Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Traumas Dentários em Escolares de 8 a 14 Anos na Escola Monte Castelo / Passo Fundo-RS

DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2238-510X/j.oralinvestigations.v3n2p13-18

https://seer.imed.edu.br/index.php/JOI/index 

downloadpdf

Aline B. da Silva1 & Michele de C. Ferreira1

  

Resumo: Introdução: Traumatismos dentários são injúrias frequentes relacionadas a crianças na fase escolar, porém sua forma de tratamento ainda gera muitas dúvidas. Objetivo: Avaliar a prevalência de traumas dentários em escolares de ensino fundamental através da aplicação de questionários e exames clínicos. Metodologia: os questionários foram respondidos pelos pais dos alunos previamente e os exames clínicos foram realizados por um examinador, auxiliado por um anotador. Foram examinadas 93 crianças com idade de 8 a 16 anos. Resultados: a prevalência de traumatismo dentário foi de 32,6%, com maior ocorrência de trauma enquanto as crianças estavam brincando, e em poucos casos houve alteração de cor do dente afetado. A fratura de esmalte foi o principal tipo de trauma encontrado. Meninos apresentaram maior frequência de traumas do que meninas, mas esta diferença não foi significativa (p>0,05). Cerca de metade das crianças e adolescentes com trauma não realizaram tratamento imediato. Conclusão: a prevalência de traumas dentários em escolares do ensino fundamental é alta. 

Palavras-chave: Fraturas dentais, Traumatismo dental, Coroas

 

Abstract: Introduction: Dental injuries are very common injuries related to children at school age, but his form of treatment still causes many questions. Objectives: This study aimed to assess the prevalence of dental trauma in students from elementary school through questionnaires and clinical examinations. Metodology: The questionnaires were completed by parents of students previously. Clinical examinations were performed by one examiner, aided by an assistant. 93 children aged 8-16 years were examined. Results: The prevalence of dental injuries was 32.6%, with a higher incidence of trauma while the children were playing, and in a few cases there was discoloration of the affected tooth. The enamel fracture was the main type of trauma encountered. Boys had a higher frequency of injuries than girls, but this difference was not significant (p> 0.05). About half of children and adolescents with trauma did not undergo treatment. Conclusion: What is the high prevalence of dental trauma in primary schools it is concluded.

Key words: tooth injuries, tooth fractures, crowns

 

1 Faculdade Meridional, Passo Fundo – RS / Brasil E-mail: aline.borges.s@hotmail.com Cidade: Selbach/RS

 

Literatura Citada

Granville-Garcia AF, Lima EM, Santos PG, Menezes VA. Avaliação do conhecimento dos professores de educação física de Caruaru-PE sobre avulsão- reimplante. Pesq Bras Odontoped Clin Interg. 2009; 7: 15-20. https://doi.org/10.4034/1519.0501.2007.0071.0003

Traebert J, Almeida ICS, Garghetti C, Marcenes W. Prevalência, necessidade de tratamento e fatores predisponentes do traumatismo na dentição permanente de escolares de 11 a 13 anos de idade. Cad. Saúde Pública. 2004; 20: 403-10. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2004000200007

Traebert J, Marcon KB, Lacerda JT. Prevalência de traumatismo dentário e fatores associados em escolares do município de Palhoça (SC), Ciência e Saúde Coletiva. 2010; 15: 1849-55. https://doi.org/10.1590/S1413-81232010000700098

Marturelli R, Cavalcanti NM, Souza FB, Porto POB, Silva CHV. Alternativa estética para reconstrução de dentes anteriores fraturados. Stomatos. 2007; 13: 123-130.

Sanabe ME, Cavalcante LB, Coldebella CR, Lima FCBA. Urgência em traumatismo dentário: classificação, característica e procedimentos. Rev Paul Pediatr. 2009; 27: 447-51. https://doi.org/10.1590/S0103-05822009000400015

Sousa DL, Neto JJSM, Gondim JO, Bazerra Filho JG, Prevalência de trauma dental em crianças atendidas na Universidade Federal do Ceará. Odontociênc. 2008; 23: 355-59.

Garbin CAS, Rovida TAS, Peruchini LFD, Martins RT. Conhecimento sobre saúde bucal e práticas desenvolvidas por professores do ensino fundamental e médio. RFO. 2013; 18: 321-27.

Moura LFAD, Ferreiraii DLA, Meloii CP, Sadyii MCLM, Mouraiii MS, Mendesiii RF, Mouraiv WL. Prevalência de Injúrias Traumáticas em Crianças Assistidas na Clinica Odontológica Infantil da Universidade Federal do Piauí, Brasil Pesq. Bras. Odontoped. Clin. Integr. 2008; 8: 341-45. https://doi.org/10.4034/1519.0501.2008.0083.0015