Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Uniformidade de Distribuição de Água em Pivô Central

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v20n02a07

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Fernando F. da Cunha1, Gustavo H. S. Vieira2, José A. R. de Souza3, Rafael O. Batista4 & Marcelo R. Vicente5

 

Resumo: Dentre os sistemas de irrigação existentes, o pivô central merece destaque por ocupar grandes áreas e consumir um grande volume de água. Diante disso, a utilização de equipamentos mais eficientes é uma busca constante, havendo necessidade de melhoria das metodologias existentes para sua avaliação. A presente pesquisa busca propor uma nova metodologia para determinar a uniformidade de distribuição de água por pivôs centrais. Foram utilizadas áreas irrigadas de 40, 60, 80, 100 e 120 ha, e em cada uma delas, avaliados dez pivôs centrais. Os tratamentos foram compostos de: pluviômetros equidistantes com o coeficiente de uniformidade de Christiansen (CUC) calculado conforme Christiansen (1942), modificado por Heermann e Hein (1968) (Método 1); pluviômetros instalados de forma que cada um representasse uma área amostral de 0,5 ha com o CUC calculado conforme Christiansen (1942) (Método 2); e (Métodos 3, 4, 5, 6 e 7): idem método 2, porém com coletores instalados, de forma que cada um representasse área amostral de 1, 2, 3, 4 e 5 ha, respectivamente. Obteve-se a área adequadamente irrigada (AAI) para obtenção do coeficiente de regressão da reta para cada avaliação. A determinação da uniformidade de pivôs centrais pelo método 2 foi a metodologia que mais se relacionou com o conceito de AAI, seguida das metodologias 1 e 3. Para pivôs centrais de tamanhos de 40, 60, 80, 100 e 120 ha, recomendam-se testes de uniformidade com coletores representando áreas amostrais máximas de até 1,0; 1,1; 1,3; 1,4 e 1,6 ha, respectivamente.

Palavras-chave: área adequadamente irrigada, coeficientes de uniformidade, eficiência de irrigação, irrigação por aspersão

 

Abstract: Among the existing irrigation systems, central pivots occupy extensive areas and consumes large amount of water. Thus, there is a constant search for more efficient use of such equipment requiring improvement of existing evaluation methods. This study proposes a new method to evaluate the uniformity of water distribution by central pivots. Areas of 40, 60, 80, 100 and 120 ha irrigated with central pivots, totaling 50 systems were evaluated. The treatments were: pluviometers with the Christiansen Uniformity Coefficient (CUC) calculated according to Christiansen (1942) as modified by Heermann and Hein (1968) (Method 1), rain gauges installed to represent a sampling area of 0.5 ha with CUC calculated according to Christiansen (1942) (Method 2), the methods 3, 4, 5, 6 and 7, were same as Method 2, but with collectors installed to represent sample area of 1 , 2, 3, 4 or 5 ha, respectively. The area being adequately irrigated (ABAI) was calculated to obtain regression coefficient. The uniformity determined by method 2, most closely correlated with the concept of ABAI, followed by the methods 1 and 3. The pivots in 40, 60, 80, 100 and 120 ha size are recommended for testing uniformity with collectors representing sampling areas up to 1.0, 1.1, 1.3, 1.4 and 1.6 ha, respectively.

Key words: area being adequately irrigated, uniformity coefficient, irrigation efficiency, sprinkle irrigation

 

1 Engenheiro Agrônomo, Professor da UFMS/Chapadão do Sul-MS, fernando.cunha@ufms.br
2 Engenheiro Agrônomo, Professor do IFES/Santa Teresa-ES, ghsvieira@gmail.com
3 Engenheiro Agrícola, Professor do IFGO/Urutaí-GO, jarstec@yahoo.com.br
4 Engenheiro Agrícola, Professor da UFERSA/Mossoró-RN, eng.batista@gmail.com
5 Engenheiro Agrônomo, Professor do IFNMG/Salinas-MG, mrossivicente@gmail.com

 

Literatura Citada

BERNARDO, S.; SOARES, A.A.; MANTOVANI, E.C. Manual de Irrigação. 8.ed. Viçosa: UFV, 2008. 625p.

CAINELLI, V.H.; ROBAINA, A.D.; CARLESSO, R.; DOTTO, C.R.D. Desempenho e uniformidade da distribuição de água de um pivô central. Ciência Rural, Santa Maria, v.27, n.4, p.35-40, Jan./Mar., 1998.

