Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Descentralização do Processo de Abastecimento em Um Hospital: Um Estudo Sob a Ótica da Inovação

DOI: http://dx.doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v4n2p29-46

http://www.unama.br/seer/index.php/aos/index 

downloadpdf

Náyra L. Gomes1 & Josivania S. Farias2

  

Resumo: Este estudo considera a implantação do Programa de Descentralização Progressiva das Ações de Saúde (PDPAS) da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) como instrumento para o surgimento de inovações e tem por objetivo identifi cá-las no processo gerencial de abastecimento a partir da adoção deste programa. Trata-se de um estudo de caso, com a realização de entrevistas semiestruturadas com profi ssionais de perfi s estratégico e técnico no Hospital Regional de Ceilândia (HRC) situado em Brasília/DF. Quanto às evidências empíricas foram utilizados dados primários e secundários. Os dados primários, coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, indicaram a percepção de profi ssionais do HRC sobre o programa. Os dados secundários, obtidos por meio de documentos, tais como Leis, Manuais, Decretos, entre outros, possibilitaram identifi car os dados documentais sobre a motivação e implantação desta nova solução para a gestão hospitalar. As inovações identifi cadas foram analisadas à luz da teoria de inovação, especialmente da inovação administrativa. Para análise dos dados, lança-se mão da metodologia de análise de conteúdo. Os resultados apontam para o surgimento de inovações na implantação do Programa, nas rotinas e processos e na distribuição de insumos para os setores do Hospital.

Palavras-chave: Gestão hospitalar. Inovação administrativa. Descentralização. Abastecimento

 

Abstract: This study considers the implementation of the Decentralization Program of Progressive Health Action (PDPAS) of the Secretary of State for Health of Distrito Federal (SES/DF) as an instrument that allows the emergence/advent of innovations and aims to identify them in the process of supply chain management from the adoption of this program. This is a case study in which semi structured interviews were conducted with strategic and technical professionals in Ceilândia Regional Hospital (HRC). To achieve the objective, we used primary and secondary data. The primary data was collected through semi structured interviews that indicated the perception of professionals on the HRC program. The secondary data was obtained by means of laws, manuals, decrees, among others, which enabled the identifi cation of the documentary evidence on the motivation and implementation of this new management solution for the fi eld hospital. The innovations identifi ed were analyzed in the light of innovation theory, specially with regard to innovation management. Data analysis was guided by the method of content analysis. The results showed the emergence of innovations in the implementation of the program, routines and processes and the distribution of inputs for the hospital.

Key words: Hospital management. Managerial Innovation. Decentralization. Supply Chain.

 

1 Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Administração da UNAMA. Servidora técnico-administrativa da Universidade Federal Rural da Amazônia. E-mail: socorroviegas83@gmail.com.
2 Doutora em Ciências Humanas: Sociologia e Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (2007). Professora da Universidade Federal do Pará (UFPA), lotada no Instituto de Filosofi a e Ciências Humanas (IFCH). E-mail: ercabral@uol.com.br
3 Doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa. professor titular do Programa de Pós-Graduação em Administração - Mestrado e Doutorado, da Universidade da Amazônia (UNAMA). E-mail: scgomes03@uol.com.br
4 Doutor em Desenvolvimento Econômico e Pós-Doutor em Economia pelo Instituto de Economia (IE) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Docente da Faculdade de Ciências Econômicas (FACECON), vinculada ao Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), da Universidade Federal do Pará (UFPA). E-mail: andrecc83@gmail.com

 

Literatura Citada

ALMEIDA, M. L. Da formulação à implementação: análise das políticas governamentais de educação profi ssional. Tese de doutorado defendida no Instituto de Geociências da Unicamp, 2003.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, 1977.

BARRETO JUNIOR, I. F. B.; SILVA, Z. P. D. São Paulo em Perspectiva. Reforma do Sistema de Saúde e As Novas Atribuições do Gestor Estadual. São Paulo, 2004. p.47-56.

BIRKINSHAW, J.; HAMEL, G.; MOL, M.J. Management innovation. Academy of Management Review, v. 33, n. 4, p. 825-845, 2008. http://dx.doi.org/10.5465/AMR.2008.34421969

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Planalto, Brasília, DF, 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituiçao.htm. Acesso em: 30 jan. 2013.

