Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Pedagogia, Futuro e Liberdade: A Instituição Escolar Representada por Professores, Pais e Alunos


http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/ptp/index 

downloadpdf

Denise C. de Oliveira1, Ignez S. Martins2, Frida M. Fischer3, Celso P. de Sá4, Antonio M. T. Gomes5 & Sergio C. Marques6

 

Resumo: Este estudo teve como objetivo identificar o conteúdo e a estrutura das representações sociais de professores, pais e alunos do ensino fundamental e médio sobre a instituição escolar e o processo de escolarização formal. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas e grupos focais. O material coletado foi submetido à análise lexical, análise de evocações livres e análise de similitude. Os resultados indicam a presença de representações diferentes nos grupos estudados. Para os professores, a escola é vista como locus pedagógico; para os pais, a instituição de ensino se apresenta como única possibilidade de futuro para as crianças; para as crianças, a escola é representada como possibilidade de liberdade por meio do conhecimento. Conclui-se que se trata de um processo de estranhamento entre imagens distintas sobre a instituição de ensino, atreladas às práticas cotidianas dos sujeitos, que legitimam as ações de aceitação/rejeição da própria instituição escolar.

Palavras-chave: instituição escolar; representação social; exclusão social.

 

Abstract: Teachers, parents and students’ social representations of the fundamental and medium teaching in the school institution were studied in two districts of the state of São Paulo, Brazil. Data collection was accomplished through semi-structured interviews with 84 teachers and 40 parents, and 34 focus-group sessions with adolescents from 11 to 18 years old. Data were analysed by using the softwares ALCESTE 4.5, for lexical analysis, EVOC, for the analysis of free evocations, and SIMI, for similitude analysis. Results showed different conceptions on the part of each studied group, as a function of the potentialities attributed to the school institution. For teachers, school was seen as a “pedagogic locus”; parents saw the teaching institution as the “only future possibility” for children of popular classes; and students represented the school as the possibility of “freedom through knowledge”. It is then concluded that the processes of social representations construction in the different groups have as their results sharply different images about the school institution, which correspond to the daily practices of those subjects and so legitimate their respective actions of approval or rejection of that institution.

Key words: school institution; social representations; social exclusion.

 

1 Faculdade de Enfermagem Universidade do Estado do Rio de Janeiro
2 Faculdade de Saúde Pública Universidade de São Paulo
3 Faculdade de Saúde Pública Universidade de São Paulo
4 Instituto de Psicologia Universidade do Estado do Rio de Janeiro
5 Faculdade de Enfermagem Universidade do Estado do Rio de Janeiro
6 Faculdade de Enfermagem Universidade do Estado do Rio de Janeiro