Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Planejamento Integrado dos Recursos – Uma Análise Exergética

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v16n04a02

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

José M. Costa1, Delly Oliveira Filho2, Jadir N. da Silva3 & Luiz A. Raggi4

 

Resumo: Realizou-se este trabalho com o objetivo de indicar a análise exergética como ferramenta do planejamento integrado dos recursos (PIR). O rendimento energético baseado somente no primeiro princípio da termodinâmica não leva em consideração a “qualidade” da energia utilizada. O rendimento baseado no segundo princípio da termodinâmica indica a capacidade máxima de realizar trabalho. Assim, o planejamento de sistemas de energia poderá obter o melhor resultado na associação do par recurso-uso final da energia.

Palavras-chave: exergia, planejamento, energia

 

Abstract: Exergetic analysis was evaluated as a tool for integrated resources planning (IRP). The energy performance based only on the first principle of thermodynamics ignores the “quality” of the energy used. The performance based on the second principle of thermodynamics indicates the maximum capacity to carry out work. Thus, the optimum results can be obtained by planning energy systems combining resource and final use of energy.

Key words: exergy, planning, energy

 

1 Eng. Agrícola, Prof. Adjunto, Depto de Eng. Agrícola, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG
2 Eng. Eletricista, Prof. Adjunto, Depto de Eng. Agrícola, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG
3 Físico, Prof. Titular, Depto de Eng. Agrícola, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG
4 Eng. Agrônomo, Prof. Adjunto, Depto de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG

 

Literatura Citada

ABNT- Associação Brasileira de Normas Técnicas – http://www.abnt.org.br. Agosto/2006.

ALMEIDA NETO, J. F. Análise exergética do clico do combustível nuclear – Etapa da mineração até a obtenção do concentrado de urânio (“Yellow Cake”). Belo Horizonte: Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, 1999. 132 p. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Minas Geais, 1999.

CIMBLERIS, B. Uma introdução à energia disponível e conceitos correlatos. Belo Horizonte: UFMG, 1979. 116p. (Apostila do curso de pós-graduação em engenharia térmica).

COSTA, J. M.; OLIVEIRA FILHO, D. Tarifas exergéticas horo-sazonais. In: ENCONTRO DE ENERGIA NO MEIO RURAL, 3 - AGRENER 2000. Anais… Campinas, SP. (CD-ROM).

GOVERNO DE MINAS GERAIS. Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. ICMS ecológico – Coletânea de normas. Belo Horizonte, julho/1997. 51p.

JANNUZZI, G.M.; SWISHER, J.N.P. Planejamento integrado de recursos energéticos: meio ambiente, conservação de energia e fontes renováveis. Campinas, SP: Ed. Autores Associados, 1997. 246p.

OLIVEIRA FILHO, D. Electric energy system planning and the second principle of thermodynamics. Quebec, 1995, 199p. Thesis (Doutorado) – McGill University, Montreal, 1995.

OLIVEIRA FILHO, D.; TANABE, C.S.; COSTA, J.M. Considerações da análise exergética em tarifas de energia elétrica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, PB, v. 4, n.1, p. 114-119, 2000.

PNUMA, 2000. http://www.rolac.unep.mx. Dezembro/2000.

VAN WYLEN, G.J.; SONNTAG, R.E.; BORGNAKKE, C. Fundamentos da termodinâmica. 5. ed. São Paulo: Edgard Blucher Ltda., 1998. 537p.