CHRISTIANSEN, J.E. Irrigation by Sprinkling. Berkeley: California Agricultural Station, 1942. 124p. Bulletin, 670.

COSTA, M.B.; SILVA, J.G.F.; ESPINDULA NETO, D.; BOTREL, T.A. Uniformidade de aplicação de água e análise das irrigações por pivô central na fruticultura do mamão no município de Pinheiros, ES. In: SIMPÓSIO DO PAPAYA BRASILEIRO, 2, 2005, Vitória. Anais... Vitória: Gráfica Lisboa, 2005. p.394-396.

CUNHA, F.F.; ALENCAR, C.A.B.; VICENTE, M.R.; BATISTA, R.O.; SOUZA, J.A.R. Comparação de equações para cálculo da uniformidade de aplicação de água para diferentes sistemas de irrigação. Engenharia na Agricultura, Viçosa, v.17, n.5, p.404-417, Set./Out., 2009.

DANTAS NETO, J.; SILVA, J.C.S.; FARIAS, M.S.S.; FARIAS, C.H.A.; AZEVEDO, C.A.V. Desempenho do sistema de irrigação por aspersão, tipo pivô central rebocável. Irriga, Botucatu, v.14, n.4, p.481-491, Out., 2009.

DAVIS, J.R. Measuring water distribution from sprinklers. Transactions of the ASAE, Saint Joseph, v.9, n.1, p.94-97, Jan., 1966.

HEERMANN, D.F.; HEIN, P.R. Performance characteristics of self propelled center-pivot sprinkler irrigation system. Transactions of the ASAE, Saint Joseph, v.11, n.1, p.11-15, Jan., 1968.

HEINEMANN, A.B.; FRIZZONE, J.A.; PINTO, J.M.; FEITOSA FILHO, J.C. Influencia da altura do emissor na uniformidade de distribuição da água de um sistema tipo pivô central. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.33, n.9, p.1487-1491, Jan., 1998.

JALOTA, S.K.; SOOD, A.G.B.S.; CHAHAL, B.U. Crop water productivity of cotton (Gossypium hirsutum L.) - wheat (Triticum aestivum L.) system as influenced by deficit irrigation, soil texture and precipitation. Agricultural Water Management, New York, v.84, n.1, p.137-146, Jan., 2006. doi

KELLER, J.; BLIESNER, R.D. Sprinkle and Trickle Irrigation. New York: AVI Book, 1990. 652p. doi

LÓPEZ-MATA, E.; TARJUELLO, J.M.; JUAN, J.A.; BALLESTEROS, R.; DOMÍNGUEZ, A. Effect of irrigation uniformity on the profitability of crops. Agricultural Water Management, New York, v.98, n.1, p.190-198, Jan., 2010. doi

PAULINO, J.; FOLEGATTI, M.V.; ZOLIN, C.A.; SÁNCHEZ-ROMÁN, R.M.; JOSÉ, J.V. Situação da agricultura irrigada no Brasil de acordo com o Censo Agropecuário 2006. Irriga, Botucatu, v.16, n.2, p.163-176, Abr./Jun., 2011.

PEREIRA, L.S.; PAREDES, P.; EHOLPANKULOV, E.D.; INCHENKOVA, O.P.; TEODORO, P.R.; HORST, M.G. Irrigation scheduling strategies for cotton to cope with water scarcity in the Fergana Valley, Central Asia. Agricultural Water Management, New York, v.96, n.5, p.723-735, Mai., 2009.

PETERS, R.T.; EVETT, S.R. Automation of a center pivot using the temperature-time-threshold method of irrigation scheduling. Journal of Irrigation and Drainage Engineering, New York, v.134, n.3, p.286-291, Mar., 2008. doi

SAAD, A.M.; LIBARDI, P.L. Qualidade da irrigação controlada por tensiômetro em pivô central. Scientia Agrícola, Piracicaba, v.51, n.3, p.549-555, Set./Dez., 1994.

SILVA, E.M.; LIMA, J.E.F.W.; AZEVEDO, J.A.; RODRIGUES, L.N. Proposição de um modelo matemático para a avaliação do desempenho de sistemas de irrigação. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.39, n.8, p.741-748, Ago., 2004.