.

BURKETT, W. Jornalismo Científico. São Paulo, Forense Universitária, 1990.

EPSTEIN, I. Divulgação Científica: 96 verbetes. Campinas, SP: Pontes, 2002.

FOLHA DE S. PAULO. Folha Digital. Seção Ciência. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/?cmpid=menulate .Acesso em: 1 maio 2014

MELO, Marques de. Teoria do Jornalismo: Identidades brasileiras. São Paulo: Paulus, 2006.

MELO, Marques de. Gêneros jornalísticos no Brasil: o estado da questão. Anais. XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Curitiba: Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2009.

KREINS, G.; PAVAN, C. O desenvolvimento científico no Brasil. São Paulo. NJR, 2000.

MASSARANI, L. A divulgação científica no Rio de Janeiro: Algumas reflexões sobre a década de 20. Dissertação de Mestrado UFRJ. Rio de Janeiro, 1998.

MONTI, Carlo Guimarães; LOPES, Gabriella Zauith Leite; CALSANI, Rodrigo de Andrade;

MENDONÇA, Ricardo Alexandre Coimbra de. A construção da Ciência e Cultura por meio da internet: Pesquisa e análise dos referenciais teóricos utilizados na internet em blogs, sites e jornais on line: a distância entre o espaço acadêmico e o senso comum. Projeto apresentado para a constituição da linha de pesquisa História, Filosofia, Psicologia, Jornalismo e Biologia no programa de Iniciação Científica (PIC). Ribeirão Preto: Centro Universitário Barão de Mauá, 2014.

OLIVEIRA, F. de. Jornalismo Científico. São Paulo: Contexto, 2005.

O ESTADO DE S. PAULO. Estadão - edição digital. Seção Ciência. Disponível em: http://ciencia.estadao.com.br/. Acesso em: 1 maio 2014

TEIXEIRA, Mônica. Pressupostos do jornalismo de ciência tal como é praticado no Brasil e suas repercussões no modo da cobertura. Parcerias Estratégicas. N.13. Dez. 2001.

VERAS JUNIOR, José Soares de. Da informação ao conhecimento: o jornalismo científico na contemporaneidade. Dissertação defendida na Universidade Federal do Rio Grande do Norte/ Centro de Ciências Sociais Aplicadas, 2005. In Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação da Universidade Beira Interior. Disponível: www.bocc.ubi.pt

VOGT, C. A espiral da cultura científica. In Cultura Científica, revista eletrônica ComCiência (SBPC/Labjor), n. 45, julho 2003. Disponível em: http://www.comciencia.br/reportagens/framereport.htm