Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Deriva de Calda no Mamoeiro em Função da Pressão e Ponta de Pulverização

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v20n04a02

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Maria J. F. Dantas1 & Renildo L. Mion2

 

Resumo: No processo de aplicação de produtos fitossanitários as pontas de pulverização são essenciais, pois determinam a cobertura, controlam a quantidade e a uniformidade da calda aplicada. No entanto, a deriva é um dos maiores problemas da agricultura. Este trabalho avaliou a deriva de calda aplicada no mamoeiro, em função da pressão e ponta de pulverização, no perímetro irrigado de Russas, CE. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 04 repetições, em esquema fatorial (7x5): sete tratamentos (pontas de pulverização jato cônico vazio JA-1, JA-5 e TVI, com 02 pressões: 402 kPa e 1.402 kPa e a testemunha ponta J5-2 pressão de 666 kPa) e cinco alturas em relação ao solo (2,0; 2,5; 3,0; 3,5 e 4,0 m). Empregou-se uma distribuição de papéis hidrosensíveis em torres de madeira e através do software e-Sprinkle analisou-se as gotas capturadas. As gotas foram analisadas e os dados submetidos à análise de variância com médias discriminadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade pelo SAEG 9.0. Todos os tratamentos mostraram deriva, a ponta JA-1 com pressão de 1.402 kPa apresentou maior valor e a TVI com pressão de 402 kPa o menor. A deriva nas extremidades das torres (2,0; 2,5 e 4,0 m) foi maior do que nas alturas intermediárias (3,0 e 3,5 m).

Palavras-chave: tecnologia de aplicação, agrotóxicos, tamanho de gotas

 

Abstract: The characteristics of spray nozzles determine the coverage, control quantity and application uniformity. However, the drift is a major problem during spraying. This study evaluated drift during spraying papaya plantation as affected by pressure and spray nozzles in the Irrigated Perimeter of Russas - CE. The study was done in completely randomized block, in a factorial (7x5) design with 4 replications. The seven spray nozzle - hollow cone jet - JA-1, JA-5 and TVI, working at pressures: of 402 kPa or 1.402 kPa and the control tip J5-2 at the pressure of 666 kPa, were used at five heights above ground (2.0; 2.5; 3.0; 3.5 and 4.0 m). The drift was captured on water sensitive papers distributed on wooden towers. The drops were analyzed using the e-Sprinkle software, and after analysis of variance, the means were compared by Tukey test (p = 0.05) using statistical software SAEG 9.0. All treatments showed great drift potential. The nozzle JA-1 at 1.402 kPa showed highest and the TVI at 402 kPa the lowest drift potential. In the height range evaluated, the drift in the extremes (2.0, 2.5 and 4.0 m) was greater than in the intermediate (3.0 and 3.5 m) heights.

Key words: application technology, pesticides, droplet size

 

1 Mestre em Engenharia Agrícola, Doutoranda em Agronomia (Energia na Agricultura) – Dep. de Ciência do Solo, UNESP/FCA, Botucatu – SP, e-mail: jorgianasanear@yahoo.com.br
2 Professor Adjunto do Dep. de Engenharia Agrícola, UFC, Fortaleza-CE

 

Literatura Citada

ANDEF - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DEFESA VEGETAL. Manual de tecnologia de aplicação de produtos fitossanitários. São Paulo/ SP. 2010. Disponível em: < http://www.andef.com.br/manuais/arquivos/Manual_Tecnologia.pdf > Acesso em: 31 de maio de 2012.

BALAN, M. G.; ABI SAAB, O. J. G.; SASAKI, E. H. Distribuição da calda na cultura da videira por turboatomizador com diferentes configurações de pontas. Revista Ciência Rural, Santa Maria, RS, Brasil, v. 36, n. 03, p.731-738, 2006.

CAMARA, D. T. F.; SANTOS, L. J.; SILVA, A. E.; FERREIRA, da C. M. Distribuição volumétrica e espectro de gotas de bicos hidráulicos de jato plano de faixa expandida XR11003. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, SP, Brasil, v.28, n.4, p.740-749. 2008.

CARRERO, J. M. Maquinaria para tratamientos fitosanitarios. 1 ed. Madrid: Mundi-Prensa, 1996. 159 p.

