Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Adaptação do Método de Classificação Ergonômica de Tratores Florestais Utilizados na Colheita para Colhedoras de Cana-de-Açúcar

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v20n03a02

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Carlos E. S. Volpato1, Luis A. de B. Andrade2, Carla B. da Silva3 & Jackson A. Barbosa4

 

Resumo: O presente trabalho teve como objetivo realizar uma avaliação ergonômica de uma colhedora de cana-de-açúcar pertencente à Usina da Barra, localizada no município de Barra Bonita, estado de São Paulo, em janeiro de 2007. A avaliação ergonômica foi conduzida na colhedora que apresentou a melhor produtividade na safra de 2006/2007, com base no manual Ergonomic Guidelines for Forest Machines. A melhor classificação ergonômica da colhedora (A) foi atribuída aos itens cabine, assento do operador e manual do operador. O item acesso ao posto de trabalho foi o único a ser incluído na classe C. O pior item avaliado foi a visibilidade do operador durante o corte da soqueira, sendo classificado com zero. Os demais itens avaliados se classificaram em B. Assim, a avaliação ergonômica global da máquina resultou numa classificação como B, o que indica a possibilidade de um trabalho altamente produtivo, dependendo de condições de trabalho não muito exigentes.

Palavras-chave: ergonomia, máquina agrícola, colheita mecanizada, Saccharum spp.

 

Abstract: This study reports ergonomic evaluation of a sugarcane harvesting machine, operating in a sugarcane mill “Usina da Barra” located at Barra Bonita, São Paulo. The evaluation was done in January 2007, using the harvester that best performed during the 2006/2007 crop season. The evaluation was based on the recommendations of “Ergonomic Guidelines for Forest Machines”. The maximum ergonomic points were achieved by the work post, operator seat and operator’s manual. Access to work post was classified as ‘C’. The visibility of the stem base was the worst ranked item, at zero. All others items were classified as ‘B’. Taking all aspects into account the harvester was classified as ‘B’ form ergonomic point of view, which indicates potential for a highly satisfactory performance under less demanding working conditions.

Key words: ergonomic, agricultural machinery, mechanized harvesting, Saccharum spp.

 

1 Engenheiro Florestal, Prof. Associado da UFLA, DEG, Lavras, MG, e-mail: volpato@deg.ufla.br
2 Engenheiro Agrônomo, Prof. Titular da UFLA, DAG, Lavras, MG, e-mail: laba@dag.ufla.br
3 Engenheiro Florestal, Profissional Liberal, e-mail: tayabento@hotmail.com
4 Engenheiro Agrícola, Prof. Adjunto da UFLA, DEG, Lavras, MG, e-mail: jackson@deg.ufla.br

 

Literatura Citada

AGRIANUAL 2007. Anuário da agricultura brasileira. São Paulo: FNP, 2007. p.237-268.

ARBETSMILJOINSTITUTED; FORSKINGSS TIFTELSEN SKORGSARBETEN; SLU SKOGSHOGSKOLAN. An ergonomic checklist for forestry machinery. Oskarshamn, 1990. 43p.

DUL, J.; WEERDMEESTER, B. Ergonomia prática. 2ª Edição. Edgard Blücher, São Paulo, 2004. 137p.

FIEDLER, N.C. Avaliação ergonômica de máquinas utilizadas na colheita de madeira. 1995. 126f. Dissertação (Mestrado em Ciencias Florestais) Universidade Federal de Viçosa, 1995.

FONTANA, G.; SEIXAS, F. Levantamento antropométrico de operadores brasileiros de tratores florestais “Forwarders” e “Skidders”. Revista Engenharia Rural, Piracicaba, v.17, n.1, p.41-46, setembro, 2006.

GARROW, J.S. Treat obesity seriously: a clinical manual. 2ª Edition. Edinburg: Churchill Livingstone, 1981. 365p.

IIDA, I. Ergonomia: projeto e produção. 2ª Edição revista e ampliada. São Paulo: Edgard Blucher, 2005. 614p.

MAPA- Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Cana-de-açúcar e agroenergia: Usinas e destilarias cadastradas. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br Acesso em: 28 de mar. 2007.

MINETTI, L.J. Análise de fatores operacionais e ergonômicos na operação de corte florestal com motosserra. 1996. 211 f. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) – Universidade Federal de Viçosa, 1996.

REVISTA RURAL. Cana: colheita mecanizada. 2005. Disponível em: http://www.revistarural.com.br/Edicoes2005/artigos/rev92cana.htm. Acesso em: 28 mar. 2007.

SALIBA, T. M. Manual prático de avaliação e controle de ruído: PPRA. 2ª ed. São Paulo: LTR, 2001. 118p.

SILVA, C.B. Avaliação ergonômica de máquinas utilizadas na colheita de Eucalyptus. 2002. 116 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Lavras, 2002.

SKOGFORSK - The Forestry Research Institute of Sweden. Ergonomic guidelines for forest machines. Uppsala, Sweden: Swedish National Institute for Working Life, 1999. 86p.

VEIGA FILHO, A. de A. A Substituição De Empregos Por Máquinas: Uma Simulação para o corte da cana-de-açúcar em São Paulo. 2002. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/verTexto.php?codTexto=111 Acesso em: 31mar. 2007