Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Micronúcleos em Fumantes e Etilistas

DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2238-510X/j.oralinvestigations.v3n2p42-45

https://seer.imed.edu.br/index.php/JOI/index 

downloadpdf

Fabíola J. Barbon1, Paula Wiethölter2, Alessandra Burille3, Daiane Casarin3, Caroline Solda4, Ricardo A. Flores2 & Clarice E. S. Sabadin5

  

Resumo: Os micronúcleos são fragmentos de DNA que se separam do núcleo resultando em instabilidade celular. O seu aparecimento pode estar associado a exposição a substâncias genotóxicas, tais como o álcool e o cigarro. O objetivo deste trabalho foi avaliar, em uma população ao acaso, se a exposição social a estes fatores implicaria na formação de micronúcleos. Para isso, foram coletadas células da mucosa oral de sujeitos entre 18 e 83 anos. Os resultados das análises celulares foram associados às informações fornecidas pelos sujeitos em seus respectivos prontuários odontológicos. Os resultados demonstraram que 100% dos sujeitos que apresentaram micronúcleos eram fumantes e/ou etilistas. Entretanto, entre os sujeitos não fumantes e não etilistas, 17% também apresentaram micronúcleos, indicando que outros fatores poderiam ser responsáveis pelo desenvolvimento destas alterações nestes sujeitos. Nossos resultados indicam que o consumo destas substâncias parece representar uma condição necessária para promover a instabilidade celular, porém não suficiente, pois outros fatores também podem estimular a sua formação.

Palavras-chave: Micronúcleo, mucosa bucal, tabaco, alcoolismo.

 

Abstract: Micronuclei are DNA fragments that separate from cell nucleus resulting in cell instability. Its appearance may be associated with exposure to genotoxic substances such as alcohol and cigarettes. The objective of this study was to evaluate, in a population at random, if the exposure to these factors implies in formation of micronuclei. For this, mouth mucosal cells were sampled from people between 18 and 83 years old. The results of cell analyzes were associated with the information provided by the individuals in their dental records. The data showed that 100% of the persons with micronuclei were smokers and/or alcoholics. However, among non-smoking subjects and non-alcoholic, 17% also had micronuclei, indicating that other factors could be responsible for the development of these changes in these subjects. Our results indicate that use of these substances appears to represent a necessary condition to promote cell instability, but other factors may also stimulate micronuclei formation.

Key words: micronuclei, mouth mucosa, tabacco, alcoholism

 

1 Cirurgiã dentista, aluna de especialização CEOM e mestranda na Universidade Federal de Pelotas UFPEL
2 Docente da Escola de Odontologia da Faculdade Especializada na Área da Saúde do Rio Grande do Sul (FASURGS), Passo Fundo, RS, Brasil
3 Acadêmica da Escola de Odontologia da Faculdade Meridional (IMED), Passo Fundo, RS, Brasil
4 Cirurgiã-dentista e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Odontologia da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).
5 Docente da Escola de Odontologia da Faculdade Meridional (IMED), Passo Fundo, RS, Brasil

 

Literatura Citada

Martins KF, Filho, J.B. Determinação da freqüência de micronúcleos e outras alterações nucleares em células da mucosa bucal de indivíduos não-fumantes e fumantes, Rev Fac Ciênc Méd 2003; 5: 43-53.

Setúbal, AMG, Reis SRA, Robinson WM, Borges- Osório MR. Micronúcleo: um importante marcador biológico intermediário na prevenção do câncer bucal, Rev Odonto Ciência- Fac.Odonto/ PUCRS 2005; 20: 137-41.

Melo Junior MRM, Araujo Filho JLS, Telles MAS, Pontes Filho NT. Avaliação Histomorfométrica de Micronúcleos e Colágeno como Métodos Adicionais no Diagnóstico Diferencial de Neoplasias Cutâneas, Arquiv Ciênc Saúde 2009; 16: 48-50.

Campos LMFR, Dias FL, Antunes LMG, Murta EFC. Prevalence of micronuclei in exfoliated uterine cervical cells from patients with risk factors for cervical cancer. Med J 2008; 126: 323-8. https://doi.org/10.1590/s1516-31802008000600006

Mendes CF, Gardinalli Filho G, Furoni RM, Miranda LVV, Bosquini Filho J, Sampaio Neto LF. Micronúcleos em células do colo uterino em mulheres HIV+ segundo sua condição de imunidade. Rev Bras Ginecol Obstet 2011; 33: 305-9. https://doi.org/10.1590/S0100-72032011001000006

Misulis KE, Head TC. Netter Neurologia Essencial, Edt. Elsevier 2008: 116-22.

Tolbert PE, Shy CM, Allen JW. Micronuclei and other nuclear anomalies in buccal smears: method development. Mutat Res 1992: 69–7. https://doi.org/10.1016/0165-1161(92)90033-I

Titenko-Holland N, Jacob RA, Shang N, et al. Micronuclei in lymphocytes and exfoliated buccal cells of postmenopausal women with dietary changes in folate. Mutat Res 1998: 101-14. https://doi.org/10.1016/S1383-5718(98)00104-1

Kignel S. Estomatologia: bases do diagnóstico para o clínico geral. São Paulo: Livraria Santos Editora; 2007. p.450.

Pereira CCT, Dias AA, Melo NS, Lemos Junior CA, Oliveira EMF. Abordagem do câncer da boca: uma estratégia para os níveis primário e secundário de atenção em saúde. Caderno Saúde Pública 2012; 28: 530-39.

Villalba JP. Odontologia e saúde geral. São Paulo: Livraria Santos Editora, 2008. p189.

Leite ANE, Guerra ENS, Melo NS. Fatores de risco relacionados com o desenvolvimento do câncer bucal: revisão. Rev. de Clín. Pesq. Odontol 2005; 1: 31-6.

Oliveira NFP, Planello AC, Andia DC, Pardo APS. Metilação de DNA e câncer. Revista Brasileira de Cancerologia 2010; 56: 493-99.

Silva MM, Silva VH. Envelhecimento: fator importante de risco para o câncer. Arq Med ABC 2005; 30: 11-8.