Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Evidenciação Ambiental à Luz da NBC T 15: O Caso da Natura

DOI: http://dx.doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v4n2p127-146

http://www.unama.br/seer/index.php/aos/index 

downloadpdf

Dêbora P. Barcelos1, Mônica M. Tassigny2, Maria G. O. Carlos3, Fabiana P. A. Bizarria4 & Antônio J. A. Frota5

  

Resumo: A evidenciação ambiental é utilizada pelas organizações como meio de divulgação de aspectos e impactos ambientais. Neste particular, a Ciência Contábil constitui ferramenta efi ciente no que se refere à evidenciação, classifi cação e mensuração dos eventos ambientais. Desta constatação, partiu-se da seguinte questão: como a Natura divulga suas práticas e evidencia suas informações ambientais? Trata-se de estudo bibliográfi co e documental, baseado na análise do conteúdo desta prática na empresa Natura, com o objetivo de desvelar as práticas ambientais desenvolvidas por esta empresa com o fim de preservação ambiental na utilização sustentável de seus insumos. A revisão da literatura apresenta aspectos relevantes relacionados à Contabilidade Ambiental e Evidenciação Ambiental, seus regulamentos e orientações. Como resultados são apresentados os programas de recuperação e conservação ambiental, juntamente com suas demonstrações financeiras, a fim de verifi car a classifi cação em conformidade com a Norma Brasileira de Contabilidade, NBC T 15 aprovada pela Resolução do CFC nº. 1.003/04. Pode-se concluir que as classifi cações e alocações pertinentes aos bens, direitos e obrigações descritos pela entidade cumprem a fi nalidade principal de preservar e proteger o meio ambiente, bem como estão aptos a gerar benefícios econômicos, embora não disponha de um plano de contas exclusivamente ambiental.

Palavras-chave: Evidenciação Ambiental. Contabilidade Ambiental. Meio Ambiente

 

Abstract: Environmental disclosure is used by organizations as a means of disseminating environmental aspects and impacts. In particular, the Accounting Science is effi cient tool when it comes to disclosure, classifi cation and measurement of environmental events. From this fi nding, the following question was made: how Natura presents its practices and highlights its environmental informations? This was a bibliographical and documentary study, based on the analysis of the content of this practice in Natura company, aiming to unveil the environmental practices carried out by this company for the purpose of environmental preservation in the sustainable use of its inputs. The Review of the literature presents relevant aspects related to Environmental Accounting and Environmental Disclosure, its regulations and guidelines. As the results are presentend the recovery and conservation programs, together with its fi nancial statements in order to verify the classifi cation in accordance with the Brazilian Accounting Standards NBC T 15 approved by Resolution CFC no. 1,003 / 04. It can be concluded that the classifi cations and relevant allocations to assets, rights and obligations described by the entity meet the primary purpose of preserving and protecting the environment, and are able to generate economic benefi ts, even though it doesn’t have a plan exclusively environmental accounts .

Key words: Environmental Disclosure. Environmental Accounting. Environment.

 

1 Graduação em Ciência Contábeis pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR. Email: deborapbarcelos@gmail.com
2 Professora Titular do Programa de Pós- Graduação em Administração da Universidade de Fortaleza (PPGA/UNIFOR) e Colaboradora com o Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Fortaleza (PPGD/UNIFOR). Email: monica.tass@gmail.com
3 Doutoranda Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Fortaleza (PPGA/UNIFOR), E-mail: mgcarlo@globo.com
4 Doutoranda Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Fortaleza (PPGA/UNIFOR), E-mail: bianapsq@hotmail.com
5 Doutorando Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas da Universidade de Fortaleza- UNIFOR (2015-2018). Mestre em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza - UNIFOR, (2014) com ênfase na linha de Pesquisa Socioambiental. E-mail: jacksonfrota@ibest.com.br

 

Literatura Citada

ARAÚJO, A. M. P. de, ASSAF, A. Introdução à contabilidade. São Paulo: Atlas, 2004.

BARBIERI, J. C. Gestão ambiental empresarial: conceitos, modelos e instrumentos. 2. ed., rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 2007.

BEETS, D. S.; SOUTHER, C. C. Corporate Environmental Reports: The Need for Standards and anEnvironmental Assurance Service. Accounting Horizons. v.13, n. 2, p.129-145, 1999. Disponível em: http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=186134. Acesso em: 05 jul. 2014.

BOVESPA, Demonstrações Financeiras Natura 2012 e 2013. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/. Acesso em: 27 maio 2014.

BRAGA, C. (Org). Contabilidade ambiental: ferramenta para gestão da sustentabilidade. São Paulo: Atlas, 2007

BRANDON, P. S. Sustainability in management and organization: the key issues? Building Research e Information, 1999, 27 (6), 390-396. http://dx.doi.org/10.1080/096132199369228

CARVALHO, G. M. B. de. Contabilidade ambiental. Curitiba, PR: Juruá, 2008.

CAVAYE, A. Case Study Research: A Multi-Faceted Research Approach For IS. Information Systems Journal, 6(3), 227-242, 1996. http://dx.doi.org/10.1111/j.1365-2575.1996.tb00015.x

COSTA, F. J. da et al . Valores pessoais e gestão socioambiental: um estudo com estudantes de administração. RAM, Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 14, n. 3, Jun.2013. http://dx.doi.org/10.1590/S1678-69712013000300008

FACHIN, O. Fundamentos de metodologia. São Paulo: Saraiva. 2001.

FARIA, A. C. de; OLIVEIRA, R. de. Evidenciação de eventos econômicos de natureza ambiental pelas empresas do setor químico e petroquímico. In: SEGET - SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 3., 2006, Rezende/RJ. Anais... Resende: SEGET, 2006. CD-ROM.

