Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Produção Musical, Consumo Cultural  e Extensão Universitária

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/1983-7631/rt.v8n15p12-88

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/tec 

downloadpdf

Neylson J. B. F. Crepalde1

 

Resumo: O presente trabalho tem por objetivo apresentar o projeto de extensão “Produção de eventos artísticos” desenvolvido pelo curso de Música do CEUNIH contextualizando-o nas diretrizes educacionais nacionais e locais relativas à extensão. Apresento ainda os primeiros resultados de um programa de pesquisa em desenvolvimento no projeto. Utilizando o método análise de componentes principais (PCA) analisei os dados coletados criando algumas variáveis latentes que sintetizam as respostas do questionário relacionadas ao consumo de eventos artísticos em Belo Horizonte. Por fim, discuto algumas possibilidades da extensão universitária na área da educação musical.

Palavras-chave: Extensão universitária; produção de eventos artísticos; consumo de eventos artísticos; socioeconomia da arte; análise de componentes principais.

 

Abstract: This paper has the objective of presenting the university extension project “Artistic Events Production” developed by the Music Department of Izabela Hendrix Universitary Center and contextualize it in the national and local educational guidelines concerning university extension. I present also the first results of a research program in development inside the project. I analyzed the collected data using the principal components analysis (PCA) method creating some latent variables that synthetize the survey’s answers related to artistic events consumption in Belo Horizonte. Finally, I discuss some possibilities relating university extension and the field of musical education.

Key words: University extension; artistic events production; artistic events consumption; socioeconomy of art; principal components analysis.

 

1 Docente e coordenador do curso de Música. Doutorando em Sociologia pela Universidade Federal de Minas Gerais. neylson.crepalde@izabelahendrix.edu.br

 

Literatura Citada

BOURDIEU, Pierre; DARBEL, Alan. O amor pela arte: os museus de arte na Europa e seu público; tradução Guilherme João de Freitas Teixeira. 2 ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo; Porto Alegre: Zouk, 2007.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. Tradução Daniela Kern; Guilherme J. F. Teixeira. 2 ed. rev. Porto Alegre, RS: Zouk, 2013.

CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX. Regimento da Extensão Universitária. Belo Horizonte, MG. 2013. Disponível em <http://www.izabelahendrix.edu.br/novo/downloads/Normativa_Extensao__.pdf>. Acesso em 12/07/2015.

FELIPPE, Wanderley Chieppe, et al. (org.) Extensão nas instituições comunitárias de ensino superior: Referenciais para a construção de uma Política Nacional de Extensão nas ICES. Itajaí, SC: Editora UNIVALE, 2013. Disponível em <http://www1.pucminas.br/imagedb/documento/DOC_DSC_NOME_ARQUI20150309182334.pdf>. Acesso em 12/07/2015.

JEZINE, Edineide. As práticas curriculares e a extensão universitária. In: Congresso Brasileiro de Extensão Universitária, p.1-5, 2004.

KAISER, Henry F. The varimax criterion for analytic rotation in factor analysis. Psychometrika, 23, p. 187-200, 1958.

MINGOTI, Sueli Aparecida. Análise de dados através de métodos de estatística multivariada: uma abordagem aplicada. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

MOHR, John W.; WHITE, Harrison C. How to model an institution. In: Theory and Society, v. 37, n. 5, p. 485-512, 2008.Disponível em <http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.215.4029&rep=rep1&type=pdf>. Acesso em 12/07/2015.