Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Preparo do Profissional para Mercados Emergentes na Sociedade do Conhecimento

DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2359-3539/reit-imed.v2n1p33-44

https://seer.imed.edu.br/index.php/revistasi/index 

downloadpdf

Luciana C. Soares1

  

Resumo: O presente artigo tem como objetivo realizar uma discussão sobre o tema do preparo do profissional para mercados emergentes na sociedade do conhecimento, referentes à educação profissional e aos profissionais do conhecimento. Optou-se por uma pesquisa qualitativa. Os resultados referem-se a três instrumentos de coleta de dados: análise bibliográfica, entrevistas semiestruturadas e técnica do grupo focal com as partes interessadas. Apesar das dificuldades, acredita-se que foram obtidos resultados significativos, sendo o mais importante reunir atores representativos do Senac/RS e da Comunidade frente à frente, discutindo em grupos focais para constatar o que detém o avanço da educação de qualidade está trazendo na formação deste profissional para acompanhar as tecnologias e a partir de então formar o profissional do futuro, o qual o mercado espera que reúna não somente competências técnicas, mas que esteja focado na realidade, acompanhando as alterações que estão ocorrendo e as que irão ocorrer, assim, prospectando o futuro. O presente estudo contribuiu cientificamente para reunir atores representativos da comunidade frente a frente, às discussões serviram para constatar o que detém o avanço da educação de qualidade está trazendo na formação deste profissional para acompanhar as tecnologias e a partir de então formar o profissional do futuro.

Palavras-chave: Tendências, Perfil Profissional, Sociedade do conhecimento

 

Abstract: This article aims at discussion on the topic about professional’s preparation for emerging markets in knowledge society, related to professional education and knowledge professionals. A qualitative research has been opted. The results refer to three data collection instruments: literature review, semi-structured interviews and focus group technique with stakeholders. Despite the difficulties, it is believed that significant results were achieved, the most important was gathering representative actors of Senac/RS and the Community face to face, discussing in focus groups to ascertain what stops the advancement of quality education is causing to this professional’s education to keep up with technologies and thereafter to form the professional of the future, who labour market expects to gather not only technical skills, but to be focused on reality, following the changes that are occurring and the ones that will occur as well, prospecting the future. This study has contributed scientifically to gather representative actors of community together, the discussion served to realize what stops the advancement of quality education and is bringing in the formation of this professional to keep up with technology and thereafter form the professional future.

 

1 Mestre em desenvolvimento pela Universidade Regional do Noroeste do estado do Rio Grande do Sul. E-mail: <lusoaressoul@hotmail.com>;

 

Literatura Citada

Boletim Técnico do SENAC: a revista da educação profissional. Senac, Departamento Nacional. – v. 1, n. 1 (maio/ago. 1974). – Rio de Janeiro: Senac/DN/Centro de Educação à Distância, 1974 – v.; il.

CAMPOS, Judas Tadeu de. Paulo Freire e as novas tendências da Educação. Revista e- Curriculum, PUCSP – SP, Volume 3, número 1, dezembro de 2007. Disponível em <http://www.pucsp.br/ecurrculum>. Visitado em: 31. Jul. 2010.

COELHO, NETO, J. M. Moderno pós-moderno. 3. ed. São Paulo: Iluminuras, 1995.

DELORS, Jacques (Coord.). Educação: um tesouro a descobrir Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, 10. ed. São Paulo: Cortez/MEC, 2006.

DELUIZ, Neise. O Modelo das Competências Profissionais no Mundo do trabalho e na Educação: Implicações para o Currículo. Disponível em: <http://www.senac.br/BTS/273/boltec273b.htm>,1995. Acesso em: 11. Jun. 2010.

DRUCKER, Peter Ferdinand. Administrando em tempos de grandes mudanças. São Paulo: Pioneira, 1996.

EVANGELHO. São Paulo: Edições Paulinas. 1989.

FORRESTER, Viviane. O horror econômico. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1997.

FERNÁNDEZ Enguita, Mariano. Educar em tempos incertos. Porto Alegre: Artemed, 2004.

FINCKLER, Elivelto Nagel da Rosa. Competências Essências do Senac/RS para Formação de Estratégia Competitiva no Mercado de Educação Profissional. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento), Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul-UNIJUÍ, Ijuí, 2008.

FRANCO, Dermeval. A organização 2020 (um olhar no futuro). Revista T&D. 1998. p. 28-32.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008. http://g1.globo.com/globo-news/contacorrente/noticia/2015/05/empresas-valorizam-profissionais-com-perfil-empreendedor.html

GONÇALVES, José Ernesto Lima. Reengenharia das empresas: passando a limpo. São Paulo: Atlas, 1995.

GOLEMAN, Daniel. Foco: a atenção e seu papel fundamental para o sucesso/Daniel Goleman; tradução Cássia Zanon. – 1. ed. – Rio de Janeiro: Objetiva, 2014.

MORGAN, G.; SMIRCICH, L. The case for qualitative research. Academy of Management Review, v. 5, n. 4, 1980.

NAISBITT, John. Megatendências Ásia: Oito Megatendências Asiáticas que estão transformando o mundo. Rio de Janeiro: Campus, 1997. NEGROPONTE, Nicholas. A Vida Digital. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

POPCORN, Faith. O Relatório Popcorn: centenas de idéias de novos produtos, empreendimentos e novos mercados. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

ROSSATO, Ricardo. Século XXI: saberes em construção. Passo Fundo: Editora UPF, 2006.

SANTOS, Boaventura de S. Um discurso sobre as ciências. 11. ed. Porto (Portugal): Afrontamento, 1997.

SIQUEIRA, Ethevaldo. 2015 como viveremos. São Paulo: Saraiva, 2005.

VASCONCELOS, Flávio – Da gestão do conhecimento à gestão da ignorância: uma visão co-evolucionária. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, Out/Dez. 2001, v.