crosscheckdeposited

Levantamento das Propriedades Morfométricas da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Vermelho com o Uso de Geoprocessamento

DOI: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801/gst.v8n2p103-109

http://rioverde.ifgoiano.edu.br/periodicos/index.php/gst/index 

downloadpdf

José O. Melo Neto1 & Carlos R. Mello1

 

Resumo: As características de forma e relevo de uma bacia hidrográfica são preponderantes na distribuição espacial da água na superfície, afetando diretamente os processos de infiltração e escoamento da mesma. A proposta deste trabalho foi levantar as características morfométricas da bacia hidrográfica do Ribeirão Vermelho (BHRV), a fim de identificar o padrão de drenagem e suas relações com o relevo e como estes influenciam o regime hídrico da referida bacia, empregando técnicas de geoprocessamento. Foram utilizadas cartas topográficas da área de estudo para a confecção de mapas de declividade e hipsométrico além de calcular os índices: fator de forma, compacidade, circularidade, densidade de drenagem, densidade de rios, extensão do escoamento superficial e declividade média do Ribeirão Vermelho. Os resultados do levantamento das propriedades morfométricas indicam uma baixa suscetibilidade da bacia a picos de enchentes, favorecendo o processo de infiltração da água em detrimento do processo de escoamento superficial.

Palavras-chave: SIG, análise ambiental, escoamento superficial

 

Abstract: The characteristics of shape and relief of a watershed are preponderant in the spatial distribution of water on the surface, affecting directly the processes of infiltration and runoff. The purpose of this study was to gather the morphometric characteristics at Ribeirão Vermelho Watershed (RVW) with the aim of identify the drainage pattern and its relation to the relief, and how these drainage pattern affect the water regime of the watershed using GIS techniques. Topographic charts of the area of study were used to make slope and hypsometric maps, in addition to calculate the indexes: shape factor, compactness, circularity, drainage density, river density, length of runoff and average slope of the Ribeirão Vermelho. The results of the survey about the morphometric properties indicate a low susceptibility of the watershed with flood peaks, favoring the infiltration of water to the detriment of the process of runoff.

Key words: GIS, environmental analysis, runoff.

 

1 Universidade Federal de Larvras – UFLA. *E-mail: joseneto_86@hotmail.com. Autor para correspondência

 

Literatura Citada

ALVES, J. M. P.; CASTRO, P. T. A. Influência de feições geológicas na morfologia da bacia do rio Tanque (MG) baseada no estudo de parâmetros morfométricos e análise de padrões de lineamentos. Revista Brasileira de Geociências, v. 33, p. 117-127, 2003.

ARAÚJO, E. P. de; TELES, M. G. L.; LAGO, W. J. S. Delimitação das bacias hidrográficas da Ilha do Maranhão a partir de dados SRTM. In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 24., 2009, Natal. Anais..., 2009. p. 4631 – 4638.

BRASIL Lei n. 9.433. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em 30 de novembro de 2014.

CARDOSO, A. C.; DIAS, H. C. T.; SOARES, C. P. B.; MARTINS, S. V. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do Rio Debossan, Nova Friburgo - RJ. Árvore, v. 30, p.241-248. 2006.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. São Paulo: Edgard Blücher, 1980.

CURTARELLI, M. P. SIG aplicado à caracterização morofmétrica de bacias hidrográficas – estudo de caso da bacia hidrográfica do rio Cubatão do Sul – Santa Catarina/Brasil. In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 24., 2009, Natal. Anais..., 2009, p. 4693-4699.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos. In: Reunião Técnica de Levantamento de Solos, 10., 1979, Rio de Janeiro, p. 83.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cartas topográficas. Disponível em http://www.ibge.gov.br . Acesso em 20 de novembro de 2014

LIMA, W.P.; ZAKIA M.J.B. Hidrologia de matas ciliares. In: RODRIGUES; R.R.; LEITÃO FILHO; H.F. Matas ciliares: conservação e recuperação. 2. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2000. p. 33-43.

MELO NETO, J. O.; GUIMARÃES, D. V.; CHAGAS, R. M.; MÉLLO JÚNIOR, A. V. Caracterização da influência do componente morfológico no regime hídrico da bacia hidrográfica do Rio Jacarecica-SE. In: Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe, 5., 2012, Aracaju, Anais..., Aracaju, 2012, p.1-5.

MOULTON, T. P.; SOUZA, M. L. Conservação com base em bacias hidrográficas. In: BERGALLO, H.G. Biologia da conservação. Rio de Janeiro: EUERJ, 2006. 25 p.

OLIVEIRA, P. T. S.; SOBRINHO, T. A.; STEFFEN, J. L.; RODRIGUES, D.B.B. Caracterização morfométrica de bacias hidrográficas através de dados SRTM. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 14, p. 819-825, 2010.

RODRIGUES, F. M.; PISSARRA, T. C. T.; CAMPOS, S. Caracterização morfométrica da microbacia hidrográfica do Córrego da fazenda Glória, município de Taquaritinga, SP. Irriga, 13, p. 310-322, 2008.

STRAHLER, A. N. Quantitative analysis of watershed geomorphology. Transform. American Geophysical, 248, p. 65-68, 1957.

TEODORO, V. L.; TEIXEIRA, D.; COSTA, D. J. L.; FULLER, B. B. O Conceito de Bacia Hidrográfica e a Importância da Caracterização Morfométrica para o Entendimento da Dinâmica Ambiental Local. Revista UNIARA, 20, p. 137-156, 2007.

TUCCI, C. E. M. Hidrologia, ciências e aplicação. Porto Alegre: UFRGS/ABRH, 2007.