Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Responsabilidade Socioambiental: Um Estudo no Setor de Cerâmica Vermelha de Itabaiana-SE

DOI: http://dx.doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v4n2p147-172

http://www.unama.br/seer/index.php/aos/index 

downloadpdf

Lucélia L. N. Costa1 & Ludmilla M. Montenegro2

  

Resumo: O presente trabalho discute o tema responsabilidade socioambiental, e tem como objetivo investigar como as empresas podem realizar seus negócios de tal maneira que estes estejam correlacionados com a responsabilidade socioambiental. Trata-se de um estudo de casos múltiplos realizado com duas empresas do setor cerâmico da região agreste de Itabaiana - SE. A pesquisa assume um caráter empírico e bibliográfi co de natureza qualitativa. Quanto aos fins, é exploratória em razão do número incipiente de publicações que tratam do tema em destaque associado ao objeto de estudo pesquisado - setor cerâmico. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os informantes-chave e observações no momento das entrevistas. Documentos também foram coletados e analisados. A pesquisa mostrou os níveis de preocupação socioambiental das empresas pesquisadas por meio de seis categorias relacionadas ao tema Responsabilidade Socioambiental. Após realizar a análise dos dados das duas empresas investigadas - Batula e Higino, os resultados revelaram que as empresas possuem poucas práticas de responsabilidade socioambiental e poucos requisitos básicos que sejam congruentes ao conceito de Responsabilidade Socioambiental. Assim, conclui-se que os gestores das empresas pesquisadas se preocupam apenas em atender as obrigações que leis ambientais determinam. Este aspecto revela uma conduta infi me em relação às questões socioambientais.

Palavras-chave: Responsabilidade Socioambiental. Práticas de Responsabilidade Socioambiental. Setor Cerâmico.

 

Abstract: This research explores the socio-environmental responsibility theme and aims to investigate how the organizations can run their businesses concerning the socio-environmental responsibility. It is a multiple cases study held in two organizations of the ceramic industry of Itabaiana, SE, Brazil (Agreste Region). The research is qualitative, empirical and bibliographical. It is also exploratory due to the lack of studies that researches the social-environmental responsibility associated with this object of study/fi eld (ceramic industries). The data were collected through semi-structured interviews done with the key-informants and observations done at the moment of the interviews. Documents were also collected and analyzed. The research showed the levels of socio-environmental concerning of the researched organizations through six categories related to the socio-environmental responsibility theme. The results of the data analysis of the two investigated organizations – Batula and Higino – showed that they have few socio-environmental responsibility practices and few basic requirements that disposes the concept Socio-environmental Responsibility. Therefore, the managers of these companies are worried only with the obligations determined by the environmental laws, revealing da weak conduct concerning the socio-environmental matters.Socio-environmental Responsibility. Socio-environmental Practices. Ceramic Industries.

Key words: Socio-environmental Responsibility. Socio-environmental Practices. Ceramic Industries.

 

1 Bacharel em Administração. Discente da Universidade Federal de Sergipe (UFS). E-mail: lucelialn@hotmail.com
2 Doutora em Administração pela Universidade Federal do Paraná (2013). Professora da Universidade Federal de Sergipe, Campus São Cristóvão - Departamento de Administração (DAD). Atua no mestrado em Administração da UFS (PROPADM). E-mail: ludmilla2907@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

ALVES, José Ermani; MANÃS Vico Antônio. A Vantagem Competitiva por meio da Responsabilidade Socioambiental em Indústrias do Setor de Eletroeletrônicos. VI CONVIBRA – Congresso Virtual Brasileiro de Administração. 2009. Disponível em: http://www.convibra.org/2009/artigos/133_0.pdf. Acesso em: 24 out.2014.

APL-SE. Núcleo Estadual dos Arranjos Produtivos Locais. Disponível em: http://www.neapl.sedetec.se.gov.br/modules/tinyd0/index.php?id=7. Acesso em 01 Jun. 2015.

BARBIERI, José Carlos; CAJAZEIRA, Jorge Emanuel Reis. Responsabilidade social e empresariale empresa sustentável: da teoria à prática. São Paulo: Saraiva 2009.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70 Ltda., 1977.

BRASIL. Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fi ns e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6938.htm. Acesso em: 12 maio 2015.

CARTILHA AMBIENTAL-Cerâmica Vermelha. Disponível em: http://goo.gl/2RbAhq. Acesso em: 27 mar. 2015.