BRASIL. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Planalto, Brasília, DF, 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8666cons.htm. Acesso em: 30 jan. 2013.

BRASIL. Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002 - Institui, no âmbito da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, nos termos do art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. Planalto, Brasília, DF, 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L10520cons.htm. Acesso em: 30 jan. 2013.

BRITO, K.; CÂNDIDO, G.; Difusão da inovação tecnológica como mecanismo de contribuição para a formação de diferenciais competitivos em pequenas e médias empresas. Revista Eletrônica de Administração, v.9, n.2, 2003.

CRETELLA JÚNIOR, J. Comentários à Constituição –1988. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1993.

DALARMI, L. Visão acadêmica. Gestão de Suprimentos na Farmácia Hospitalar Pública, Curitiba, 2010, v.11, n.1, p.. 82-90.

DISTRITO FEDERAL. Decreto nº 31.625, de 29 de abril de 2010. Institui o Programa de Descentralização Progressiva de Ações de Saúde – PDPAS para as Diretorias Regionais de Saúde e as Unidades de Referência Distrital da Rede Pública de Saúde do Distrito Federal. Diário Oficial [do] Distrito Federal, Brasília, DF, 30 abr. 2010. Disponível em: Disponível em: http://www.saude.df.gov.br. Acesso em: 12 jan. 2013.

DISTRITO FEDERAL. SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE. Manual Prático de Rotinas do PDPAS – Aquisições de Bens e Serviços. 2010, 1º Edição. Disponível em <http://www.saude.df.gov.br>. Acesso em: 28 jan. 2013.

DISTRITO FEDERAL. SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE. Portaria nº 82, de 28 de maio de 2010. Estabelece os valores a serem transferidos no escopo do Programa de Descentralização Progressiva de Ações de Saúde – PDPAS da SES DF. Diário Ofi cial [do] Distrito Federal, Brasília, DF, 01 jun. 2010. Disponível em: http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2010/06_Junho/DODF%20105%2001-06-010/Seção01-%20105.pdf. Acesso em: 28 jan. 2013.

DISTRITO FEDERAL. SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE. Portaria nº 83, de 28 de maio de 2010. Regulamenta o Programa de Descentralização Progressiva de Ações de Saúde – PDPAS instituído pelo Decreto nº 31.625, de 29 de abril de 2010. Diário Ofi cial [do] Distrito Federal, Brasília, DF, 01 jun. 2010. Disponível em: http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2010/06_Junho/DODF%20105%2001-06-010/Seção01-%20105.pdf. Acesso em: 28 jan. 2013.

DISTRITO FEDERAL. SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE. Portaria nº 84, de 28 de maio de 2010. Dispõe sobre o Controle, a Avaliação de Resultados e as Prestações de Contas dos recursos do Programa de Descentralização Progressiva de Ações de Saúde – PDPAS no âmbito da Rede Pública de Saúde do Distrito Federal. . Diário Oficial [do] Distrito Federal, Brasília, DF, 01 jun. 2010. Disponível em: http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2010/06_Junho/DODF%20105%2001-06-010/Seção01-%20105.pdf.

Diário Oficial [do] Distrito Federal, Brasília, DF, 01 jun. 2010. Disponível em <http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial>. Acesso em: 28 jan. 2012.

FARIAS, J. S.; GUIMARÃES, T. A.; VARGAS, E. R. Inovação em hospitais do Brasil e da Espanha: a percepção de gestores sobre o prontuário eletrônico do paciente. Brazilian Business Review - BBR, Vitória, v. 9, n. 3, Art. 2, p. 25 - 46, jul./set. 2012.

FRANCINI, W. S. Modelos de gestão da inovação: Um Estudo de Casos em Empresas Brasileiras do Setor Petroquímico. Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, 2012. Tese (Doutorado em Administração) – Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2012.

