Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Ensino de Radioatividade: Utilização de Vídeos como Ferramentas Pedagógicas

DOI: http://dx.doi.org/10.19180/1809-2667.v17n215-06

http://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices 

downloadpdf

Edivan da S. Viana1 & Silvia C. F. Batista2

 

Resumo: Este artigo tem como objetivo apresentar uma proposta pedagógica de utilização do vídeo no contexto do ensino de Radioatividade, em aulas de Química. Este tema requer meios que o facilitem, por não ser acessível à realização de experimentos e, além disso, demandar cuidados, pois é, geralmente, visto somente de forma negativa pela sociedade. Nessa perspectiva, foi promovida uma pesquisa que visou propor uma estratégia pedagógica na qual se utilizam vídeos contextualizados para introduzir aulas sobre Radioatividade. O presente artigo tem por objetivo descrever a estratégia proposta e os resultados encontrados na experimentação da mesma. Para tanto, inicialmente, são abordados aspectos da Aprendizagem Significativa, fundamentação teórica da pesquisa e, a seguir, discute-se o uso educacional de vídeos. Apresenta-se, então, a estratégia pedagógica e descrevem-se os procedimentos metodológicos adotados na experimentação, que envolveu um estudo de caso com alunos do Ensino Médio de uma escola pública. Finalizando, os dados coletados são analisados. Os mesmos mostraram boa compreensão das aplicações da Radioatividade e uma avaliação positiva da estratégia proposta, sinalizando que os vídeos podem ser importantes recursos para o processo de ensino e aprendizagem desse tema.

Palavras-chave: Vídeos. Radioatividade. Ensino de Química.

 

Abstract: This article aims to present a pedagogical proposal for using videos on Radioactivity in Chemistry classes. This means that the subject requires facilitating means, as it is not accessible for conducting experiments and requiring special attention due to its usual negative perception by society. Considering this, a survey was carried out to propose a teaching strategy in which videos are used in context to introduce lessons on Radioactivity. This article aims to describe the proposed strategy, as well as the results found in the trial. At first, aspects of Meaningful Learning and the theoretical foundation of the research are addressed; then, the use of educational videos are discussed. This is followed by a presentation of the pedagogical strategy and a description of the methodological procedures, which included a case study with students from a public high school. Finally, the collected data is analyzed. Results show good understanding of the applications of radioactivity, and a positive assessment of the proposed strategy, indicating that videos can be important resources for the teaching and learning process of that topic.

Key words: Videos. Radioactivity. Chemistry Teaching.

 

1 Especialista em Docência no Século XXI pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense, IFFluminense, campus Campos Centro. Professor do Colégio Estadual José Francisco de Salles, Campos dos Goytacazes/RJ - Brasil. E-mail: edivan.viana@yahoo.com.br.
2 Doutora em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense), campus Campos Centro - Campos dos Goytacazes/RJ -Brasil. E-mail: silviac@iff.edu.br.

 

Literatura Citada

ARROIO, A.; GIORDAN, M. O vídeo educativo: aspectos da organização do ensino. Revista Química Nova na Escola, n. 24, p. 8-11, nov. 2006. Disponível em: <http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc24/eqm1.pdf>. Acesso em: 18 fev. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio. Brasília, DF: MEC/SEMT, 2002.

CARVALHO, S. C. Avaliação do uso de filmes-experimento no ensino de Química. Dissertação (Mestrado em Química)–Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2009.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Tradução de Magda Lopes. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DALLACOSTA, A. et al. O vídeo digital e a educação. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA EM EDUCAÇÃO, 15., 2004, Manaus. Anais... Disponível em: <http://www.br-ie.org/pub/index.php/sbie/article/view/343>. Acesso em: 10 fev. 2014.

FONSECA, M. R. M. Completamente Química: Físico-Química. São Paulo, SP: FTD, 2001.

FONSECA, M. R. M. Química: meio ambiente, cidadania e tecnologia. São Paulo: FTD, 2010. (Coleção Química, Meio Ambiente, Cidadania e Tecnologia, 1).

LIRA, M. B.; RECENA, M. C. P. Avaliação das possibilidades de uso de vídeos digitais didáticos de experimentos para o ensino de estequiometria. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO DE QUÍMICA, 15., 2010, Brasília. Anais... Brasília, 2010. Disponível em: <http://www.xveneq2010.unb.br/lista_area_09.htm>. Acesso em: 10 fev. 2014.

