Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Arqueologia e a Leitura Popular da Bíblia

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-3828/caminhando.v20n2p115-126

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CA 

downloadpdf

José A. Kaefer1

 

Resumo: A importância da leitura popular da Bíblia está no fato de que ela se preocupa com a leitura contextualizada, tanto da realidade do/a leitor/a quanto do texto bíblico. A análise do contexto do/a leitor/a é o ponto de partida, a porta de entrada, para a leitura do texto bíblico. Por sua vez, o estudo do contexto histórico do texto bíblico tem a finalidade de ser inspiração para a compreensão e ação do/a leitor/a em seu ambiente a favor dos que vivem à margem da sociedade. Por isso, leitura popular. A leitura que se faz do texto bíblico depende da leitura que se faz da realidade onde se vive e vice-versa. Contudo, as informações que o texto bíblico traz sobre o seu contexto histórico são em sua maior parte limitadas. É preciso, então, recorrer à arqueologia para compreender melhor a organização social dos povos da Bíblia. De forma que, a diligência da história é quem conduz a leitura popular a procurar a arqueologia. Não obstante, a arqueologia não pode estar em função da Bíblia, ela deve se manter independente para não comprometer os resultados de suas atividades, mesmo que estes, em não poucos casos, divirjam das informações bíblicas.

Palavras-chave: Bíblia; hermenêutica; contexto; história; arqueologia.

 

Abstract: The popular reading of the Bible is concerned with a contextualized reading of both realities: of the reader and of the biblical text. The analysis of the reader context is the starting point, the gateway, to read the biblical text. In turn, the study of the historical context of the biblical text is intended as inspiration for the reader’s understanding and action in his environment in favor of those living on the margins of society. For that, popular reading. The reading of the biblical text is dependent on the reading made of the reality in which people live and vice versa. However, the information that the biblical text presents of its historical context are largely limited. It’s therefore necessary to use archeology to achieve better understanding of the social organization of peoples of the Bible. So, the coach of the history is who leads the reading of the Bible to seek archeology. Nevertheless, archeology should not be based on the Bible, it has to be independent to avoid prejudging the outcome of its activities, even these, in many cases, diverge from the Biblical information.

Key words: Bible; hermeneutic; context; history; archaeology.

 

1 Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), coordenador do grupo de pesquisa “Arqueologia do Antigo Oriente Próximo” (http://www.metodista.br/arqueologia).

  

Literatura Citada

CNBB. Documentos sobre a Bíblia e sua interpretação. São Paulo: Paulus, 2005.

Estudos Bíblicos, vol. 31, n. 123, jul-set, 2014.

SCHWANTES, M. “Apresentação”, RIBLA, Petrópolis, vol. 1, n.1, 1988.