GALLOUJ, F. Innovation in the service economy: the new wealth of nations. Cheltenham: Edward Elgar, 2002. http://dx.doi.org/10.4337/9781843765370

GOMES, A. O. Difusão de Inovações Administrativas e Localização Estrutural em Redes de Empresas Construtoras de Obras Públicas. Brasília: PPGA, 2008. Dissertação (Mestrado em Administração)- Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

GOMES, A. O.; GUIMARÃES, T. A. Difusão de inovação Administrativa e Localização Estrutural em Rede de Empresas. RAI- Revista de Administração e inovação. São Paulo, v.5, n.3, p. 05-19, 2008.

GONÇALVES, E.L. (Org.) Gestão hospitalar: administrando um hospital moderno. São Paulo: Saraiva, 2006.

GUERINI, A. L.; PLEBANI, S.; MACHADO, D. DeL Prá Netto. Impacto dos Sistemas Integrados de Gestão na Estrutura de uma organização Hospitalar. In: II ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO DA. ANPAD, Recife-PE, 21-23 jun. 2009.

INFANTE, M.; SANTOS, M.A.B. A organização do abastecimento do hospital público a partir da cadeia produtiva: uma abordagem logística para área de saúde. Ciência &Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, v.12, n. 4, jul./ago.2007.

ISIDRO FILHO, A. Adoção de Inovações apoiadas em tecnologias de informação e comunicação, formação de competências e estratégias de aprendizagem em hospitais. PPGA, 2010. Tese (Doutorado em Administração)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

LIMA, J. D. C.; RIVERA, F. J. U. Gestão de sistemas regionais de saúde: um estudo de caso no Rio Grande do Sul. Cad. Saúde Pública. Brasil, Rio de Janeiro, out. 2006. 2179-2189.

LIMA, J. V. Implementação do Programa de Descentralização Progressiva das Ações de Saúde da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Monografi a em Administração- Universidade de Brasília, Brasília, 2011.

LIMA, L. D. et al. Descentralização e regionalização: dinâmica e condicionantes da implantação do Pacto pela Saúde no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, jul. 2012. 1903-1914.

MACHADO, D. D.P.N.; BARZOTTO, L. da C. Ambiente de Inovação em Instituição Hospitalar. RAI – Revista de Administração e Inovação. São Paulo, v. 9, n. 1, p. 51 - 80, jan./mar. 2012.

MAGALHÃES, M. G. Gestão do Hospital São João Batista - Contribuições para o Desenvolvimento de uma Gestão Participativa e Descentralizada. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública)- Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouça, Rio de janeiro, abr/2006.

MEIRELLES, H. L. Direito administrativo brasileiro. 28. ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2003.

MIRANDA, V. A.; ARRUDA, V. L. D.; BRANCO, E. S. Gerenciamento dos medicamentos em hospitalares públicos. RAHIS- Revista de Administração Hospitalar e Inovação em Saúde, jan./ jun. 2011. 45-51.

MONTANHA JÚNIOR, I. R.; LEONEL, C. E. L.; OGLIARI, A.; DIAS, A.; GEISLER, L. Importância, defi nições e modelos de inovação. In: CORAL, E.; OGLIARI, A. Gestão integrada da inovação: estratégia, organização e desenvolvimento de produtos. São Paulo: Atlas, 2008. cap.1.

MUSSI, F. B.; CANUTO, K, C. Percepção dos Usuários sobre os atributos de uma inovação. Revista de Gestão da USP, São Paulo, v. 15, n. especial, p. 17-30, 2008.

PAULUS JÚNIOR, A. Revista Espaço para a Saúde. Gerenciamento de Recursos Materiais em Unidades de Saúde, Londrina, dezembro 2005. v.7, n.1, p.30-45.

PEREZ, G.; ZWICKER, R. Fatores determinantes da adoção de sistemas de informação na área de saúde: um estudo sobre o prontuário médico eletrônico. Revista de Administração da Mackenzie – RAM, São Paulo, v.11, n.1, p. 174-200, jan./fev.2010.

RICHARDSON, R. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3.ed.São Paulo: Editora Atlas, 2007.

ROGERS, E. M. Diffusion of innovations. 4th. New York: The Free Press, 1995.

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Editora Fundo de Cultura, 1982.

VERGARA, S. C.; Projeto e relatórios de pesquisa em administração. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

Citado por

Sem citações recebidas.