Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Mudas de Coffea canephora Cultivadas Sombreadas e e Pleno Sol

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v18n03a04

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Sandro D. Tatagiba1, Eduardo A. Santos2, José E. M. Pezzopane3 & Edvaldo F. dos Reis4

 

Resumo: O café conilon (Coffea canephora) é uma cultura de grande importância na agricultura brasileira e ocupa posição de destaque entre os produtos de exportação. Atualmente no Brasil existem poucos estudos sobre a produção e o crescimento de mudas de café em sistemas sombreados e a pleno sol. Dessa forma, sugeriu-se neste trabalho estudar o crescimento e produção de mudas de café conilon em ambientes sombreados e a pleno sol. O experimento foi montado no esquema de delineamento inteiramente casualizado, em parcelas subdivididas no tempo (40, 80 e 120 dias), utilizando-se 10 repetições para as características diâmetro do coleto e altura das mudas e 3 repetições para área foliar, relação raiz/parte aérea, matéria seca total (Parte aérea e raiz). Os tratamentos foram constituídos dos seguintes níveis de sombreamento: 0% (Pleno sol); 22%; 50% e 88% de sombreamento. Entre as características avaliadas apenas o diâmetro do coleto não foi influenciado pelo sombreamento, nas demais características avaliadas os maiores valores foram encontradas para o nível de 88% de sombreamento no final do experimento. De acordo com os resultados encontrados, observamos que o nível de 88% de sombreamento contribuiu para o maior crescimento vegetativo das plantas do café conilono.

Palavras-chave: café conilon, crescimento, sombra, viveiro

 

Abstract: The conilon coffee (Coffea canephora) is a greatly important crop in the Brazilian agriculture. It occupies distinguishable position among the export products, besides contributing for the job in field. In Brazil, there are few studies on production and growth of seedlings of coffee in full sun and shade systems. The experiment was mounted in the entirely randomized design in split plot in time (40, 80 and 120 days), using 10 repetitions for the characteristics of stem diameter and height, and 3 repetitions for leaf area, relation root/aerial part, total dry matter (Aerial part and root). The treatments consisted of the following levels of shading: 0% (Full sun), 22%, 50% and 88% shading. Among the characteristics evaluated only the stem diameter was not influenced by shading, in the other characteristics assessed the highest values were found for the level of 88% of shading the end of the experiment. According to these results, we observed that the level of 88% of shading contributed to the increased vegetative growth of coffee plants.

Key words: Coffea canephora, growth, shadow, nursery

 

1 Eng. Agrônomo, doutorando do Programa de Pós-Graduação em Fisiologia Vegetal (Ciências Agrárias). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa - MG. CEP: 36570-000. Email: sandrodantatagiba@yahoo.com.br
2 Eng. Agrônomo, MSc. em Física do Ambiente Agrícola. Universidade de São Paulo, Piracicaba - SP. CEP: 13418-900. Email: eduasantos@hotmail.com
3 Eng. Florestal, professor adjunto, Departamento de Engenharia Florestal, UFES. Centro de Ciências Agrárias (CCA-UFES), Alegre- ES. CEP: 29500-000. Email: jemp@cca.ufes.br
4 Eng. Agrícola, professor associado, Departamento de Engenharia Rural, UFES. Centro de Ciências Agrárias (CCA-UFES), Alegre- ES. CEP: 29500-000. Email: edreis@cca.ufes.br

 

Literatura Citada

ALMEIDA, L.S. DE; MAIA, N.; ORTEGA, A.R.; ÂNGELO, A.C. Crescimento de mudas de jacarandá puberula cham. em viveiro, submetidas a diferentes níveis de luminosidade. Ciência Florestal, v.15 n.3, p 323-329, 2005.

ATROCH, E. M. A. C.; SOARES, A,M.; ALVARENGA, A.A. DE; CASTRO, E.M. Crescimento, teor de clorofilas, distribuição de biomassa e características anatômicas de planas jovens de Bauhinia forficata Link submetidas a diferentes condições de sombreamento. Ciência e Agrotecnologia, v.25, n.4, p.853-862, 2001.

BRAUN, H.; ZONTA, J. H.; SOARES, S. L. J.; REIS, E.R. Produção demudas de cafpe conilon propagadas em diferentes níveis de sombreamento. Idesia, Taparacá, v.25, n.3, p.85-91, 2007.

CAMPANHA, M.M.; SANTOS, R. H. S.; FREITAS,G. B de; MARTINS, H. E. P.; GARCIA, S. L. R.; FINGER. F. L. Growth and yield of cofee plants in agroforestry and monoculture systems in Minas Gerais, Brazil. Agroforestry systems, Dordrecht, v.63, p.75 -82, 2004.

