Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Região de Integração do Araguaia: Uma Análise Socioespacial

DOI: http://dx.doi.org/10.17552/2358-7040/bag.v2n3p120-137

http://boletimamazonicodegeografia.ufpa.br/index.php/revista 

downloadpdf

Joandreson B. Lima1, Hugo P. Sousa2, Fabio R. S. Costa3 & Gabriel M. Serrão4

 

Resumo: As regiões de integração foram criadas no governo de Ana Júlia Carepa (2007-2011). O contexto criado para tanto foi baseado nas potencialidades das referidas regiões, no que diz respeito às finalidades demográficas, econômicas e sociais entre os municípios que compõe uma determinada região de integração. No presente artigo pretende-se construir um breve ensaio sobre a região de integração do Araguaia abordando os principais aspectos socioespaciais. Este estudo é uma revisão bibliográfica realizada entre alguns autores da geografia contemporânea, assim como dos principais relatórios econômicos, municipais que corroboram para a elaboração de produtos cartográficos, que espacializam graficamente os fenômenos e objetos geográficos no espaço.

Palavras-chave: Região de Integração, Gestão do Território, Desenvolvimento Regional.

 

Abstract: The integration of regions were created in the government of Ana Júlia Carepa (2007-2011). The context created for this purpose was based on the potential of these regions, with regard to demographic, economic and social purposes between the municipalities that make up a given region of integration. In this article we intend to build a short essay on the Araguaia region of integration addressing major socio-spatial aspects. This study is a literature review of some authors of contemporary geography, as well as the main economic, municipal reports that support the preparation of cartographic products, which graphically spatialize phenomena and geographic objects in space.

Key words: Integration Region, Territory Management, Regional development.

 

1 Graduando do curso de Geografia da Universidade Federal do Pará, Bolsista PIBIC/CNPq e Membro do Grupo Acadêmico Produção do Território e Meio Ambiente na Amazônia (GAPTA/CNPq). e-mail: joandersonbarra@bol.com.br
2 Graduando do curso de Geografia da Universidade Federal do Pará, Bolsista PIBIC/CNPq e Membro do Grupo Acadêmico Produção do Território e Meio Ambiente na Amazônia (GAPTA/CNPq). e-mail:
3 Graduado em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia e Graduando do curso de Geografia da Universidade Federal do Pará.
4 Graduando do curso de Geografia da Universidade Federal do Pará, Estagiário do Laboratório de Análise e Informação Geográfica – LAIG/UFPA e Integrante do Programa de Educação Tutorial – PET Geografia – UFPA. e-mail: hugosousa16@gmail.com

 

Literatura Citada

BRITO, L. S. B. Territórios da Cidadania e Regiões de Integração: Diferentes olhares sobre o mesmo espaço ou o mesmo olhar sobre espaços diferentes? In: XIV Enanpur – Encontro Nacional de Planejamento Urbano, 2011, Rio de Janeiro. XIV Encontro Nacional da ANPUR, 2011.

COSTA SILVA, Ricardo Gilson. Dinâmicas Territoriais em Rondônia. Tese de Doutorado em Geografia (Geografia Humana), Universidade de São Paulo, USP, Brasil. Ano de obtenção: 2011.

EMMI, Marilia Ferreira. Os castanhais do Tocantins e a indústria extrativista no Pará até a década de 60. In: PAPER NAEA, outubro, 2006.

GONÇALVES, Carlos Walter Porto. Amazônia, Amazônias. São Paulo: Contexto, 2012.

MONTEIRO; Maurílio de Abreu & COELHO; Maria Célia Nunes. As políticas federais e reconfigurações espaciais na Amazônia. Novos Cadernos do NAEA. 2004.

CASTRO; Iná Elias de. Geografia e Política: Território, escalas de ação e Instituições. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 2005.

SANTOS, Milton. Metamorfoses do Espaço Habitado: Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Geografia. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2012.

SCHMINK; Marianne &WOOD; Charles H. Conflitos sociais e a formação da Amazônia. [tradução de Noemi Miyasaka Porro e Raimundo Moura]. Belém: Editora da Universidade Federal do Pará – edufpa, 2012.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Bannach. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Conceição do Araguaia. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Cumaru do Norte. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Floresta do Araguaia. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Ourilândia do Norte. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Pau D’arco. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Redenção. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Rio Maria. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Santana do Araguaia. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Sapucaia. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/São Félix do Xingu. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Santa Maria das Barreiras. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Tucumã. Belém: SEPOF, 2014.

SECRETÁRIA do Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPOF). Estatística Municipal/Xinguara. Belém: SEPOF, 2014.

SILVA, F. C. A Economia Pastoril e os primórdios do capitalismo na Região do Araguaia paraense. 1890-1960. Novos Cadernos NAEA, v. 10, p. 5-22, 2007. http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v10i1.68

TAVARES. Maria Goretti da Costa. A formação do território paraense: dos fortes a criação de municípios. Revista ACTA Geográfica. 2008.