Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Níveis de Ruído Emitidos por Diferentes Equipamentos em Um Laboratório de Análises de Alimentos

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v19n05a04

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Daniel M. Leite1, Haroldo C. Fernandes2, Arlene Gaspar3 & Lara S. Fernandes4

 

Resumo: Objetivou-se, com este trabalho, avaliar os níveis de ruídos emitidos por diferentes equipamentos utilizados em um laboratório de análise de alimentos. O trabalho foi conduzido no Laboratório Analítico de Alimentos e Bebidas (LAAB) do Departamento de Tecnologia de Alimentos (DTA) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Para medição dos níveis de ruído, foi utilizado um decibelímetro digital. Foram realizadas leituras de níveis de ruídos emitidos pelos equipamentos em um raio de afastamento a partir da origem da emissão até 7 metros de distância. O nível de ruído foi medido próximo ao ouvido do laboratorista. O nível de ruído emitido pelo triturador manteve-se acima dos valores permitidos pela norma em todas as distâncias avaliadas.

Palavras-chave: audição, avaliação, ergonomia

 

Abstract: The objective of this study was to evaluate the level of noise emitted by different equipments used in the food analysis laboratory of the Food Technology Department of the Federal Rural University of Rio de Janeiro. The data were collected with use of a digital decibel meter in the radial distances of up to 7 meters from the source, at the ear level of a laboratory technician. The noise emitted by the grinder-chopper was higher than the permitted standards at all distances.

Key words: hearing, evaluation, ergonomics

 

1 Lic. em Ciências Agrícolas, Mestrando em Engenharia Agrícola, DEA/UFV, Viçosa - MG. E-mail:daniel.mariano@ufv.br
2 Eng. Agrícola, D.Sc., Prof. Associado, DEA/UFV, Viçosa - MG. Email: haroldo@ufv.br
3 Veterinária, D.Sc., Prof. Adjunto DTA/UFRRJ, Seropedica - RJ. Email: arlene@ufrrj.br
4 Eng. de Alimentos, Mestranda em Engenharia Agrícola, DEA/UFV, Viçosa - MG. E-mail: lara.fernandes@ufv.br

 

Literatura Citada

ARAUJO, S.A. Perda auditiva induzida pelo ruído em trabalhadores de metalurgia. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. v. 68, n. 1, p. 47-52, 2002. doi

COSTA, E.A.E.; KITAMURA, S. Patologia do Trabalho Segundo Aparelho ou Sistema: órgãos dos sentidos. In: Mendes, R. (Org.). Patologia do Trabalho. Rio de Janeiro; Atheneu, 1995.

FERNANDES, J.C. Influência dos protetores na inteligibilidade da voz. 2002. 120p.

FERNANDES, J.C. Avaliação dos níveis de ruído em tratores agrícolas e seus efeitos sobre o operador. Botucatu: UNESP, 1991. 192p. Tese (Doutorado em Energia na Agricultura) – Faculdade de Ciências Agronômicas – Universidade Estadual Paulista, 1991.

FUNDACENTRO. NHO/01. Avaliação da exposição ocupacional ao ruído. São Paulo, 1999. 37 p.

GERGES, S.N.Y. Ruído: fenômenos e controle. Florianópolis, SC: UFSC. 1992. 660p.

GOLDMAN, C.F. Análise de acidentes de trabalho ocorridos na atividade da indústria metalúrgica e metal-mecânica no estado do Rio Grande do Sul em 1996 e 1997 – Breve interligação sobre o trabalho do soldador. 2002. 133f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS. 2002.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION, Genève. ISO 2204; Acoustic - Guide to International Standards on the measuremnt of airborne acoustical noise and evaluation of its effects on human being. Genève, 1979. 7 p.

LEITE, D.M. ; GASPAR, A.; CHAGAS, V.R.S.; COSTA, S.R.R. Avaliação da aplicação de sistema de gestão da qualidade em laboratório de pesquisa e análise de alimentos. Sistemas & Gestão, v.4, n.3, p.205-220, 2009.

LONGUI, F.C.; FERNANDES, L.S.; RINALDI, P.C.N. Níveis de ruído emitidos por diferentes equipamentos em uma fábrica de ração. Engenharia na Agricultura, Viçosa, v.17 n.6, p.446-453, 2009.

MINETTI, L.J.; SOUZA, A.P.; MACHADO, C.C.; FIEDLER, N.C.; BAÊTA, F.C. Avaliação dos efeitos do ruído e da vibração no corte florestal com motosserra. Revista Árvore. Viçosa, v.22, n.3, p.325-330, 1998.

NATIONAL INSTITUTE FOR OCCUPATIONAL SAFETY AND HEALTH (NIOSH). Criteria for a recommended standard: occupational noise exposure. Cincinnati, OH: U.S. Department of Health, Education, and Welfare, Health Services and Mental Health Administration. DHHS Publication n.98-126. 1998.

NORMA REGULAMENTADORA. NR 15 – Atividades e operações insalubres. Segurança e Medicina do Trabalho. Lei 6.514 de 22 de dezembro de 1977. São Paulo, 2002.

PMAC Exposição ao ruído; norma para a proteção de trabalhadores que trabalham em atividades com barulho. Revista Proteção. Rio de Janeiro, v.6, n.29, p.136-138, 1994.

SILVEIRA, J.C.M.; FERNANDES, H.C.; RINALDI, P.C.N.; MODOLO, A. J. Níveis de ruído em função do raio de afastamento emitido por diferentes equipamentos em uma oficina agrícola. Engenharia na Agricultura, Viçosa, v.15, n.1, p.66-74, 2007.

VIEIRA, S.D.G. Análise ergonômica do trabalho em uma empresa de fabricação de móveis tubulares. Estudo de caso. Florianópolis: UFSC, 1997. Dissertação (Mestrado em Engenharia) Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1997.