Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Classificação da Água de Poços Tubulares do Norte do Estado de Minas Gerais para Irrigação

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v18n03a03

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Moisés S. Ribeiro1, Luiz A. Lima2, Fábio H. de S. Faria3, Silvânio R. dos Santos3 & Mauro K. Kobayashi3

 

Resumo: A classificação da água para fins de irrigação geralmente é baseada apenas nos teores individuais dos seus íons ou na sua salinidade total em função da condutividade elétrica. Entretanto, uma classificação que leve em consideração a relevância da condutividade elétrica de cada íon da água, esclarece melhor a origem de sua salinidade. A partir de características físico-químicas da água de poços tubulares da região de Janaúba e Jaíba, Norte do Estado de Minas Gerais, realizou-se um estudo de classificação da água de irrigação e analise da contribuição de sua composição iônica na salinidade total, utilizando a regressão linear múltipla, com seleção por etapa pelo método Stepwise. Com base nos teores médios de Ca, Mg, Na e Cl a água da região de Janaúba e Jaíba é indicada para irrigação, desde que utilizem alternativas de manejo. Os teores de Na na água por si só não oferecem riscos de sodicidade. Mas, os teores de HCO3 na água superiores aos de Ca e Mg, pode interferir na relação de adsorção de sódio. A água da região é classificada como de médio a alto risco de salinização dos solos, podendo ser usada sempre que houver um grau moderado de lixiviação e drenagem adequada. Apesar dos elevados teores de HCO3 na água, os teores de Ca, Mg e Cl contribuem em maiores proporções no incremento da salinidade total. Os valores de potencial osmótico estimados são um indicativo da necessidade de uso adequado da água de irrigação.

Palavras-chave: composição iônica, salinidade, qualidade da água, regressão linear múltipla

 

Abstract: The classification of water for irrigation purposes is usually based only on their individual levels ions or in its total salinity according to the electrical conductivity. Meanwhile, a classification that takes into account the relevance of each ion in solution in the electrical conductivity of the water, better explains the origin of its salinity. From physical-chemical characteristics of water tubular wells in the region of Janaúba and Jaíba, North of the state of Minas Gerais, was carried out a study of classification of the irrigation water and analysis of the contribution of ionic composition in total salinity, using multiple linear regression with selection for step by Stepwise method. Based on the average levels of Ca, Mg, and Cl the water of the region of Janaúba and Jaíba is indicated for use in irrigation, from using alternative management. The levels of Na in water alone do not offer risks of sodicidade. But the levels of HCO3 in the water higher than Ca and Mg, may interfere with the relationship of sodium adsorption. The water of the region is classified as a medium to high risk of salinization of the soil and can be used whenever there is a moderate degree of leaching and adequate drainage. Despite high levels of HCO3 in the water, the levels of Ca, Mg and Cl contribute in larger proportions in increasing the total salinity. The average values of osmotic potential estimated are an indicative of the need for use adequate of irrigation water.

Key words: ionic composition, salinity, water quality, multiple linear regression

 

1 Doutor em Engenharia Agrícola, DEG/UFLA
2 Professor Adjunto, DEG/UFLA
3 Professor Adjunto, DCA/UNIMONTES

 

Literatura Citada

ANDRADE JUNIOR, A.S. de; SILVA, E.F. de F. e; BASTOS, E.A.; MELO, F. de B.; LEAL, C.M. Uso e qualidade da água subterrânea para irrigação no semiárido piauiense. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.10, n.4, p.873-880, 2006.

AYERS, R.S.; WESTCOT, D.W. A qualidade da água na agricultura. Campina Grande: UFPB, 1991. 218p. (FAO. Estudos de Irrigação e Drenagem, 29, rev. 1)

CAMPBELL, R.B.; BOWER, C.A.; RICHARDS, L.A. Change of electrical conductivity with temperature and the relation of osmotic pressure to electrical conductivity and concentration for soil extracts. Soil Science Society of America Journal. v.13, p.66-69, 1949. doi

CUSTODIO, E.; LLAMAS, M.R. Hidrologia subterrânea. 2. ed. Barcelona: Omega, 1983. 1200p.

DOORENBOS, J.; KASSAM, A.H. Efeitos da água no rendimento das culturas. Estudo FAO, Irrigação e Drenagem 33. Tradução GHEYI, H.R.; SOUZA, A.A. de; DAMASCENO, F.A.V.; MEDEIROS, J.F. de. Campina Grande: UFPB, 1994. 306p.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação do Solo. Manual de métodos de análise de solo. 2.ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 1997. 212p.

FERREIRA, D.F. Programa de análises estatísticas (statistical analysis software) e planejamento de experimentos - SISVAR 5.0 (Build 67). DEX/ UFLA, Lavras, 2003.