CARELLI, M.L.C.; FAHL, J.I; TRIVELIN, P. C. O.; VOLTAN, R. B. Q. Carbon isotope discrimination and gas exchange in coffee species grown under different irradiance regimes. Revista Brasileira de Fisiologia Vegetal, Campinas, v.11, n.2, p.63 –68,1999.

CARELLI, M. L. C. ; FAHL, J. I. ; Alfonsi, E.L. . Efeitos de níveis de sombreamento no crescimento e produtividade do cafeeiro. In: II Simpósio de Pesquisa dos cafés do Brasil, 2001, Vitória. Resumos... Brasília : Embrapa café, 2001. p.16.

CONAGIN, C. H. T. M.; MENDES, A. J. T. Pesquisas citológicas e genéticas em três espécies de Coffear, autoincompatibilidade em Coffea canephora. Bragantia, v.20, p.787-804,1961. doi

ENGEL, V. L. 1989. Influência do sombreamento sobre o crescimento de mudas de essências nativas, concentração de clorofila nas folhas e aspectos de anatomia. Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiróz”, Piracicaba, 202 p. (Dissertação de Mestrado).

FAHL, J.I., CARELLI, M.L.C. 1994. Influência do sombreamento nas características fisiológicas envolvidas no crescimento de espécies de coffea. In: Simpósio Internacional sobre Café Adensado, Londrina, Anais... Londrina: IAP, 1994. p.289-290.

FAHL, J. I.; CARELLI, M. L. C.; VEGA, J.; MAGALHÃES, A. C. Nitrogen and irradiance levels affecting net photosynthesis and growth of young coffee plants (coffea arabica L.). Journal of Horticultural Science, Ashford, v.69, p.161-169, 1994.

FREITAS, R. B.; OLIVEIRA, L. E. M.; FILHO, N. D.; SOARES, A.M. Influência de diferentes níveis de sombreamento no comportamento fisiológico de cultivares de café (Coffea arábica L.). Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.27, n.4, p.804-810, 2003.

FORNAZIER, M. J.; MARTINS, D. S. Controle, via solo, da cochonilha da roseta em café conilon irrigado, no estado do Espírito Santo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISAS CAFEEIRAS, 29., 2003, Araxá- MG. Anais… Araxá-MG: MMA/PROCAFÉ, 2003, p.43-45.

KOZLOWSKI, T.; KRAMER, P.J.; PALLARDY, S.G. 1991. The physiological ecology of woody plants. London: Academic Press, 657p.

KUMAR, D., TIESZEN, L.L. Photosynthesis in Coffea arabica. Effects of light and temperature. Experimental Agriculture, Cambridge, v.16, n.1, p.13-19, 1980. doi

MATIELLO, J.B.; DANTAS, F.A.S.; CAMARGO, A.P. DE; RIBEIRO, R.N.C. 1989. Níveis de sombreamento em cafezal na região serrana de Pernambuco: parte III. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISAS CAFEEIRAS, 15, 1989, Maringá, PR. Anais.... Rio de Janeiro: IBC, p.182.

MORAES NETO, S.P.;GONÇALVES, J.L. DE M.; TAKAKI, M.; CENCI, S.; GONCALVES, J. C. Crescimento de mudas de algumas espécies arbóreas que ocorrem na Mata Atlântica em função do nível de luminosidade. Revista Árvore, Viçosa, v. 24, n.1, p.35-46, 2000.

PAIVA, L.C.; GUIMARÃES, R.J.; Souza, C.A.S. Influência de diferentes níveis de sombreamento sobre o crescimento de mudas de cafeeiro (Coffea arábica l.). Ciência e Agrotecnologia, Lavras. v.27, n.1, p.134 -140, 2003.

PARTELLI, F.L.; VIEIRA, H.D.; SANTIAGO, A.R.; BARROSO, D.G. Produção e desenvolvimento radicular de plantas de café ‘Conilon’ propagadas por sementes e por estacas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.41, n.6, p.949-954, 2006. doi

PAULINO, A.J.; MATIELLO, J.B.; PAULINI, A.E. 1985. Produção de mudas de café conilon por estacas. Rio de Janeiro, RJ: MIC/IBC/GERCA, 12p.

RICCI, M. DOS S. F.; COSTA, J.R.; PINTO, A.N.; SANTOS, V.L. DA S. Cultivo orgânico de cultivares de café a pleno sol e sombreado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.41, n.4, p.569-575, 2006. doi

RODRIGUEZ, L. A.; OROZCO,V.; VELASCO,E.; MEDINA,R.; VERDECIA, J.; FONSECA, I. Niveles óptimos de radición solar y sú relación com el crecimiento vegetativo, desarrollo foliar y la productividad del cafeto (Coffea arábica L.). Cultivos Tropicales. La Habana, v.20, n.4, p.45-49, 1999.

TAIZ, L.; ZEIGER E. Fisiologia vegetal. 3. ed. Porto Alegre: Artemed, 2004. 719p.