Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Estratégia Empresarial, Longevidade e Sustentabilidade Financeira: Estudo de Caso Supermercado em Pitangui-MG

DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2359-3539/reit-imed.v1n2p31-42

https://seer.imed.edu.br/index.php/revistasi/index 

downloadpdf

Doge Palhares Júnior1, Christian M. Tomaz2 & Wendel A. C. Silva3

  

Resumo: O sucesso organizacional nesse estudo está alicerçado em Estratégia empresarial, longevidade e sustentabilidade financeira em estudo de caso em um supermercado no interior de minas, trazendo a luz da teoria clareza ao empresário que muitas vezes não observa detalhes importantes ao empreender. Com objetivo de identificar fatores que ameaçam e fatores que oportunizam tal sucesso, bem como analisar o contexto gerencial em micros e pequenos negócios ressaltando pontos que atuam positivamente no desempenho e na evolução empresarial de modo a contribuir para que Micros e Pequenas Empresas possam vir a serem sustentáveis financeiramente e consequentemente longevas. Baseado em estudo empírico teórico com abordagem qualitativa e estudo de caso podendo observar que muito há para se fazer para que as organizações micro e pequenas possam crescer ainda mais se observado a necessidade de um conhecimento mais ampliado sobre gestão de negócios.

Palavras-chave: empreendedorismo, estratégia, longevidade, sustentabilidade financeira.

 

Abstract: The organizational success in this study is grounded in business strategy, longevity and financial sustainability on a case study in a supermarket inside mine, bringing the light of clarity theory the entrepreneur who often do not notice important details to undertake. To identify factors that threaten and factors that nurture such success, as well as analyze the managerial context in micro and small businesses emphasizing points that act positively on performance and business developments to contribute to micro and small businesses are likely to be financially sustainable and therefore enduring. Based on theoretical empirical study with qualitative approach and case study can observe that there is much to do to micro and small organizations can grow further been observed the need for a broader understanding of business management.

Key words: entrepreneurship, strategy, longevity, financial sustainability

 

1 Mestrando Administração na Faculdade Novos Horizontes E-mail: <dpalharesjr@gmail.com>;.
2 Mestrando Administração pela Faculdade Novos Horizontes E-mail: <christian.tomaz@live.com>;.
3 Doutor em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais Professor de Administração na Faculdade Novos Horizontes E-mail: <wendel.silva@unihorizontes.br>;.

 

Literatura Citada

AcessoCont (2015). Conceito de Empresário. Disponível em: <http://www.acessocont.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=160:-conceito-de-empresario&catid=62:conceito-de-empresario&Itemid=12>. Acesso em: 20. Ago. 2015.

Anuário do Trabalho na Micro e Pequena Empresa – (2008). A importância do Trabalho na Micro ePequena Empresa. SEBRAE. Disponível em <http://www.pr.sebrae.com.br>. Acesso em 08/08/09.
Alves-Mazzotti, Alda Judith; Gewandsznajder, Fernando. (2004). O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2ª ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning. 203 p.

Brasil, H. V. et al. (2006). Longevidade e sobrevivência no mundo empresarial brasileiro. Revista dom – Fundação

Dom Cabral, Belo Horizonte, n. 1, p. 34-41, nov. Brasil, lei complementar 123/2006. http://www.planalto. gov.br. Acesso em: 28 de janeiro de 2015.

Dias, Reinaldo. (2011). Gestão Ambiental: responsabilidadesocial e sustentabilidade. 2ª ed. São Paulo. Ed. Atlas.

Dolabela, Fernando. (2003). Empreendedorismo, uma forma de ser: saiba o que são empreendedores individuais e coletivos. 3ª ed. Brasília: Agência de educação para o desenvolvimento.

Dornelas, José Carlos A. (2001). Empreendedorismo: transformando idéias em negócios. Rio de Janeiro: Campus.

Dornelas, José Carlos A. (2008). Empreendedorismo: transformando idéias em negócios. Rio de Janeiro. 2ª edição. Ed. Elsevier.

