Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Gestão de Recursos Hídricos: Uma Nova Metodologia para a Estimativa das Vazões Mínimas1

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v17n01a07

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Luciano F. de Novaes2, Fernando F. Pruski3, Sílvio B. Pereira4, Douglas O. Queiroz5 & Renata del G. Rodriguez6

 

Resumo: Dentre as principais limitações encontradas para a adequada gestão dos recursos hídricos podese citar as reduções das vazões com o aumento da área de drenagem e a inexistência de metodologias disponíveis que quantifiquem as vazões e garantam a continuidade destas ao longo da rede hidrográfica da bacia. Desta forma, o objetivo do presente trabalho foi propor uma metodologia que permite o ajuste das vazões mínimas ao longo da rede hidrográfica visando superar estas limitações que dificultam o adequado gerenciamento de recursos hídricos. Foi realizado um estudo de caso para a bacia do Paracatu. A metodologia proposta consistiu em ajustar modelos de regressão para representação das vazões mínimas em função da área de drenagem no rio de maior ordem, e a partir deste, obter as vazões na foz de cada rio afluente. O método proposto possibilitou a obtenção de resultados que permitem uma melhor qualidade das informações para o gerenciamento de recursos hídricos.

Palavras-chave: disponibilidade hídrica, outorga, comitês de bacias hidrográficas

 

Abstract: Among the major limitations for adequate water resource management is the flow rate reduction due to increased drainage area and the lack of methods to quantify the available water that assures flow rate continuity on a hydrographic net. The objective of this study was to develop a method that allows for adjustment of the minimum flow rate throughout the hydrographic net. A case study was done in the Paracatu basin. The method allows for adjusting an equation to estimate the minimum flow rate as a function of the greater drainage area on the river basin. This equation calculates the flow rate in the estuary of each affluent river. The results showed the feasibility of the method to obtain better information for the water resource management.

Key words: water availability, concession of the grants, water basin committees

 

1 Parte do Projeto: Modelo Computacional para a Gestão de Recursos Hídricos: Desenvolvimento e Aplicação para a Bacia do Paracatu, financiado pela FAPEMIG com parceria da UFV/IGAM.
2 Doutorando na USP, SHS, EESC, São Carlos, SP, fone: (16)33729886, e-mail: novaes@sc.usp.br
3 Professor titular da UFV, DEA, Viçosa, MG, fone (31)38991912, fax: (31)38992735, e-mail: ffpruski@ufv.br
4 Pós-doutor da UFMS, CEUD, Dourados, MS, fone: (67)41113834, fax: (67)4113811, e-mail: sbueno@ceud.ufms.br
5 Graduação na UFV, DEA, Viçosa, MG, fone: (31)38991925, fax: (31)38992735, e-mail: eg42678@yahoo.com.br
6 Doutoranda na UFV, DEA, Viçosa, MG, fone: (31)38991925, fax: (31)38992735, e-mail: rdgrodriguez@gprh.ufv.br

 

Literatura Citada

BRASIL – Governo Federal. MINAS GERAIS - Governo do Estado. DISTRITO FEDERAL. Plano Diretor de recursos hídricos da Bacia do Rio Paracatu – PLANPAR. S.l.: 1997. v. 1. T. 1. CD-ROM.

BAENA, L.G.N. Regionalização de vazões para a bacia do rio Paraíba do Sul, a montante de Volta Redonda, a partir de modelo digital de elevação hidrologicamente consistente. 2002. 135 p. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG.

EUCLYDES, H.P., FERREIRA, P.A., PINTO, F.A., VIGODERIS, R.B. Atlas digital das águas de Minas. Viçosa: UFV, DEA; Brasília, DF: MMA; Belo Horizonte, MG: RURALMINAS. 2005. CD-ROM.

FERREIRA, P.A.; EUCLYDES, H.P. Recursos hídricos e tecnologia necessária aos projetos hidroagrícolas: bacia do Paracatu. Viçosa, MG: UFV/DEA, 1997. 200 p.

FREITAS, A.J. Gestão de recursos hídricos. In: SILVA, D. D., PRUSKI, F. F. Gestão de recursos hídricos: aspectos legais, econômicos, administrativos e sociais. Brasília, DF: Secretaria de Recursos Hídricos; Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa, Porto Alegre: Associação Brasileira de Recursos Hídricos, 2000. 659p.

RAMOS, M.M., PRUSKI, F.F. Subprojeto 4.3 – quantificação e análise da eficiência do uso da água pelo setor agrícola na bacia do São Francisco. In: Projeto gerenciamento integrado das atividades desenvolvidas em terra na Bacia do São Francisco. ANA,/GEF/PNUMA/OEA. Relatório Final. Viçosa, MG. 2003. 190 p.

RODRIGUEZ, R. del G. Metodologia para estimativa das demandas e das disponibilidades hídricas na Bacia do Rio Paracatu. 2004. 94p. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG.