Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Propriedades Térmicas da Massa Granular de Milheto, Alpiste e Painço: Determinação e Modelagem

DOI: http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v6n1p39-45

http://rbpaonline.com/ 

downloadpdf

Paulo C. Corrêa1, Ednilton T. de Andrade2 & Paulo C. Afonso Júnior3

 

Resumo: Este trabalho teve como objetivo determinar as principais propriedades térmicas da massa granular de milheto, alpiste e painço (calor específico, condutividade e difusividade térmica), para diferentes teores de umidade. Para a determinação do calor específico utilizou-se o método das misturas e para a condutividade térmica o método do cilindro teoricamente infinito com fonte de aquecimento central. A difusividade térmica foi calculada algebricamente utilizando-se os resultados das propriedades citadas anteriormente e da massa específica aparente do produto. Os resultados obtidos permitiram concluir-se que os valores de calor específico e condutividade térmica diminuem com a elevação do teor de umidade dos grãos de milheto, alpiste e painço, e ainda, que a difusividade térmica aumenta com a diminuição do teor de umidade dos produtos analisados.

Palavras-chave: milheto, alpiste, painço, propriedades térmicas.

 

Abstract: This work had as objective to determine the main thermal properties of the millet, canary-seed and pearl millet granular masses (specific heat, thermal conductivity and diffusivity), for different moisture contents. The mixtures method was used to the determination of the specific heat and the method of the cylinder theoretically infinite with central heating source to the thermal conductivity. The thermal diffusivity was calculated mathematically through the results of the mentioned properties previously and through the apparent density of the product. The obtained results allowed to end that the values of specific heat and thermal conductivity decrease with the elevation of millet, canary-seed and pearl millet moisture content, and that the thermal diffusivity increases with the decrease of the moisture content of the analyzed products.

Key words: millet, canary-seed, pearl millet, thermal properties.

 

1 Eng. Agrônomo, D.S., Professor Adjunto no DEA-UFV, cep. 36571-000, Viçosa, MG, copace@mail.ufv.br
2 Eng. Agrícola, D.S. Prof. Adjunto, Depto. de Eng. Civil, Universidade Federal Fluminense, Rua Passo da Pátria 156, São Domingos, Niterói, RJ, 0xx21 2620 7070 r.222, CEP 24210-240, ednilton@civil.uff.br.
3 Eng.Agrícola,D.S.,Embrapa Café Parque Estação Biológica - PqEB s/n, Av. W/3 Norte (final),Edifício Sede da Embrapa - Sala 322, Brasília, DF CEP: 70770-901, Paulo.junior@embrapa.br

 

Literatura Citada

Brasil. Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Regras para análise de sementes. Brasília: DNDV/CLAV, 1992. 365p.

Chang, C.S. Thermal conductivity of wheat, corn, and grain sorghum as affected by bulk density and moisture content. Transactions of the ASAE, St. Joseph, v.29, n.5, p.1447-1450, 1986. https://doi.org/10.13031/2013.30335

Drouzas, A.E.; Saravacos, G.D. Effective thermal conductivity of granular starch materials. Journal of Food Science, Chicago, v.53, n.6, p.1795-1799, 1988. https://doi.org/10.1111/j.1365-2621.1988.tb07845.x

Fang, Q.; Lan, Y.; Kocher, M.F.; Hanna, M.A. Thermal conductivity of granular starch materials. ASAE, St. Joseph, 1997, 18p. (Paper n.97-6014).

Incropera, F.P.; Dewitt, D.P. Fundamentos de transferência de calor e de massa. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan S. A., 3ª edição, 1992. 380p.

Mohsenin, N. N. Thermal properties of foods and agricultural materials. New York: Gordon and Breach science publishers Inc., 1980. 407p.

Muir, E.W.; Viravanichai, S. Specific heat of wheat. Journal Agricultural Engineering Research, New York, v.17, n.2, p.338342, 1972. https://doi.org/10.1016/S0021-8634(72)80040-4

Passos, E.F. Condutividade térmica da pasta de mandioca. Revista Ceres, Viçosa, v.29, n.162, p.222-231, 1982.

Sasseron, J.L. Avaliação de propriedades físicas e curvas de secagem, em camadas finas, de amêndoas de cacau (Theobroma cacao L.). Viçosa: UFV, 1984. 61p. (Dissertação Mestrado).

Sharma, D.K.; Thompson, T.L. Specific heat and thermal conductivity of sorghum. Transactions of the ASAE, St. Joseph, v.16, n.1, p.114-117, 1973.

Soares, N.F.F. Análise experimental do método de sonda para medição de condutividade térmica de grãos: Aplicação para milho (Zea mays L.). Viçosa: UFV, 1988. 46p. (Dissertação Mestrado).

Stolf, S.R. Medição da condutividade térmica dos alimentos. Boletim do Instituto de Tecnologia de alimentos, Campinas, v.29, n.1, p.67-79, 1972.

Rossi, S.J.; Fioreze, R.; Oliveira, A.M.C.; Malzac, H.F. Propriedades térmicas de castanha de caju e raspa de mandioca. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, v.7, n.1, p.51-56, 1982.

Rossi, S.J.; Roa, G. Secagem e armazenamento de produtos agropecuários com o uso de energia solar e ar natural. São Paulo: Academia de Ciência de Estado de São Paulo, n.22, 1980. 295p.