Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Cultura Gastronômica e Folkcomunicação: A Destradicionalização da Culinária Junina do São João do Alto do Moura no Município de Caruaru - Pernambuco1

DOI: http://dx.doi.org/10.20423/1807-4960/rif.v12n27p24-40

http://www.revistas.uepg.br/index.php/folkcom 

downloadpdf

Iêda L. de A. Cezar2, Betania Maciel3 & Joseana M. Saraiva4

 

Resumo: Este estudo busca investigar as tradições e tendências da gastronomia nas festividades juninas no Alto do Moura - Caruaru – PE empreendidas pelas organizações pública e privada, a luz da teoria da folkcomunicação e do folkmarketing. Utilizou-se o enfoque qualitativo, privilegiando a abordagem exploratória e etnográfica. Os resultados mostram que a crescente troca de significados e símbolos da cultura popular junina gastronômica, impulsionada pela globalização dos mercados vêm sofrendo significativas transformações. É possível afirmar que a mídia de massa se apropria do discurso popular em promoção da cultura junina gastronomia, com o propósito meramente lucrativo, resultando na destradicionalização dos festejos juninos e de sua cultura gastronômica. Fenômeno já perceptível no imaginário popular.

Palavras-chave: Cultura da gastronômica; Festejos juninos; Folkcomunicação.

 

Resumen: Este es un estudio que busca investigar las tradiciones y tendencias de la gastronomía en las festividades juninas en el Alto do Moura - Caruaru - PE realizadas por las organizaciones pública y privada, desde la luz de la teoría de la folkcomunicação. Fue utilizado un enfoque cualitativo, privilegiando el abordaje exploratorio y etnográfico. Los resultados exhiben que el crecente cambio de significados y símbolos de la cultura popular junina gastronómica, estimulados por la globalización de los mercados, han sufrido significativas transformaciones. Es posible afirmar que la media de masa se apropia del discurso popular en defensa del estilo de la cultura junina gastronómica, con el propósito meramente lucrativo, lo que resulta en la destradicionalización de las festividades juninas y de su cultura gastronómica. Fenómeno ya perceptible en el imaginario popular.

Palabras clave: Cultura gastronômica; festividades juninas; Folkcomunicação.

 

1 Este artigo é parte da Dissertação de Mestrado intitulada “Cultura gastronômica e folkcomunicação: a culinária dos festejos juninos do Alto do Moura no Município de Caruaru - Pernambuco”, defendida no Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local – POSMEX : Universidade Federal Rural de Pernambuco.
2 Mestre em Extensão Rural e Desenvolvimento Local – POSMEX – UFRPE; Economista Doméstica – UFRPE; Profa. NEAD/CODAI/UFRPE. Pesquisadora da Rede Folkcom-Rede de Estudos e Pesquisas em Folkcomunicação – Cátedra UNESCO de comunicação para o desenvolvimento regional.
3 Doutora em Comunicação Social, Mestre em Comunicação Rural,- linha de pesquisa Folkcomunicação, Máster em Ciência, Tecnologia e Sociedade: Comunicação e Cultura pela Universidade de Salamanca, professora do POSMEX - Programa de Mestrado em Extensão Rural e Desenvolvimento Local – UFRPE e Pesquisadora da Rede Folkcom-Rede de Estudos e Pesquisas em Folkcomunicação – Cátedra UNESCO de comunicação para o desenvolvimento regional.
4 Doutora em Serviço Social pela UFPE; Mestre em Nutrição-Saúde Pública pela UFPE; Profa. Do Programa de Pós-Graduação em Consumo, Cotidiano e Desenvolvimento Social – Departamento de Ciências Doméstica da UFRPE.

 

Literatura Citada

ALBERTIM, B. Cardápio: o poder dos banquetes. Revista Continente, Recife, n. 10, ano 2012.

AVIGHI, C. M. Turismo e Comunicação: estudo do turismo na história da comunicação do século XIX. Turismo em Análise, São Paulo, v. 3, n. 2, p. 22-23, nov. 1992.

AVIGHI, C. M. Turismo, globalização e cultura. In: LAGE, B. H. G.; MILONE, P. C. (Org.). Turismo: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2000.

BELTRÃO, L. Folkcomunicação: teoria e metodologia. São Bernardo do Campo: UMESP, 2004. 160 p.