CHAIM, A.; BOTTON, M.; SCRAMIN, S. et al. Deposição de agrotóxicos pulverizados na cultura da maçã. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 38, n. 7, p. 889-892, jul. 2003.

CHAIM, A.; PESSOA, M.C.P.Y.; FERRACINI, V.L. Eficiência de deposição de pulverização em videira, comparando bicos e pulverizadores. Pesticidas: revista de ecotoxicologia e meio ambiente, Curitiba, PR, v. 14, p. 39-46, jan./dez. 2004.

CHRISTOFOLETTI, J.C. Manual Shell de máquinas e técnicas de aplicação de defensivos agrícolas. Campinas, SP, Brasil: Shell, 1992. 122p.

CHRISTOFOLETTI, J.C. Considerações sobre a deriva nas aplicações agrícolas e seu controle. São Paulo, SP, Brasil: Teejet South América, 1999.15 p.

COELHO FILHO, M.A.; COELHO, E.F. Desenvolvimento e produção do mamoeiro irrigado por diferentes sistemas de microirrigação. Irriga, Botucatu, Botucatu, SP, Brasil, v. 12, n. 04, p. 519-531, 2007.

COSTA, A.G. F.; VELINI, E. D.; NEGRISOLI, E.; CARBONARI, C. A.; ROSSI, C. V. S.;CORRÊA, M. R.; SILVA, F. M. L. Efeito da intensidade do vento, da pressão e de pontas de pulverização na deriva de aplicações de herbicidas em préemergência. Planta Daninha, Viçosa, MG, Brasil, v.25, n.1, p.203- 210, 2007.

COSTA, A.G.F.; VELINI, E. D.; ROSSI, C.V.S.; CORRÊA, M. R.; NEGRISOLI, E.; FIORINI, M. V.; CORDEIRO, J. G. F.; SILVA, J. R. M. Efeito de pontas e pressões de pulverização na deriva de glyphosate + 2,4-D em condições de campo. Revista Brasileira de Herbicidas, Umuarama, PR, Brasil, v.11, n.1, p.62-70, jan./abr. 2012.

CUNHA, J.P.A.R.; TEIXEIRA, M.M. Características técnicas de bicos de pulverização hidráulicos de jato plano. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, PB, Brasil, v. 05, n. 02, p. 344-348, 2001.

CUNHA, J. P. A. R.; TEIXEIRA, M. M.; COURY, J. R.; FERREIRA, L. R. Avaliação de estratégias para redução da deriva de agrotóxicos em pulverizações hidráulicas. Revista Planta Daninha, Viçosa, MG, Brasil, v. 21, n. 02, p. 325-332, 2003.

CUNHA, J. P. A. R.; TEIXEIRA, M. M.; VIEIRA, F. R.; FERNANDES, C. H.; COURY, R. J. Espectro de gotas de bicos de pulverização hidráulicos de jato plano e de jato cônico vazio. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, Brasil, v. 39, n. 10, p. 977-985, 2004.

CUNHA, J. P. A. R.; TEIXEIRA, M. M.; VIEIRA, R. F. ; FERNANDES, H. C. Deposição e deriva de calda fungicida aplicada em feijoeiro, em função de bico de pulverização e de volume de calda. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, PB, Brasil, v. 09, n. 01, p. 133-138, 2005.

CUNHA, J.P.A.R. Simulação da deriva de agrotóxicos em diferentes métodos de aplicação. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, CE, Brasil, v. 39, n. 04, p. 487-493, 2008.

DERKSEN, R. C.; GRAY, L. E. Deposition and air speed patterns of air-carrier apple orchard sprayers. Transactions of the ASAE, St. Joseph, v. 38, n. 01, p. 5-11, 1995.

FAGGION, F. Desenvolvimento de métodos para estimar a quantidade de ar incluído às gotas por pontas de pulverização com indução de ar. Botucatu – SP. 2002. 81 f. Tese (Doutorado em Agronomia: Energia na Agricultura) - Universidade Estadual Paulista Faculdade de Ciências Agronômicas Campus Botucatu, 2002.