Dutra, Ivan de S.; Previdelli, José J. (2012). Perfil do empreendedor versus mortalidade de empresas: estudo de caso do perfil do micro e pequeno empreendedor de empresas. In: encontro Anpad, 27, 2003, Atibaia / sp. Anais... Atibaia / SP: Enampad.

Filion, Louis Jacques. (1999). Empreendedorismo: empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. Revista de administração, São Paulo v.34, n. 2, pg. 5-28, abril/junho.

Flick, Uwe. (2009). Desenho da pesquisa qualitativa. Porto alegre: Artmed.

GEM - Global Entrepreneurship Monitor. (2009). 2009

Global Report. Disponível em: <http://entreprenorskapsforum.se/wp-content/uploads/2010/02/GEMGlobal-2009-Report.pdf>. Acesso em: 15 ago. 2015.

Gerber, Michael E. (2004). Empreender: fazendo a diferença. São Paulo: fundamento educacional.

Jesus, Daiana Kelle A. De.; Silva, Wendel A. C.; Melo, Alfredo A. De O. (2009). Ciclo de vida das organiza ções: sinais de longevidade e mortalidade de micro e pequenas indústrias na região de Contagem / MG. Enampad. IV encontro de estudos em estratégia. Recife / PE, 21 a 23 de junho.

Matias, Alberto Borges (coord.). (2007a). Finançascorporativas de curto prazo: a gestão do valor do capital de giro. São Paulo: atlas. 286, p.

Matias, Alberto Borges (coord.). (2007b). Finanças corporativas de longo prazo: criação de valor com sustentabilidade financeira. São Paulo: atlas.

Maximiano, Antonio César Amaru. (2006). Teoria Geral da Administração: da revolução urbana a revolução. 6. ed. São Paulo: São Paulo.

Mcclelland, D. C. The achievement society. (1961). Princeton, N. J.: Van Nostrand Co.

Minello, Italo F.; Scherer, Isabel B. (2012). Caracteristicas do comportamento do empreendedor durante o insucesso empresarial. Enampad, XXXVI encontroda Anpad, Rio de Janeiro, 22 a 26 de setembro.

Mintzberg, Henry; Ahlstrand, Bruce; Lampel, Joseph. (2006). Safári de Estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico. Porto Alegre: ed. Bookman.

Moreira, Hudson S. A. (2014). Gestão empreendedora e fatores de sustentabilidade financeira do pequeno varejo supermercadista da região metropolitana de belo horizonte. Dissertação de mestrado acadêmicoem administração de empresas da Faculdade Novos Horizontes.

Oliveira, José R. C.; Silva, Wendel Alex C.; Araújo, Elison A. (2012). T. Longevidade empresarial e características empreendedoras: análise das mpe’s da microrregião de Teófilo Otoni/MG. Enampad,XXXVI encontro da Anpad, Rio de Janeiro, 22 a 26 de setembro.

Rêgo, Erce C. M; Valadão Jr., Valdir M., Souza, Lionardo Dias. (2013). Gerenciamento de projetos: uma análise a partir da estratégia como prática social. Ampad. VI Encontro de estudos em estratégia. Bento Gonçalves / RS. 19 a 21 de maio.

Serviço de apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE MG). Dados de pesquisa. < http://www.sebraemg.com.br.>. Acessado em 26 de fevereiro de 2008.

Shumpeter, Joseph A. (1997). Teoria da desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros,capital, crédito, jutos e o ciclo econômico. São Paulo. Editora Nova Cultura Ltda. 238 p.
Venturoli, T. (2004). Viver mais e melhor. Veja, São Paulo: abril, 1871, p. 96-104, set.

Xisto, José G. R. (2007). Contribuição para o desenvolvimento de um modelo de sustentabilidade financeira de empresas. Dissertação de mestrado. Ribeirão Preto.

Vergara, Sylvia C. (2009). Projetos e relatórios de pesquisaem administração. São Paulo. 10ª ed. Editora Atlas. 94 p.

Whittington, Richard. (2004). Estratégia após o modernismo: recuperando a prática. Rae – revista de administração de empresas. V. 44, n. 04, out a dez.