Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Inundações Urbanas: Os Impactos do Uso e Ocupação da Terra na Micro Bacia Hidrográfica da Grota Criminosa, Marabá (PA)

DOI: http://dx.doi.org/10.17552/2358-7040/bag.v2n4p45-52

http://boletimamazonicodegeografia.ufpa.br/index.php/revista 

downloadpdf

Luan X. Silva1, Francisco R. S. Reis2, José C. Dias Neto2, Fernando A. B. Firmino3 & Gustavo Silva4

 

Resumo: A micro bacia hidrográfica urbana da Grota Criminosa apresenta uma forte tendência de ocorrência de inundações devido ao seu alto grau de urbanização. A fim de entender a dinâmica de uso e ocupação da área e sua influência com a ocorrência de inundação, objetivou-se através deste artigo elaborar a Carta de Uso e Ocupação da Terra da Micro bacia da Grota Criminosa, Marabá (PA), onde foram mapeadas três classes, sendo elas: Vegetação, Solo Exposto e Área Urbana. Para o estudo, foi utilizada uma imagem orbital do satélite Landsat-8, onde a caracterização das classes foi determinada a partir do método de classificação supervisionada, técnica indicada para realizar análise do uso da terra por meio de classificação digital. Como resultado, foram obtidos os percentuais de 19,01% para a classe Vegetação, 23,93% para Solo Exposto e 57,06% para Área Urbana. Os resultados do estudo serão de grande importância para as pesquisas referente ao estudo da ocorrência de enchentes na região de Marabá (PA).

Palavras-chave: Bacia Hidrográfica Urbana, Sensoriamento Remoto, Uso e Ocupação da Terra, Inundação.

 

Abstract: The urban watershed of Grota Criminosa has a strong tendency to occurrence of floods due to its high degree of urbanization. In order to understand the dynamics of use and occupancy of the area and its influence on the occurrence of flooding, the objective through this article draft the Charter of Use and Occupancy of Land Watershed Grota Criminosa, Marabá (PA), which were mapped three classes, namely: vegetation, soil Exposed and Urban Area. For the study, we used an image orbital satellite Landsat-8, where the characterization of classes was determined from the supervised classification method, indicated technique to perform analysis of land use through digital classification. As a result, the percentages were obtained from 19.01% for vegetation class, 23.93% for Solo Exposed and 57.06% for Urban Area. The study results will be of great importance for resech related to the study of the occurrence of floods in the region of Marabá (PA).

Key words: Watershed Urban, Remote Sensing, use and occupancy of land, flood.

 

1 Estudante de Geografia, Universidade do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA – Marabá/PA, email: luan_xavier21@hotmail.com
2 Estudantes de Geografia, Universidade do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA – Marabá/PA.
3 Eng. Agrônomo, Pós-Graduando em Georreferenciamento, Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto - Instituto de Ensino Superiores da Amazônia – ESTÁCIO/IESAM – Belém/PA, Fone: (94) 99204-6338, e-mail: fernando_alves_88@hotmail.com
4 Mestre, Professor Assistente I, Universidade do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA – Marabá/PA, e-mail: gustavogeo@unifesspa.edu.br Projeto PAPIM 2015

 

Literatura Citada

ASSIS, T.; MARTINS, E. S.; COUTO JUNIOR, A. F. A cobertura da terra da bacia hidrográfica do rio Maranhão condicionada pelas unidades geomorfológicas. Anais XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, João Pessoa-PB, Brasil, 25 a 29 de abril de 2015, INPE.

CRUCIANI, D. E. Hidrologia. Piracicaba-SP: Centro Acadêmico Luiz De Queiroz- ESALQ/USP, 1996. v. 1. 143 p.

MENESES, P. R.; ALMEIDA, T. Introdução ao processamento de imagens de sensoriamento remoto. Brasília: UNB, 2012.

NASA, Landsat Science, http://landsat.gsfc.nasa.gov > Acesso em: 08 Set. 2015.

RAIOL, J. A. Perspectivas para o meio ambiente urbano: GEO Marabá. Belém, Pará. 2010. 136 p.

RODRIGUES, M. T.; et al. Comparação entre classificadores não-supervisionados e supervisionados em bacias hidrográficas por meio de imagem de satélite Landsat. In: XI Congresso Nacional de Meio Ambiente de Poços de Caldas, Poço de Caldas, Minas Gerais. 2014. 9 p.

TUCCI, C. E. M. Plano diretor de drenagem urbana: princípios e concepção. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 2, n. 2, p. 5 – 12 jul./dez. 1997.

VAEZA, R. F.; et al. Uso e Ocupação do Solo em Bacia Hidrográfica Urbana a Partir de Imagens Orbitais de Alta Resolução. In: Revista Floresta e Ambiente. Irati, Paraná. 2010; 17 (1) : 23-29 p. http://dx.doi.org/10.4322/floram.2011.003