HOLANDA, J.S. de; AMORIM, J.R.A. de. Qualidade da água para irrigação. In: GHEYI, H.R.; QUEIROZ, J.E.; MEDEIROS, J.F. de. Manejo e controle da salinidade na agricultura irrigada. Campina Grande: UFPB, 1997. cap.5, p.137-169.

LEMOS FILHO, L.C. de A.; CARVALHO, L.G. de; EVANGELISTA, A.W.P.; CARVALHO, L.M.T. de; DANTAS, A.A.A. Análise espaço-temporal da evapotranspiração de referência para Minas Gerais. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.31, n.5, p.1462-1469, set./out., 2007.

LIMA, L.A. Efeitos de sais no solo e na planta. In: GHEYI, H.R.; QUEIROZ, J.E.; MEDEIROS, J.F. de. Manejo e controle da salinidade na agricultura irrigada. Campina Grande: UFPB, 1997. cap.4, p.113-136.

MACÊDO, L. de S.; SANTOS, J.B. dos. Efeito da aplicação de água salina sobre os solos irrigados na Bacia Sucuru/Sumé, PB. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.27, n.6, p.915-922, jun. 1992.

MAIA, C.E.; MORAIS, E.R.C. de; OLIVEIRA, M. de. Classificação da composição iônica da água de irrigação usando regressão linear múltipla. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.5, n.1, p.55-59, 2001.

NUNES FILHO, J.; SOUZA, A.R. de; SÁ, V.A. de L. e; LIMA, B.P. Relação entre a concentração de íons e a salinidade de águas subterrâneas e superficiais, visando à irrigação, no sertão de Pernambuco. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.4, n.2, p.189-193, 2000.

NUNES, W.A.G. de A.; KER, J.C.; NEVES, J.C.L.; RUIZ, H.A.; FREITAS, G.A.; BEIRIGO, R.M. Qualidade da água de irrigação de poços tubulares e do rio Gorutuba na região de Janaúba-MG, Irriga, Botucatu, v.10, n.4, p.403-410, nov./dez., 2005.

OLIVEIRA, S.L. de; BORGES, A.L.; COELHO, E.F.; COELHO FILHO, M.A.; SILVA, J.T.A. da. Uso da irrigação e da fertirrigação na produção integrada de banana no Norte de Minas Gerais. (Circular Técnica 77), Cruz das Almas: Embrapa, p.1-7, dez., 2005.

PEIXOTO, C.A. de M.; ESCONDINO, P.C.B.; MARQUES, A.F.S.M. Água subterrânea para irrigação na região cárstica do Norte de Minas Gerais e Sul da Bahia – Discussão preliminar. Revista Irrigação e Tecnologia Moderna, Brasília, n.86, p.11-17, 1986.

RIBEIRO, G.M.; MAIA, C.E.; MEDEIROS, J.F. de. Uso da regressão linear para estimativa da relação entre a condutividade elétrica e a composição iônica da água de irrigação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.9, n.1, p.15-22, 2005.

RICHARDS, L.A. Diagnosis and improvement of saline and alkali soils. Washington D.C.: U.S. Salinity Laboratory., 1954. 160p. (USDA. Agriculture Handbook, 60).

RODRIGUES, J.O.; ANDRADE, E.M. de; CRISÓSTOMO, L.A.; TEIXEIRA, A. dos S. Modelos da concentração iônica em águas subterrâneas no Distrito de Irrigação Baixo Acaraú. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v.38, n.4, p.360-365, out./dez., 2007.

SILVA JUNIOR, L.G.A.; GHEYI, H.R.; MEDEIROS, J.F. de. Composição química de águas do cristalino do Nordeste brasileiro. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.3, n.1, p.11-17, 1999.

SILVA, E.B.; RODRIGUES, M.G.V.; SANTOS, J.O. Estado nutricional de um bananal irrigado com água subterrânea. In: Simpósio Norte Mineiro Sobre a Cultura da Banana, 1., 2001, Nova Porteirinha. Anais... Nova Porteirinha: EPAMIG, 2001. p.203-217.

SILVA, J.T.A. da; CARVALHO, J.G. de. Propriedade do solo, estado nutricional e produtividade de bananeiras ‘Prata anã’ (AAB) irrigadas com águas calcárias. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.28, n.2, p.332-338, mar./abr., 2004.

UCCC – University of California Committee of Consultants. Guidelines for interpretation of water quality for agriculture. Davis: University of California, 1974. 13p.

VILLAS BÔAS, R.L.; BOARETTO, A.E.; WITTI, G.C. Aspectos da fertilização. In: Simpósio Brasileiro Sobre Fertilizantes Fluidos. Piracicaba: Potafos, p.284-308, 1994.