CASCUDO, L. C. Tradição, ciência do povo. São Paulo: Perspectiva, 1971.

CUNHA, K. B.; OLIVEIRA, L. da V. A gastronomia enquanto atrativo turístico – cultural. 2009. Dissertação (Mestrado em Geografia, Meio Ambiente e Turismo) - Universidade Estadual de Goiás, Goiás, 2009.

FRANCO, A. De caçador a gourmet: uma história da gastronomia. 3. Ed. São Paulo: SENAC, 2001.

FREIRE, G. Nordeste: aspectos da influência da cana sobre a vida e a paisagem do nordeste do Brasil. Rio de Janeiro: Global Editora, 1997. 267 p.

FREIXA, D.; CHAVES, G. Gastronomia no Brasil e no mundo. 2. Ed. 2. Reimpr. Rio de Janeiro: Editora Senac, 2012. 304 p.

GIMENES, M. H. S. G.; MANOSSO, F. C.; GINDRI, C. B. A relação turismo/gastronomia na produção acadêmica: estudo exploratório do seminário da ANPTUR 2005-2011. Disponível em: http://gtci.com.br/congressos/congresso/2012/pdf/eixo8/Gimenes_Manosso_Gindri.pdf. Acessado em: 05/022014.

IANNI, O. A sociedade global. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

LUCENA FILHO, Severino Alves de. Festas juninas em Portugal: marcas culturais no contexto de folkmarketing. João Pessoa: Editora da UFPB, 2012. 150 p.

LUCENA FILHO, Severino Alves de. FOLKMARKETING NO CONTEXTO DA COMUNICAÇÃO RURAL CONTÊMPORANEA. Disponível em: http://www.alasru.org/wp-content/uploads/2011/07/GT5-Severino-Alves-de-Lucena-Filho.pdf. Acessado: em 05/02/2014.

ORTIZ, R. A consciência fragmentada: ensaios de cultura popular e religião. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980. 192 p.

PECCINI, R. Galeto al primo canto: da colônia para a cidade a invenção da galeteira. In: POSSAMAI, A. M. de P.; PECCINI, R. (Org.). Turismo, história e gastronomia: uma viagem pelos sabores. Caxias do Sul, RS: Educs, 2011.

POSSAMAI, A. M. de P.; PECCINI, R. (Org.). Turismo, história e gastronomia: uma viagem pelos sabores. Caxias do Sul, RS: Educs, 2011. 143 p.

POSSAMAI, A. M. de P.; PECCINI, R. As festas comunitárias como fator de preservação da cultura local: religião, gastronomia e turismo. In: POSSAMAI, A. M. de P.; PECCINI, R. (Org.). Turismo, história e gastronomia: uma viagem pelos sabores. Caxias do Sul, RS: Educs, 2011.

RIBEIRO, C. M. de A. Gastronomia: história e cultura. São Paulo: Hotec, 2006. 80 p.

SARAIVA, J. M. A economia doméstica e a relação da qualidade dos serviços de hotelaria. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA DOMÉSTICA. 13, Pelotas, 1995. Anais CBED. Ed. Pelotas: UFP, 1995, p. 274-280 Iº Encontro Latino-Americano de Economia Doméstica, Rio Grande do Sul, 1995.

SCHIMIDT, C. Diversidade Cultural na mídia regional: marcas da culinária na imprensa do Alto Tietê – SP. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 35, 2012, Fortaleza. Anais Intercom. Fortaleza: Intercom, 2012.

SCHIMIDT, C. Folkmídia: da resistência à coexistência: os novos canais da comunicação cidadã na periferia. In: CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE MÍDIA CIDADÃ. 8, 2005, São Bernardo do Campo. Disponível em <http://www2.metodista.br/unesco/agora/pmc_forum_iluminando_schmidt.pdf >. Acesso em: 13 julho 2012.

SILVA, L. C. da. Os Festejos juninos e a reinvenção das identidades culturais no contexto paraibano. 2013. Disponível em: <http://wwwencipecom.metodista.br/midiawiki/imagens/a/a3/GT4_10_LCustodio.uepb.pdf>. Acesso em: 29 jun. 2013.

SCHLÜTER, R. G. De volta ao futuro: da folkcomunicação à folkmídia. In: SCHMIDT, C. (Org.). Folkcomunicação na arena global: avanços teóricos e metodológicos. São Paulo: Ductor, 2006.