crosscheckdeposited

Perdas na Plataforma de Corte de Uma Colhedora Combinada de Grãos na Colheita de Soja

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v20n06a06

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Tulio de A. Machado1, Fábio L. Santos2, João P. B. Cunha3, Daniel A. da Cunha4 & Laysla M. Coelho5

 

Resumo: A soja (Glycine max) é uma das espécies mais cultivadas no Brasil, com importante papel socioeconômico e produção estimada para a safra 2011/12 de 66,7 milhões de toneladas. Dentre os prejuízos no processo de colheita, as ocasionadas pelo mecanismo de corte da colhedora são significativas, correspondendo cerca de 85% das perdas totais durante a colheita mecanizada. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar as perdas na plataforma de corte em diferentes configurações de operação. O estudo foi conduzido na fazenda Santa Rosa, localizada no município de Morrinhos-GO, em uma área de 58 ha irrigada por pivô central onde foi realizada a semeadura da variedade IGRA 516 RR. Como fonte de avaliação do estudo, foi utilizada uma colhedora da marca John Deere, modelo 1450. O experimento foi realizado em delineamento de blocos casualizados em esquema fatorial 2x3, com duas velocidades de operação e três rotações do molinete e sete repetições, totalizando 42 unidades experimentais. Os resultados mostram que as perdas na plataforma de corte foram significativas em função da interação dos fatores estudados, sendo os melhores resultados obtidos quando utilizado 30 rpm na rotação do molinete e 5 km h-1 para a velocidade de avanço, totalizando perdas entre 25,8 e 54,6 kg ha-1.

Palavras-chave: mecanização, colheita mecanizada e velocidade operacional

 

Abstract: Soybean (Glycine max) is one of the most cultivated species in Brazil, with important socioeconomic role and estimated production for the 2011/12 crop of 66.7 million tons. Among the losses in the harvesting process, those caused by the cutting mechanism of the harvester are significant, representing about 85% of total losses during mechanical harvesting. This work was carried out to evaluate the losses in cutting deck on different operating configurations. The study was conducted at the Santa Rosa farm, located in the municipality of Morrinhos-GO, in an area of 58 ha irrigated by center pivot which was sowed variety of IGRA 516 RR. As a source of evaluation of the study, we used a harvester John Deere brand, model 1450. The experiment was conducted in a randomized block design in a 2x3 factorial, with two operating speeds and three rotations of the reel and seven repetitions, totaling 42 experimental units. The results show that losses in cutting deck were significant due to the interaction of the factors studied. The best results were obtained when it was used 30 rpm rotation of the reel and 5 km h-1 for forward speed, totaling losses between 25,8 and 54,6 kg ha-1.

Key words: mechanization, mechanizated harvest, operating speed

 

1 Engenheiro Agrícola, Mestrando em Engenharia Agrícola, DEA/UFV, Viçosa-MG, machado.tulio@gmail.com
2 Engenheiro Agrícola, Professor Adjunto I, DEA/UFV, Viçosa-MG, fabio.ls@ufv.br
3 Engenheiro Agrícola, Doutorando em Engenharia Agrícola, DEG/UFLA, Lavras- MG, bcunha@posgrad.ufla.br
4 Estudante do curso de Engenharia Agrícola, UNUCET/UEG, Anápolis-GO, cunhaengenharia@hotmail.com
5 Estudante do curso de Agronomia, UFG, Goiânia-GO, layslamc@hotmail.com

 

Literatura Citada

CAMPOS, M.A.O.; SILVA, R.P.; CARVALHO FILHO, A.; MESQUITA, H.C.B.; ZABANI, S. Perdas na colheita mecanizada de soja no estado de Minas Gerais. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v.25, n.1, p.207-213, 2005.

CARVALHO FILHO, A., CORTEZ, J.W., SILVA R.P., ZAGO, M.S. Perdas na colheita mecanizada de soja no triângulo mineiro. Revista Nucleus, Ituverava, v.3, p.57 – 60, 2005.

CONAB - Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento de safra brasileira: grãos, décimo levantamento, julho 2012 / Companhia Nacional de Abastecimento. – Brasília: Conab, 2012.

CUNHA, J.P.A.R.; ZANDBERGEN, H.P. Perdas na colheita mecanizada da soja na região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, Brasil. Biosciense Journal, Uberlândia, v.23, n.4, p.61- 66, 2007.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Centro Nacional de Pesquisa de Soja. Informativo eletrônico. Embrapa intensifica programa de perdas na colheita da soja. Ano 4; Edição 22 . Junho 2012.

FERREIRA I.C.; SILVA R.P.; LOPES A.; FURLANI C.E.A. Perdas quantitativas na colheita de soja em função da velocidade de deslocamento e regulagens no sistema de trilha. Engenharia na agricultura, Viçosa-MG, v.5, n.2, 141-150, 2007.

MAGALHÃES S.C.; OLIVEIRA B.C.; TOLEDO A.; TABILE R.A; SILVA R.P.; Perdas quantitativas na colheita mecanizada de soja em diferentes condições operacionais de duas colhedoras. Biosci. Journal, Uberlândia, v.25, n.5, p.43-48, 2009.

MESQUITA, C.M.; COSTA, N.P.; PEREIRA, J.E.; MAURINA, A.C.; ANDRADE, J.G.M. Caracterização da colheita mecanizada da soja no Paraná. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v.21, n.2, p.197-205, 2001.

MESQUITA, C.M.; COSTA, N.P.; PEREIRA, J.E.; MAURINA, A.C.; ANDRADE, J.G.M. Perfil da colheita mecânica da soja no Brasil: safra 1998/1999. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v.22, n.3, p.398-406, 2002.

MESQUITA, C.M.; HANNA, M.A.; COSTA, N.P. Crop and harvesting operation characteristics affecting field losses and physical qualities of soybeans – Part I. Applied Engineering in Agriculture, v.22, p.325-333, 2006.

PINHEIRO NETO, R.; GAMERO, C.A. Avaliação das Perdas Quantitativas de Grãos na Colheita de Soja. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA 25. Anais..., Foz do Iguaçu, p.13-16 Paraná. 2001.

SCHANOSKI.R.; RIGHI E.Z.; WERNER.V.; Perdas na colheita mecanizada de soja (Glycine max) no município de Maripá-PR. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v 15, n.11, p 1206-1211, 2011. doi

TABILE, R.A.; TOLEDO, A.; SILVA, R.P.; FURLANI, C.E.A.; GROTTA, D.C.C.; CORTEZ, J.W. Perdas na colheita do milho em função da rotação do cilindro trilhador e umidade dos grãos. Revista Scientia Agrária, Curitiba, v.9, n.4, p.505-510, 2008.