FAGLIARI, J.R. et al. Efeitos e impacto econômico da aplicação de subdoses de 2,4-D, simulando deriva, sobre o tomateiro (Lycopersicon esculentum). Boletim Informativo Ciência das Plantas Daninhas, São Paulo, Brasil, v.10, Suplemento, p. 200, 2004.

HOLOWNICKI, R. et al. The effect of air jet velocity on spray deposit in an apple orchard. Aspects of Applied Biology 66, Guilford, United Kingdom, v. 66, p. 277-283, 2002.

KAUL, K. et al. Mechanisms of distribution of plant protection products sprayed in orchards. Nachrichtenblatt des Deutschen Pflanzens, Berlin, v.54, n.5, p.110-17, 2002.

MATTHEWS, G. A. Pesticide application methods. 3 ed. London: Blackwell Science, 2000. 432p.

MATUO, T. Técnica de aplicação de defensivos agrícolas. Brasília, ABEAS; Viçosa, UFV; 2002. (Curso Proteção de Plantas. Módulo 1 – 1.1; 2.3, 139p).

MATUO, T. et al. Tecnologia de aplicação e equipamentos. Brasília, ABEAS; Viçosa, UFV; 2005. (Curso Proteção de Plantas. Módulo 2 – 2.1; 2.2, 86 p).

MONTEIRO, M. V. de M. Eficiência na aplicação de defensivos com BVO aéreo. In: ____. Tecnologia de Aplicação de Defensivos Agrícolas. Passo Fundo, Ed. Plantio Direto Eventos. 2006. 146 p.

MURPHY S. D. et al. The effect of boom section and nozzle configuration on the risk of spray drift. J Agric Engng Res, London, v. 75, p. 127-137, 2000. doi

PERGHER, G. et al. The relationship between vertical patterns from air-assisted sprayers and foliar deposits in vine canopies. Aspects of Applied Biology 66, Guilford, United Kingdom, v. 66, p. 323-330, 2002.

PLANAS, S. et al. A proposal of methodology for air assisted sprayers assessment in apple orchards. Ag. Eng., Madrid, n. 96, p.A-149, 1996.

RAETANO, C. G. Condições operacionais de turboatomizadores na distribuição e deposição da pulverização em citros. 1996. 93f. Tese (Doutorado em Entomologia Agrícola) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1996.

RAMOS, N. F.; NASCIMENTO, A. K. Q.; GONÇALVES, B. F. M.; LIMA, A. A. J. Presença dos vírus da mancha anelar e do amarelo letal em frutos de mamoeiro comercializados. Revista Tropical Plant Pathology, Brasília, DF, Brasil, v. 33, n. 06, p. 449-452, 2008.

ROMÁN, A. A. R.; CORTEZ, W. J.; FERREIRA, da C. M.; OLIVEIRA, G. R. J. Cobertura da cultura da soja pela calda fungicida em função de pontas de pulverização e volumes de aplicação. Revista Scientia Agraria, Curitiba, PR, Brasil, v. 10, n. 03, p. 223-232, 2009.

RUEDELL, J. Tecnologia de aplicação de defensivos. Plantio Direto, Brasília, v.19, n.6, p.9-11, 2002.

TEIXEIRA, M. M. Estudo das Populações de Gotas. Viçosa, MG; Universidade Federal de Viçosa; Departamento de Engenharia Agrícola; 2000. (Notas de Aula).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA. Sistema para análise estatísticas, SAEG V-9.1. In: Minas Gerais. Viçosa: Fundação Arthur Bernardes, Viçosa, 2001.

VELIZ, R. D. C. Avaliação de dois sistemas para aplicação de agrotóxicos em citros. Piracicaba – SP. 2007. 65f. Dissertação (Mestrado em Agronomia: área de concentração Máquinas Agrícolas) – Universidade São Paulo, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba, 2007.

VIANA, R. G. Avaliação de pontas de pulverização sob diferentes condições operacionais. Viçosa – Minas Gerais. 2006. 57 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) – Universidade Federal de Viçosa, 2006.

WOLF, R.E. et al. Comparison of drift for four drift reducing flat-fan nozzle types measured in a wind tunnel and evaluated using droplet scan software. ASABE, 2002, 7 p. ASAE Paper n. 02-1101.