LISBOA, J. C. F. Química, 2º ano: ensino médio. São Paulo: Edições SM, 2010. (Coleção Ser Protagonista).

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MEDEIROS, M. A.; LOBATO, A. C. Contextualizando a abordagem de radiações no ensino de Química. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 12, n. 3, p. 65-84, set-dez, 2010. Disponível em: <http://www.portal.fae.ufmg.br/seer/index.php/ensaio/article/viewFile/523/516>. Acesso em: 18 fev. 2015.

MORAN, J. M. O vídeo na sala de aula. Revista Comunicação & Expressão, São Paulo, n. 2. jan./abr. 1995. Disponível em:<http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/comeduc/article/view/3927/3685>. Acesso em: 29 abr. 2014.

MOREIRA, M. A. Teorias de Aprendizagem. São Paulo: EPU, 1999.

MORK, S. M. An interactive learning environment designed to increase the possibilities for learning and communicating about radioactivity. Interactive Learning Environments, v. 19, n. 2, p. 1-15, 2009. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1080/10494820802651060>. Acesso em: 18 fev. 2015.

NOVAK, J. D. Uma teoria de educação. Tradução de Marco Antonio Moreira. São Paulo: Pioneira, 1981.

PEREIRA, M. V. Da construção ao uso em sala de aula de um vídeo didático de Física Térmica para o ensino médio. Ciência em Tela, v. 1, p. 5-1, 2008.

PERUZZO, F. M.; CANTO, E. L. do. Química na abordagem do cotidiano. 4. ed. São Paulo: Moderna, 2006. v. 1.

PINTO, G. T.; MARQUES, D. M. Uma proposta didática na utilização da história da ciência para a primeira série do ensino médio: radioatividade no cotidiano. História da ciência e ensino: construindo interfaces, v. 1, p. 27-57, 2010.

RIO DE JANEIRO (Estado). Secretaria de Estado de Educação. Conexão Professor: currículo mínimo 2012. Disponível em: <http://www.rj.gov.br/web/seeduc/exibeconteudo?article-id=759820>. Acesso em: 20 fev. 2014.

RODRIGUES, B. C.; LAVANDIER, R. C.; MESSEDER, J. C. Elaboração de vídeos com experimentos químicos: um suporte didático para o ensino médio. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE QUÍMICA, 32., 2009, Fortaleza. Resumos... Disponível em: <http://sec.sbq.org.br/cdrom/32ra/resumos/T0230-2.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2014.

SANTOS, S. E.; PÉREZ-ESTEBAN, J. Estudiando el fenómeno de la radiactividad a través de noticias de prensa: el caso del espía ruso envenenado. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, v. 9, n. 2. p. 294-306, 2012. Disponível em: <http://reuredc.uca.es/index.php/tavira/article/viewFile/255/pdf_94>. Acesso em: 18 fev. 2015.

SARDELLA, A.; FALCONE, M. Química: ensino médio. São Paulo, SP: Ática, 2004. (Série Brasil).

SESEN, B. ACAR; INCE, E. Internet as a source of misconception: “radiation and radioactivity”. TOJET: The Turkish Online Journal of Educational Technology, v. 9, n. 4, p. 94-100, 2010. Disponível em: <http://files.eric.ed.gov/fulltext/EJ908075.pdf>. Acesso em: 18 fev. 2015.

SILVA, A. M. O uso didático do vídeo na Matemática. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 2., 2011, Ijuí, RS. Minicursos. Disponível em: <http://www.projetos.unijui.edu.br/matematica/cnem/cnem/principal/mc/PDF/MC15.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2014.

SIMÕES NETO, J. E. et al. Os Simpsons, a radioatividade e o ensino de Química. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE QUÍMICA, 29., 2006, Águas de Lindóia. Resumos. Disponível em: <https://sec.sbq.org.br/cd29ra/resumos/T1000-2.pdf>. Acesso em: 5 abr. 2014.

VASCONCELOS, F. C. G. C. Utilização de recursos audiovisuais em uma estratégia FlexQuest sobre radioatividade. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências)–Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, PE, 2010. Disponível em: <http://200.17.137.108/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1628>. Acesso: 10 mar. 2014.

VIANA, E. S.; MOTA, R. S. Breve estudo sobre o ensino da radioatividade nas escolas públicas estaduais na cidade de Campos dos Goytacazes/RJ. Monografia (Licenciatura em Química)–Instituto Federal Fluminense, Campos dos Goytacazes, RJ, 2008.