Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Gestão Estratégica e Financeira das Instituições de Ensino Superior: Um Estudo de Caso

DOI: http://dx.doi.org/10.13084/2175-8018.v03n05a07

http://www.incubadora.ufsc.br/index.php/IJIE/index 

downloadpdf

Fernanda C. B. P. Queiroz1, Jamerson V. Queiroz2 & Hélio R. Hékis3

 

Resumo: O objetivo deste artigo é apresentar e implantar uma metodologia de integração entre o planejamento estratégico e o planejamento financeiro. Busca-se evidenciar as etapas para a formulação das estratégias de uma Instituição de Ensino Superior. Pretende-se ainda, apresentar o mapa estratégico adaptando as perspectivas do Balanced Scorecard (BSC) para a realidade das organizações acadêmicas. A metodologia utilizada compreende a apresentação de um estudo de caso implantado em uma Universidade em Santa Catarina, descrevendo os passos necessários para a implantação de um sistema eficiente e moderno de planejamento alinhado à medição do desempenho organizacional. Justifica-se este trabalho em função do crescimento acelerado do número de IES no Brasil aliado ao crescimento da demanda que tem ensejado o acréscimo da competitividade num setor até pouco tempo atrás acostumado com técnicas de gestão arcaicas. Os resultados apresentados evidenciam a importância da integração da estratégia com o orçamento e as facilidades do uso do BSC na construção do mapa estratégico e alinhamento da organização na busca de indicadores para a mensuração do desempenho.

Palavras-chave: gestão estratégica, gestão financeira, balanced scorecard, educação

 

Abstract: The aim of this paper is to present and implement a methodology to integrate strategic planning and financial planning. It also seeks to highlight the steps to the formulation of strategies for an Institution of Higher Education. Finally, you want to display the map by adapting the strategic perspectives of the Balanced Scorecard (BSC) to the reality of academic organizations. The methodology comprises the presentation of a case study introduced at a University in Santa Catarina, describing the steps necessary to deploy an efficient and modern planning aligned to the measurement of organizational performance. This work is justified on the basis of accelerated growth in the number of Higher Education Institutions in Brazil associate with the demand growing that has opportunity the increased competitiveness in a sector until recently used to old management techniques. The results presented the importance of integration strategy with the budget and the facilities of the BSC in building the strategy map and alignment of the organization in search of indicators for performance measurement.

Key words: strategic management, financial management, balanced scorecard, education

 

1 Universidade Federal do Rio Grande do Norte Mestrado em Engenharia de Produção da Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Produção Campus Universitário Lagoa Nova 59072-970 - Natal, RN – Brasil Telefone: (84) 32153733 Fax: (84) 32153733 URL da Homepage: www.ufrn.br fernandacbpereira@yahoo.com.br
2 Universidade Federal do Rio Grande do Norte Mestrado em Engenharia de Produção da Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Produção Campus Universitário Lagoa Nova 59072-970 - Natal, RN – Brasil Telefone: (84) 32153733 Fax: (84) 32153733 URL da Homepage: www.ufrn.br jvqjamerson@yahoo.com.br
3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte Mestrado em Engenharia de Produção da Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Produção Campus Universitário Lagoa Nova 59072-970 - Natal, RN – Brasil Telefone: (84) 32153733 Fax: (84) 32153733 URL da Homepage: www.ufrn.br hrhekis@hotmail.com

 

Literatura Citada

BIGNETTI, L. P. Comentários - Uma apreciação sobre o desenvolvimento dos estudos em estratégia no Brasil sob a inspiração de Hafsi e Martinet. Revista de Administração Contemporânea v. 12, n. 4, p. 1165-1171, 2008. Disponível em: <http://www.scielo.org/php/index.php>. Acesso em: 12 ago. 2010.

BORNIA, A. C., LUNKES, R. J. Uma contribuição à melhoria do processo orçamentário. Contabilidade Vista & Revista, v. 18, n. 1, p. 37-59, 2007.

BRIGHAN, E. F., EHRHARDT, M. C. Administração financeira: teoria e prática. 10. ed., São Paulo: Thomson, 2006.

CANTERLE, N. M. G., FAVARETTO, F. Proposta de um modelo referencial de gestão de indicadores de qualidade na instituição universitária. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 16, n. 60, p. 393-412, 2008. Disponível em: <http://www.scielo.org/php/index.php>. Acesso em: 15 ago. 2010.

DAMODARAN, A. Finanças corporativas: teoria e prática. 2. ed., Porto Alegre: Bookman, 2004.

GENDRON, M. Using the balanced scorecard. Harvard Management Update: Newsletter from Harvard Business School, v. 2, n. 10, p. 7-10, 1997.

GITMAN, L. J. Princípios de Administração financeira. 10. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2004.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed., São Paulo: Atlas, 1999.

