Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Ferramentas de Planejamento para Levantamento de Inventário de Emissão de CO2: Estudo de Caso

DOI: http://dx.doi.org/10.13084/2175-8018.v02n04a02

http://www.incubadora.ufsc.br/index.php/IJIE/index 

downloadpdf

Fernando H. R. Lobo1, Adriana P. L. Santos2 & Sérgio F. Tavares3

 

Resumo: O artigo propõe o uso de ferramentas de controle consagradas no planejamento de obras para avaliação de impactos ambientais da atividade da construção civil. As técnicas tradicionais de planejamento são ferramentas com capacidade para mensuração e identificação de aspectos quantitativos da indústria da construção civil. Esta característica pode permitir a identificação de dados relevantes ao consumo de recursos naturais e emissões de resíduos. Neste contexto, este artigo apresenta avaliação dos impactos de emissão de dióxido de carbono – CO2 em um Estudo de Caso. Os dados de emissão foram levantados por meio de revisão bibliográfica e dados divulgados por instituições com credibilidade internacional. A emissão de CO2 foi identificada por etapa construtiva e estes dados foram apresentados por meio de uso de ferramentas de planejamento como o histograma, a curva S e o gráfico de Pareto. A principal contribuição deste trabalho consiste em demonstrar um método para calcular a Energia Embutida e as emissões de CO2 eq a partir da planilha de serviços de uma obra vinculando os dados de insumos de energia embutida e emissão de dióxido de carbono. No decorrer da pesquisa apresenta-se uma ferramenta na qual se simula os valores de emissões de CO2 eq de uma edificação até a conclusão da obra. Os resultados apresentaram que o modelo selecionado tem requisitos energéticos de 4,23 GJ/m² e emissões de 0,57 tCO2 eq/m². São propostas algumas medidas para redução de emissão de CO2, no final do artigo.

Palavras-chave: sustentabilidade ambiental, emissão de CO2, planejamento

 

Abstract: This paper proposes the use of planning control tools to evaluate the environment impacts from the civil construction sector. The traditional planning control techniques are able to measure and identificate the quantitative aspects of the civil construction. This feature may allow the data identification relevant during the natural resource consumption and the waste emition. In this context, this paper presents the CO2 emission impact in one case study. The emission data were collected through literature review and data released by institutions with international credibility. The CO2 emission was identified for constructive stage and these data were presented by use of planning tools such as the histogram, the S curve and the Pareto chart. The main contribution of this paper is to demonstrate a method for calculating embodied energy and the CO2 emissions from the services spreadsheet of the one building. During the text the CO2 emission simulation tool was introduced. The results showed that the energetic resources searched 4,23 GJ/m2 and the emissions 0,57 tCO2 eq/m². Finally, the paper introduces some advices for the CO2 emission decrease.

Key words: environment sustainability, CO2 emition, planning

 

1 Universidade Federal do Paraná - UFPR Centro Politécnico Mestre em Construção Civil Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil Jardim das Américas, s/n Curitiba – PR, Brasil E-mail: fhrlobo@gmail.com
2 Universidade Federal do Paraná - UFPR Centro Politécnico Doutora em Engenharia Civil Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil Jardim das Américas, s/n Curitiba – PR, Brasil E-mail: adrianapls@ufpr.br
3 Universidade Federal do Paraná - UFPR Centro Politécnico Doutor em Engenharia Civil Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil Jardim das Américas, s/n Curitiba – PR, Brasil E-mail: sergioft22@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

AGOPYAN, V.; JOHN, V. M.; OLIVEIRA, D. P. Critérios de sustentabilidade para a seleção de materiais e componentes – uma perspectiva de países em desenvolvimento. 2008. Disponível em: http://pcc2540.pcc.usp.br/material%202006/vmjohn_agopyan_oliveira_05_v4_tradu__o.pdf. Acesso 20/11/2008.

BERNARDES, M. M. S. Desenvolvimento de um Modelo de Planejamento e Controle da Produção para Micro e Pequenas Empresas da Construção. Tese apresentada ao Curso de Pós-Graduação em Engenharia Civil. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2001.

BRASIL. Brasil na COP 15. Disponível em: <http://www.cop15brasil.gov.br/pt-BR/?page=panorama/matriz-energetica-limpa>. Acesso em: 04 dez. 2009.

BRASIL. 2007. Ministério de Minas e Energia. Balanço Energético Nacional, 2007. Brasília.

BUCHANAN, A.; HONEY, B. Energy and carbon dioxide implications of building construction. Energy and Buildings, v. 20, p. 205-217, 1994. doi

CIB, Conseil International du Bâtiment. Agenda XXI on sustainable construction. CIB Report Publications 237. Netherlands, 1999.

FORMOSO, C. A Knowledge Based Framework for Planning House Building Projects Salford: University of Salford - Dpto of Quantity an Biulding Surveying, Tese de Doutorado, 1991.

GASNIER, D. G. Guia Prático para Gerenciamento de Projetos – Manual de sobrevivência para os profissionais de projetos, São Paulo: Instituto IMAN, 2000.

HALLIDAY, S. P. Architecture of habitat: design for life. Philosophical Transactions of the Royal Society, v.335, n.1728, p.1389-1403, 1997.

ISO. International Organization for Standardization ISO 14040: Environmental management — life cycle assessment — principles and framework. Geneva, Switzerland, 1997.

LIMMER, C. V. Planejamento, Orçamentação e Controle de Projetos e Obras. Rio de Janeiro: Editora Livros Técnicos e Científicos, 1997.

LOBO, F. H. R. Inventário de emissão equivalente de dióxido de carbono e energia embutida na composição de serviços em obras públicas: Estudo de caso no Estado do Paraná. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Construção Civil da Universidade Federal do Paraná.Curitiba, 2010.

MEDINA, H. V. Produção e Uso Sustentável de Materiais: Gestão Ambiental e Análise do Ciclo de Vida. Rio de Janeiro. Comunicação Técnica Elaborada para o 61º Congresso Anual da ABM – Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais, 2006.

MEHTA, P. K. 2003. High-performance, high volume fly ash concrete for sustainable development. Internationanl Workshop on Sustainable Development and Concrete Technology, 2003.

ONU - ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Painel intergovernamental de mudança climática - IPCC. Fourth Assessment Report: Climate Change. Cambridge: University Press UK, 2007.

PICCHI, F. A. Sistema de qualidade: uso em empresas de construção de edifícios. Tese (Doutorado) - Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993.

PMI. A guide to the project management body of knowledge (PMBOK), 1996.

PRADO, D. S. Planejamento e Controle de Projeto, Minas Gerais: Editora de Desenvolvimento Gerencial, 1998.

SILVA, V. G. da; SILVA, M. Análise do ciclo de vida aplicada ao setor da construção civil: Revisão da abordagem e estado atual. Paris. CIB/CSTB. 2° International Conference: Building and the Environment, 1997.

SPIEGEL, R; MEADOWS, D. Green Building Materials: A Guide to Product Selection and Specification. Nova York: John Wiley & Sons. Inc., 1999.

SUZUKI, M.; OKA, T. Estimation of life cycle energy consumption and CO2 emission of office buildings in Japan. Energy and Buildings, n.28, p.33-41, 1998.

TAVARES, S. F. Metodologia de análise do ciclo de vida energética de edificações residências brasileiras. Tese (Doutorado) - Faculdade de Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.

VARGAS, R. V. Gerenciamento de Projetos – Estabelecendo Diferenciais Competitivos, Rio de Janeiro: Brasport, 2000.