CONAMA. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res97/res23797.html. Acesso em: 27 Dez. 2014.

CRUZ, Breno de Paula Andrade. Ensinando Responsabilidade Social para Administradores: Um Enfoque Gerencial Contextualizado às Características Brasileiras. In IV Encontro de Estudos em Estratégias, Recife, PE 21-23 jun. 2009.

DONAIRE, D. Considerações sobre a infl uência da variável ambiental na empresa. Revista de Administração de Empresas, 34(2), 68-77, 1994. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75901994000200008

ETHOS, Instituto de Empresas e Responsabilidade Social. Disponível em: http://www.ethos.org.br. Acesso em: 28 nov. 2011.

ETHOS, Instituto de Empresas e Responsabilidade Social. Responsabilidade Social Empresarial para Micro e Pequenas Empresas-Passo a Passo. 2013. Disponível em: http://www.ethos.org.br. Acesso em: 15 nov. 2014.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HERMANSON, Boris. Disponível em: http://www.mundosebrae.wordpress/2009. Acesso em: 21 nov.2011.

KRAEMER, Maria Elisabeth Pereira. Gestão ambiental: um enfoque no desenvolvimento sustentável. 2004. Disponível em: http://www.ambientebrasil.com.br/gestao/des_sustentavel.doc. Acesso em: 15 set.2014.

KRAEMER, Maria Elisabeth Pereira. Responsabilidade Social – uma alavanca para sustentabilidade, 2005. Disponível em: <http://www.gestiopolis.com/canales5/fin/resocial.htm>. Acesso em: 10 mar. 2015.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina, de Andrade. Fundamentos e metodologia científi ca. 6. ed. São Paulo: Atlas 2008.

LOURENÇO, A. G. et al. Ganhos e perdas relacionados ao comportamento social das empresas. XXII Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Curitiba-PR, 2002. Disponível em: http://biblioteca.gpi.ufrj.br/jspui/handle/1/41. Acesso em: 15 nov. 2011.

MAIMON, D. Eco-estratégia nas empresas brasileiras: realidade ou discurso? Revista deAdministração de Empresas, 34(4), 119-130, 1994.

MARTINS, G. A.; THEÓPHILO, C. R. Metodologia da investigação científi ca para ciências sociais aplicadas. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MOZZATO, Anelise Rebelato; GRZYBOVSKI, Denize. Análise de Conteúdo como Técnica de Análise de Dados Qualitativos no Campo da Administração: Potencial e Desafi os. RAC, Curitiba, v. 15, n. 4, pp. 731-747, Jul./Ago. 2011. Disponível em http://www.anpad.org.br/rac. Acesso em: 10nov.2014.

RAMPAZZO, Sônia Elisete; CORRÊA Mota Zanin Fernanda. Desmitifi cando a metodologia científi ca: guia prático de produção de trabalhos acadêmicos. Erechim, RS: Habilis,2008.

SAVITZ, Andrew W.; WEBER, Karl. A empresa sustentável: o verdadeiro sucesso é lucro com responsabilidade social e ambiental. 4. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

SCANDELARI, Vanessa do Rocio Nahhas; CUNHA, João Carlos da. Ambidestralidade e desempenho socioambiental de empresas do setor eletroeletrônico. Revista RAE, São Paulo, v. 53, n2, p.183-198,mar /abr.2013.

SERGIPE. Governo de Sergipe. Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos-SEMARH. Administração Estadual do Meio Ambiente-ADEMA. Renovação Licença de Operação nº 495/2013.3p.

SERGIPE. Governo de Sergipe. Administração do Meio Ambiente-ADEMA. Renovação da Licença de Operação nº29/2012.

TRENNEPOHL, Cut. Infrações contra o meio ambiente: multas, sansões e processo administrativo: comentários ao Decreto nº 6.514, de 22 de julho de 2008.2.ed; Belo Horizonte: Fórum,2009.

VERGARA Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

WISNIEWSKI, Marina Luiza Gaspar; BOLLMANN, Harry Albert. A responsabilidade socioambiental no contexto das relações entre mercado, estado e sociedade: Contribuições da constituição brasileira de 1988. Revista REDES, Santa Cruz do Sul, v. 17, n. 1, p. 115 – 140 jan./abr. 2012.

Citado por

Sem citações recebidas.