GREATBANKS, R.; TAPP, D. The impact of balanced scorecards in a public sector environment Empirical evidence from Dunedin City Council. New Zealand. International Journal of Operations & Production Management, v. 27, n. 8, p. 846-873, 2007. doi

GROSSMAN, T. A. Integrating spreadsheet engineering in a management science course: a hierarchical approach. Informs Transactions on Education, v. 7, n. 1, p. 18-36, 2007.

HAFSI, T.; MARTINET, A. C. Estratégia e gestão estratégica das empresas: um olhar histórico e crítico. Revista de Administração Contemporânea, v. 12, n. 4, p. 1131-1158, 2008. Disponível em: <http://www.scielo.org/php/index.php>. Acesso em: 12 ago. 2010.

HALL, R. H. Organizações: estrutura e processos. 3. ed., Rio de Janeiro: Prentice-Hall do Brasil, 1984.

HERRERO F. E. Balanced Scorecard e a gestão estratégica: uma abordagem prática. Rio de Janeiro: Campus, 2005.

IDENBURG, P. J. Four styles of strategy development. Long Range Planning, v. 26, n. 5, p. 132-137, 1993. doi

KAPLAN, S. Norton, D. P. A. Estratégia em ação: Balanced Scorecard. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

KAPLAN, S. The Balanced Scorecard: translating strategy into action. Boston, Massachusetts: Harvard Business School Press, 1996.

KAPLAN, S. The strategy-focused organization: how balanced scorecard companies thieve in the new business environment. Boston, Massachustts: Harvard Business School Press, 2000.

KAPLAN, S. Organização orientada para a estratégia: como as empresas que adotaram o balanced scorecard prosperam no novo ambiente de negócios: Campus. Rio de Janeiro, 2000.

KAPLAN, S. Mapas estratégicos: convertendo ativos intangíveis em resultados tangíveis. Rio de Janeiro, editora Elsevier, 2004.

LAURIA, L. C. Planejamento e controle orçamentário. In: Rosseti, José Paschoal et al. Finanças corporativas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

LYRA, M. G.; GOMES, R. C.; JACOVINE, L. A. G. O papel dos stakeholders na sustentabilidade da empresa: contribuições para construção de um modelo de análise. Revista de Administração contemporânea, v. 13, 3, p. 39-52, 2009. Disponível em: http:// <http://www.scielo.org/php/index.php>. Acesso em: 12 ago. 2010.

LUCIANI, J. C. J. L. Análise dos impactos da implantação de ERP no desempenho de empresas catarinenses de capital aberto. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis), Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis, Universidade Regional de Blumenau, SC, Brasil, 2008.

MINTZBERG, H. Strategy-making in three modes. In: California Management Review. V. 16, n. 2, p. 44-53, 1973. doi

MINTZBERG, H. AHLSTRAND; B., LAMPEL, J. QUINN, J. B. & GHOSHAL, S. O processo da estratégia: conceitos, contextos e casos selecionados. Porto Alegre: Bookman, 2008.

OLIVEIRA, D. P. R. Estratégia empresarial & vantagem competitiva: como estabelecer, implementar e avaliar. 6. Ed., São Paulo: Atlas, 2009.

RIBAS JÚNIOR, O. T. Avaliação do desempenho de agências de desenvolvimento regional utilizando as experiências em curso na região sul do Brasil. Revista IJIE, v. 2, n. 1, p. 26-50, 2010. doi

PEREIRA, M. F.; MELO, P. A.; CUNHA, M. S. A história e a experiência da Universidade Federal de Santa Catarina com o processo de planejamento estratégico. In: Domingues, M. J. C. S.; Silveira, A. Gestão de ensino superior: temas contemporâneos. Blumenau: Edifurb, 2008.

SANTOS, S. R. B. O balanced scorecard como instrumento de gestão à luz dos indicadores do sistema nacional de avaliação da educação superior. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis). Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. João Pessoa, PB, Brasil, 2008.

SCHARMACH, A. L. R. Gestão estratégica em instituições de ensino superior: as possibilidades do Balanced Scorecard na Universidade do Contestado. Dissertação (Mestrado em Administração). Programa de Pós-graduação em Administração – PPGAD, Universidade Regional de Blumenau, SC, Brasil, 2009.

SPESSATTO, G. Análise do processo de implantação do Balanced Scorecard nas maiores empresas da região Sul do Brasil. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis), Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis, Universidade Regional de Blumenau, SC, Brasil, 2009.

TABATONI, P.; JARNIOU, P. A dinâmica das normas na administração estratégica. In: H. or ANSOFF, I.; DECLERCK, R P. e HAYES, R. L. (org.). Do planejamento estratégico à administração estratégica. São Paulo: Atlas, p. 41-47, 1985.

TAVARES, M. C. Planejamento estratégico. Rio de Janeiro: Habra, 1991.

YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed., Porto Alegre: Bookman, 2001.

WELSCH, G. A. Orçamento empresarial. São Paulo: Atlas, 1973.