FERREIRA, A. C. S., Contabilidade ambiental: uma informação para o desenvolvimento sustentável. São Paulo: Atlas, 2003.

FRANCO, H. A contabilidade na era da globalização. São Paulo: Atlas, 1999.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999.

GLOBAL REPORTING, Relatório GRI Natura 2012. Disponível em: http://database.globalreporting.org. Acesso: 13 maio 2014.

GONÇALVES-DIAS, S. L. F.; HERRERA, C. B.; CRUZ, M. T. de S. Desafi os (e dilemas) para inserir “Sustentabilidade” nos currículos de administração: um estudo de caso. RAM, Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 14, n. 3, Jun.2013. http://dx.doi.org/10.1590/S1678-69712013000300006

GOODE, W. J.; HATT, P. K. - Métodos em pesquisa social. 3.ed., São Paulo: Cia Editora Nacional,1969.

GOULART, A.M.C. Evidenciação contábil do risco de mercado por instituições fi nanceiras no Brasil. São Paulo, SP. Dissertação de Mestrado em Controladoria e Contabilidade. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo – USP, 2003.

HENDRIKSEN, E. S.; e BREDA, M. F. V. Teoria da contabilidade. São Paulo: Atlas, 2007.

HOPKINS, C. Twenty years of education for sustainable development. Journal of Education for Sustainable Development. 2012, 6, 1. 2012. Disponível em: http://jsd.sagepub.com/content/6/1/1.full.pdf. Acesso em: 29 nov. 2014.

IUDÍCIBUS, S; SANTOS, O; MARTINS, E; e GELBCKE, ER. Manual de contabilidade das sociedades. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

IUDÍCIBUS, S. de. Teoria da contabilidade. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

KOSZTRZEPA, R. O. Evidenciação dos eventos relacionados com o meio ambiente: um estudo em indústrias químicas. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade do Vale do Rio Sinos, São Leopoldo, 2004.

KRAEMER, M. E. P. Gestão ambiental: enfoque no desenvolvimento sustentável. Itajaí/SC: Univali, 2004.

LASH, J. WELLINGTON, F. Competitive advantage on a warming planet. Harvad Business Review, março, 2007. Disponível em: http://goo.gl/q1EOhw. Acesso em: 22 nov. 2014.

LINS, L. S.; SILVA, R. N. S. Responsabilidade Socioambiental ou Greenwash: uma avaliação com base nos relatórios de sustentabilidade ambiental. In: ENCONTRO NACIONAL SOBRE GESTÃO EMPRESARIAL E MEIO AMBIENTE – ENGEMA, 9., 2007.

MARQUES, M. de M. et al. Evidenciação ambiental: uma análise da evolução dos investimentos ambientais e o refl exo no que é divulgado. o. In: CONGRESSO USP CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 10., 2010, São Paulo. Anais... São Paulo, 2010.

MARTINS, E.; DE LUCA, M. M. Ecologia via contabilidade. Revista Brasileira de Contabilidade. Brasília - DF: ano 23, n. 86, p.20-29, mar.1994.

MEBRATU, D. Sustainability and sustainable development: historical and conceptual review. Environ Impact Asses Rev. 1998; n. 18: p. 493-520. Disponível em: http://goo.gl/gzJvd1. Acesso em: 21 nov. 2014.

MINAYO, M. C. de S. O desafi o do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec, 2007.

NATURA, Relatórios da Administração Natura 2012 e 2013. Disponível em: <http://www.natura.com.br> Acesso em: 13 maio 2014.

NIYAMA, J. K.; SILVA, C. A. T. Teoria da contabilidade. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE - NBC T 15, Informações de Natureza Social e Ambiental, Resolução CFC nº 1.003/04. Disponível em: <http://www.cfc.org.br/sisweb/sre/docs/RES_1003.doc. Acesso em: 25 maio 2014.

PAIVA, P. R. Contabilidade ambiental: evidenciação dos gastos ambientais com transparência e focada na prevenção. São Paulo: Atlas, 2003.

REIGOTA, M. Meio ambiente e representação social. São Paulo: Cortez, 1994.

RIBEIRO, M. de S. Contabilidade ambiental. São Paulo: Saraiva, 2006.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, P. B. Metodologia de pesquisa. São Paulo: McGraw Hill, 2006.

SINAY, M. C. F. de et al . Ensino e pesquisa em gestão ambiental nos programas brasileiros de pós-graduação em administração. RAM, Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 14, n. 3, Junho 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S1678-69712013000300004

SULAIMAN, S. N. Educação ambiental, sustentabilidade e ciência: o papel da mídia na difusão de conhecimentos científi cos. Ciência e Educação (Bauru), Bauru, v. 17, n. 3, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S1516-73132011000300008

TINOCO, J. E.; KRAEMER, E. P. Contabilidade e gestão ambiental. São Paulo: Editora Atlas, 2004.

TINOCO, J. E.; KRAEMER, E. P. Contabilidade e gestão ambiental. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2008.

TORRES, C. Responsabilidade social das empresas. In: AYRES, A. R.; SOARES, F. P.; BARTHOLO, R. S. (Orgs.). Ética e responsabilidade social. Brasília: SESI Departamento Nacional, 2002.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 1997.

VIEIRA, M. T.; FARIA, A. C. de. Aplicação da NBC T 15 por empresas dos segmentos de bebidas e alimentos: uma pesquisa documental. Revista Universo Contábil, Blumenau, v.3, n. 1, p. 49-69, jan./ abr. 2007. Disponível em: < http://proxy.furb.br/ojs/index.php/universocontabil/article/view/142> Acesso em: 24 jul 2014.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2.ed. São Paulo: Bookman, 2001.

Citado por

Sem citações recebidas.