Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Flexibilidade das Vazões Mínimas de Referência com a Adoção do Período Trimestral1

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v19n03a07

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Demetrius D. da Silva2, Felipe de A. Marques3 & Alysson F. Lemos4

 

Resumo: Em alguns Estados do Brasil, o processo de outorga de uso de águas superficiais utiliza a vazão mínima de referência Q7,10, que é obtida com base no período anual de maior escassez hídrica. Este valor pode-se tornar restritivo em bacias onde há maior demanda de água e, por essa razão, o presente estudo buscou avaliar a sazonalidade na vazão mínima de referência Q7,10, com a consideração do período trimestral. A metodologia de regionalização de vazões utilizada foi a tradicional, proposta por Eletrobrás (1985), aplicada à bacia hidrográfica do rio São Francisco, a montante do reservatório de Três Marias. Os valores estimados das vazões mínimas de referência trimestrais foram comparados com as estimativas de vazões mínimas com base no período anual, evidenciando um aumento considerável na disponibilidade hídrica no primeiro e segundo trimestres. Os resultados demonstraram que a obtenção das vazões mínimas de referência, baseada em períodos trimestrais, proporcionou considerável aumento na disponibilidade hídrica, flexibilizando o processo de outorga de uso de água, principalmente nos períodos mais chuvosos do ano.

Palavras-chave: disponibilidade hídrica, sazonalidade na oferta, outorga

 

Abstract: In some Brazilian states, the grant for water use is based on the minimum stream flow of reference (Q7,10 ), which is calculated on the basis of the annual state of maximum water scarcity. This value can be restrictive in watersheds where the water demand is high. Thus the present study was done to evaluate the seasonality of the minimum Q7,10 on quarterly basis. Traditional method proposed by Eletrobrás (1985) for regionalization of stream flows was applied to the San Francisco river watershed, at Três Marias reservoir. The comparison of estimated values of the quarterly Q7,10 with the estimates of annual Q7,10, showed considerable increase of water availability in the first and second quarters. The results demonstrated that the calculating Q7,10 based on quarterly periods provides considerable increase in water availability, giving flexibility to grant water use mainly during the rainiest periods of the year.

Key words: water availability, sazonality on water availability, water grants of use

 

1 Trabalho financiado com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais – FAPEMIG
2 Eng. Agrícola, Doutor em Engenharia Agrícola, Bolsista do CNPq, DEA-UFV, Viçosa-MG, email: demetrius@ufv.br
3 Eng. Agrícola, Doutor em Engenharia Agrícola, UFT, Palmas-TO, email: marxfel@gmail.com
4 Eng. Agrícola, Mestre em Engenharia Agrícola, Ministério da Saúde, Brasília - DF, email: alyssonlemos@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

ANA - Agência Nacional de Águas. Disponibilidades e demandas de recursos hídricos no Brasil. Brasília – DF, mai. 2005.134p.

ANA - Agência Nacional de Águas. Outorga de direito de uso. Disponível em: <http://www.ana.gov.br/GestaoRecHidricos/Outorga/default2.asp>. Acesso em: 2 jul. 2006.

ANEEL - AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA. Inventário de estações fluviométricas. Superintendência de Estudos e Informações Hidrológicas (Coord.). Brasília- DF, 2001a.

ANEEL - AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA. Inventário de estações pluviométricas. Superintendência de Estudos e Informações Hidrológicas (Coord.). Brasília- DF, 310p, 2001b.

AZEVEDO, A.A. Avaliação de metodologias de regionalização de vazões mínimas de referência para a sub-bacia do rio Paranã. 2004. 101f. Dissertação (Mestrado em .Engenharia Agrícola..) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG. 2004.

BAENA, L.G.N. Regionalização de vazões para a bacia do rio Paraíba do Sul, a montante de Volta Redonda, a partir de modelo digital de elevação hidrologicamente consistente. 2002. 135f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, viçosa, MG. 2002.

CATALUNHA, M.J. Sistema integrado em rede para gestão do uso múltiplo da água e regionalização da Q7,10 para os períodos mensal, bimestral, trimestral e anual. 2004. 165fp. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG. 2004.

ELETROBRÁS – Centrais Hidrelétricas Brasileiras S.A. Metodologia pra regionalização de vazões. Rio de Janeiro- RJ, 1985. 202p.

EUCLYDES, H.P. et al. Regionalização hidrológica na bacia do Alto São Francisco a montante da barragem de Três Marias. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, Porto Alegre- RS, v.6, n.2. p.81-105, 2001.

EUCLYDES, H.P.; FERREIRA, P.A.; FARIA FILHO, R.F.R. Atlas digital das águas de Minas. Viçosa, MG: UFV, RURALMINAS, IGAM, 2005. 78p.

HAAN, C.T. Statistical methods in hidrology. 2. ed. Ames, Iowa: The Iowa State University, Press/ Ames, 1977. 378p.

MARQUES, F.A. Sistema multi-usuário de gestão de recursos hídricos. 2006. 112f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa. 2006.

RIBEIRO, C.B.M.; MARQUES F.A.; SILVA D.D. Estimativa e regionalização de vazões mínimas de referência para a bacia do rio Doce. Engenharia na Agricultura. Viçosa, MG, v.13, n.2, p.103-107, abr., 2005.

STEDINGER, J.R.; VOGEL, R.M.; FOUFOULAGEORGIOU, E. Frequency analysis of extreme events. In: MAIDMENT, D. R. Handbook of hidrology. New York: MacGraw Hill, 1992. p. 18.1 - 18.66.